Pular para conteúdo

Pular para sumário

 DESTAQUES DO ANO PASSADO

Uma organização que está em movimento

Uma organização que está em movimento

Na sexta-feira, 5 de julho de 2013, a família de Betel dos Estados Unidos se emocionou ao ouvir Anthony Morris, do Corpo Governante, anunciar: “Na quinta-feira, 4 de julho de 2013, foi feito um acordo para vender um conjunto de seis prédios: cinco do número 117 da Rua Adams e o prédio 90 da Rua Sands, em Brooklyn. O contrato de venda dos prédios da Rua Adams exige que os desocupemos até a metade de agosto deste ano.”

O irmão Morris explicou que o Departamento de Lavanderia e Lavagem a Seco, localizado nos sexto e sétimo andares do Prédio 3, continuará a funcionar até a  metade de 2014. Ele disse: “O prédio 90 Sands provavelmente será desocupado em 2017.”

A venda dos seis edifícios faz parte do processo de transferência da sede mundial da cidade de Nova York para uma propriedade de 102 hectares em Warwick, no Estado de Nova York. No entanto, a preparação e a terraplenagem do local da nova sede não poderiam começar até que todas as licenças necessárias fossem obtidas.

Assim, a família de Betel dos Estados Unidos ouviu com expectativa o anúncio lido por Mark Sanderson, do Corpo Governante, na quinta-feira, 18 de julho: “Temos o prazer de anunciar que ontem à noite o Conselho de Planejamento de Warwick aprovou por unanimidade o projeto para a nova sede mundial das Testemunhas de Jeová. Essa é a aprovação final que precisávamos para começar a obter os alvarás a fim de iniciar a construção. É interessante que essa aprovação veio exatamente quatro anos depois de termos fechado a compra da propriedade de Warwick. Além disso, os acontecimentos de poucos dias antes mostraram claramente as bênçãos de Jeová.” O irmão Sanderson agradeceu a todos por seu incansável trabalho e orações fervorosas a favor desse importante projeto. Ele disse: “Acima de tudo, louvamos e agradecemos a Jeová por esse acontecimento decisivo na transferência da sede mundial para Warwick.”

Na sexta-feira, 26 de julho, o irmão Morris se reuniu com cerca de mil voluntários de Betel e da Comissão  Regional de Construção (CRC) no novo refeitório em Tuxedo, o canteiro de obras de Warwick. Depois de proferir um discurso bíblico encorajador, ele disse que tinha um anúncio a fazer: “Sabem o que tenho aqui nas mãos? É um documento que acabei de receber. Aqui diz assim: ‘Alvará de Construção’.” Antes que ele pudesse ler mais, os voluntários aplaudiram entusiasmados. Para a satisfação de todos na assistência, o irmão Morris passou a ler trechos desse primeiro alvará, emitido pela cidade de Warwick apenas três horas antes.

O que está acontecendo em Wallkill, Warwick e Tuxedo?

Desde o início da obra de expansão em Wallkill, em agosto de 2009, cerca de 2.800 irmãos e irmãs têm servido ali como voluntários temporários. O projeto inclui três novos prédios: residencial, de escritórios e estacionamento. Estão sendo feitas reformas num dos atuais prédios residenciais, e adaptações na gráfica, na lavanderia, no auditório, no prédio de serviços e na recepção. Calcula-se que a ampliação de Wallkill continue até o final de 2015.

Nesse meio-tempo, a futura sede mundial em Warwick começou a ser construída. Logo nos primeiros meses, deu-se início à terraplenagem e à construção das instalações subterrâneas de água, luz e telefone. A construção dos três primeiros prédios — Manutenção de Veículos, Estacionamento para Visitantes e Manutenção Predial — começou no final de 2013. Essas construções são essenciais para conservar o equipamento e cuidar da equipe de trabalhadores no local, durante a obra e após sua conclusão. A construção dos prédios residenciais  e do Prédio de Serviços e Escritórios está prevista para começar em 2014.

As instalações em Tuxedo, uma propriedade de 20 hectares localizada a uns 10 quilômetros ao norte de Warwick, “servirão como um local de apoio para a futura sede mundial”, explica Kenneth Chernish, membro da Comissão do Projeto de Construção. “O local acomodará alguns voluntários e também será usado para prover alimentação e armazenar materiais e equipamentos.” Para acelerar a construção das instalações em Tuxedo, CRCs do leste dos Estados Unidos têm ajudado em algumas etapas do trabalho.

Muitos voluntários que trabalham com as CRCs de todo o país estão ansiosos para participar na construção da futura sede mundial. Irmãos e irmãs habilitados já estão se colocando à disposição como voluntários temporários. Leslie Blondeau, que trabalha na equipe de hidráulica com seu marido, Peter, diz: “Trabalhar juntos nos aproxima como casal. Além disso, guardaremos maravilhosas lembranças do tempo que passamos aqui.”

“Estou trabalhando na equipe de eletricistas aqui em Tuxedo”, diz Mallory Rushmore. “É muito animador trabalhar lado a lado com tantos voluntários.”

“Esse é um enorme privilégio”, diz Quincy Dotson. “Eu pensava que teria de dar muito de mim, mas na realidade sou eu que estou recebendo.”

“É emocionante participar dessa obra”, diz Kenneth Chernish. “Os irmãos estão realizando um trabalho rápido e eficiente e ao mesmo tempo sentindo muita alegria em participar nele.”