Jeremias 8:1-22

  • O povo age como a maioria (1-7)

  • Que sabedoria há sem a palavra de Jeová? (8-17)

  • Jeremias lamenta as feridas de Judá (18-22)

    • “Não há bálsamo em Gileade?” (22)

8  “Naquele tempo”, diz Jeová, “os ossos dos reis de Judá, os ossos dos seus príncipes, os ossos dos sacerdotes, os ossos dos profetas e os ossos dos habitantes de Jerusalém serão tirados das sepulturas.  Serão espalhados debaixo do sol, da lua e de todo o exército dos céus, aos quais eles amaram, serviram, seguiram e buscaram, e diante dos quais se curvaram.+ Eles não serão recolhidos nem enterrados. Eles se tornarão como estrume sobre o solo.”+  “E, em todos os lugares para onde eu os espalhar, o restante que sobreviver dentre essa nação* má achará melhor morrer do que ficar vivo”, diz Jeová dos exércitos.  “Diga a eles: ‘Assim diz Jeová: “Será que eles cairão e não se levantarão mais? Se alguém voltar atrás, será que o outro não voltará atrás também?   Por que esse povo de Jerusalém persiste na sua infidelidade? Eles se apegam à falsidade;Recusam-se a voltar atrás.+   Eu prestei atenção e fiquei escutando, mas o modo como eles falavam não era correto. Ninguém se arrependeu de sua maldade nem perguntou: ‘O que foi que eu fiz?’+ Todos eles sempre voltam a agir como a maioria, como cavalos que se lançam na batalha.   Até mesmo a cegonha nos céus conhece as suas estações;*A rola, o andorinhão e o sabiá* se apegam ao tempo do seu retorno.* Mas o meu próprio povo não entende o julgamento de Jeová.”’+   ‘Como vocês podem dizer: “Somos sábios e temos a lei* de Jeová”? Na realidade, a pena*+ mentirosa* dos escribas* só é usada para a falsidade.   Os sábios foram envergonhados.+ Ficaram apavorados e serão apanhados. Eles rejeitaram a palavra de Jeová;Que sabedoria eles têm? 10  Por isso entregarei as esposas deles a outros homens,E seus campos a novos donos.+Pois, desde o menor até o maior deles, todos obtêm lucro desonesto;+Desde o profeta até o sacerdote, todos cometem fraudes.+ 11  E tratam superficialmente as feridas* da filha do meu povo, dizendo:“Há paz! Há paz!” Quando não há paz.+ 12  Será que eles se envergonham das coisas detestáveis que fizeram? Eles não sentem a menor vergonha! Nem mesmo sabem o que é sentir vergonha!+ Por isso cairão entre os que já caíram. Tropeçarão quando eu trouxer punição sobre eles’,+ diz Jeová. 13  ‘Quando eu os colher, acabarei com eles’, diz Jeová. ‘Não restarão uvas na videira nem figos na figueira, e as folhas murcharão. E eles perderão as coisas que lhes dei.’” 14  “Por que estamos aqui sentados? Vamos nos reunir e entrar nas cidades fortificadas,+ para morrermos ali, Pois Jeová, nosso Deus, vai nos eliminar.Jeová está nos dando água envenenada para beber+Porque pecamos contra ele. 15  Esperava-se a paz, mas não veio nada de bom;Um tempo de cura, mas só há terror!+ 16  Desde Dã podem-se ouvir os cavalos bufando. Com o relinchar dos garanhões,Toda esta terra treme. Os inimigos entram e devoram esta terra e tudo o que nela há,A cidade e seus habitantes.” 17  “Pois estou enviando contra vocês serpentes,Cobras venenosas que não podem ser dominadas com encantamentos,E elas certamente os morderão”, diz Jeová. 18  Minha tristeza é incurável;Meu coração está doente. 19  Desde uma terra distante vem o grito de socorroDa filha do meu povo: “Será que Jeová não está em Sião? Não está nela o seu rei?” “Por que eles me ofenderam com as suas imagens esculpidas,Com os seus deuses estrangeiros que nada valem?” 20  “Já passou a colheita, acabou o verão,Mas nós ainda não fomos salvos!” 21  Estou arrasado com as feridas* da filha do meu povo;+Estou muito triste. O pavor tomou conta de mim. 22  Será que não há bálsamo* em Gileade?+ Não há ali nenhum médico?*+ Por que a filha do meu povo não se recuperou?+

Notas de rodapé

Ou: “família”.
Ou: “os seus tempos determinados”.
Ou, possivelmente: “grou”.
Ou: “da sua migração”.
Ou: “instrução”.
Lit.: “o estilo”. Veja o Glossário.
Ou: “falsa”.
Ou: “secretários”.
Ou: “a fratura; o quebrantamento”.
Ou : “o quebrantamento”.
Ou: “bálsamo calmante”.
Ou: “ninguém que cure”.