Pular para conteúdo

Pular para sumário

 CAPÍTULO 2

Uma carta de um Deus amoroso

Uma carta de um Deus amoroso

DIGA para mim: qual é o seu livro preferido? — Algumas crianças gostam de livros sobre bichos. Outras, de livros com muitas figuras e fotos. Esses livros são bem divertidos.

Mas os melhores livros do mundo são os que nos falam a verdade sobre Deus. Um deles é o mais importante de todos. Sabe me dizer o nome desse livro? — É a Bíblia.

Por que a Bíblia é tão importante? — Porque é o livro que Deus nos deu. Ela nos fala sobre Deus e sobre as coisas boas que ele fará por nós. E mostra o que precisamos fazer para agradar a ele. É como uma carta de Deus.

É claro que Deus poderia ter escrito a Bíblia inteira no céu e depois tê-la entregado ao homem. Mas não fez isso. As ideias que encontramos na Bíblia vêm de Deus, mas na maior parte ela foi escrita pelos servos dele na Terra.

Como será que Deus fez isso? — Para entender, pense no seguinte: quando ouvimos a voz de alguém no rádio, a pessoa que está falando talvez esteja bem longe. Quando assistimos à televisão, podemos até ver pessoas em outros países e ouvir o que elas dizem.

O homem é capaz até de ir à Lua em naves espaciais e enviar mensagens de volta à Terra. Sabia disso? — Se os humanos conseguem fazer isso, será que Deus não pode enviar mensagens do céu para a Terra? — É claro que pode! E ele fez isso muito tempo antes de o homem ter inventado o rádio ou a televisão.

Como sabemos que Deus pode falar com a gente mesmo ele estando longe?

 Moisés foi um homem que ouviu a voz de Deus. Ele não viu a Deus, mas escutou sua voz. Milhões de pessoas estavam presentes quando isso aconteceu. Naquele dia, Deus fez uma montanha inteira tremer. Houve trovões e relâmpagos. O povo sabia que Deus tinha falado, mas ficaram com muito medo. Por isso, disseram a Moisés: “Não fale Deus conosco, para que não morramos.” Mais tarde, Moisés escreveu as coisas que Deus disse. O que ele escreveu está na Bíblia. — Êxodo 20:18-21.

Moisés escreveu os primeiros cinco livros da Bíblia. Mas não foi o único a escrevê-la. Deus usou uns 40 homens para escrever a  Bíblia. Eles viveram há muito, muito tempo e levou muitos anos para a Bíblia ser terminada. Na verdade, levou mais ou menos 1.600 anos! O mais impressionante é que a maioria desses homens nunca se conheceu, mas tudo o que escreveram está totalmente de acordo.

Como se chamam esses escritores da Bíblia?

Alguns homens que Deus usou para escrever a Bíblia ficaram bem conhecidos. Moisés era pastor, mas depois se tornou líder da nação de Israel. Salomão foi o rei mais rico e mais inteligente do mundo inteiro. Outros escritores não são tão conhecidos. Amós, por exemplo, cuidava de árvores que produziam figos.

Um escritor da Bíblia era médico. Sabe o nome dele? — Era Lucas. Outro, cobrava impostos. O nome dele era Mateus. E ainda outro tinha sido um advogado que conhecia muito bem a lei religiosa dos judeus. Ele escreveu mais livros bíblicos do que qualquer outro. Sabe como se chamava? — Paulo. Outros discípulos de Jesus que também escreveram livros da Bíblia foram Pedro e João, que tinham sido pescadores.

Muitos escritores da Bíblia escreveram sobre coisas que Deus ia fazer no futuro. Como é que eles sabiam dessas coisas antes de elas acontecerem? — Deus deu essas informações para eles e lhes disse o que ia acontecer.

Quando Jesus, o Grande Instrutor, estava na Terra, boa parte da Bíblia já tinha sido escrita. Mas lembre-se que o Grande Instrutor havia vivido no céu. Ele sabia o que Deus tinha feito. Será que ele acreditava que a Bíblia era um livro de Deus? — Acreditava, sim.

Quando falava para as pessoas sobre as obras de Deus, Jesus lia partes da Bíblia. Às vezes, ele dizia de cor o que estava escrito nela. Jesus também nos ensinou mais coisas sobre Deus. Ele disse: “As próprias coisas que ouvi dele, eu falo no mundo.” (João 8:26) Jesus ouviu muitas coisas de Deus porque viveu com Deus. E onde podemos  ler as coisas que Jesus disse? — Na Bíblia. Tudo que se encontra nela foi escrito para nós lermos.

É claro que, quando Deus usou homens para escrever, eles escreveram na língua que conheciam. Por isso, mais da metade da Bíblia foi escrita em hebraico; uma pequena parte, em aramaico e boa parte dela, em grego. Mas a maioria das pessoas hoje não sabe ler nessas línguas. Assim, a Bíblia foi traduzida para outros idiomas. Hoje em dia, dá para ler partes da Bíblia em mais de 2.260 línguas. Imagine só! A Bíblia é a carta de Deus para todas as pessoas. Mas não importa quantas vezes tenha sido copiada, sua mensagem vem de Deus.

O que a Bíblia diz é importante para nós. Ela foi escrita há muito tempo. Mas fala de coisas que  estão acontecendo hoje. E nos diz o que Deus vai fazer no futuro próximo. Ela nos conta coisas emocionantes e nos dá uma esperança maravilhosa!

Que coisas você pode aprender ao ler a Bíblia?

A Bíblia também nos diz como Deus quer que a gente viva. Fala o que é certo e o que é errado. Você precisa saber disso, e eu também. Ela nos fala de pessoas que fizeram coisas ruins e o que aconteceu com elas, para não nos metermos em problemas parecidos. Também nos conta sobre pessoas que fizeram coisas boas e os bons resultados disso. Tudo isso foi escrito para nos ajudar.

Mas para que a Bíblia nos ajude mesmo, precisamos saber a resposta a uma pergunta. A pergunta é: Quem preparou a Bíblia para nós? O que você acha? — Isso mesmo, a Bíblia inteira foi preparada por Deus. Então, como podemos mostrar que somos mesmo inteligentes? — Escutando o que Deus diz e fazendo o que ele manda.

Por isso, precisamos tirar tempo para ler a Bíblia. Quando recebemos uma carta de alguém que amamos muito, nós a lemos várias vezes. Ela é muito importante para nós. Devemos nos sentir do mesmo jeito em relação à Bíblia, porque ela é uma carta Daquele que nos ama mais do que qualquer outra pessoa. É uma carta de um Deus amoroso.

Tire uns minutos para ler estes textos que nos mostram que a Bíblia é mesmo a Palavra de Deus, escrita para o nosso benefício: Romanos 15:4; 2 Timóteo 3:16, 17 e 2 Pedro 1:20, 21.