Jeremias 25:1-38

  • Causa de Jeová contra as nações (1-38)

    • Nações servirão Babilônia por 70 anos (11)

    • Cálice de vinho do furor de Deus (15)

    • Calamidade de nação em nação (32)

    • Os mortos por Jeová (33)

25  No quarto ano de Jeoiaquim,+ filho de Josias e rei de Judá, isto é, no primeiro ano de Nabucodonosor,* rei de Babilônia, Jeremias recebeu uma palavra a respeito de todo o povo de Judá.  Isto é o que o profeta Jeremias disse sobre* todo o povo de Judá e todos os habitantes de Jerusalém:  “Desde o décimo terceiro ano de Josias,+ filho de Amom e rei de Judá, até hoje, durante estes 23 anos, eu tenho recebido a palavra de Jeová. Tenho falado com vocês vez após vez,* mas vocês não escutam.+  E Jeová lhes enviava todos os seus servos, os profetas, enviava-os vez após vez,* mas vocês não escutavam nem prestavam atenção.*+  Eles diziam: ‘Por favor, recuem cada um do seu mau caminho e das suas más ações;+ então vocês continuarão morando por muito tempo na terra que Jeová deu há muito tempo a vocês e aos seus antepassados.  Não sigam outros deuses, nem os sirvam, nem se curvem diante deles, ofendendo-me com o trabalho das suas mãos, senão eu vou trazer calamidade sobre vocês.’  “‘Mas vocês não me escutavam’, diz Jeová. ‘Em vez disso, vocês me ofendiam com o trabalho das suas mãos, para a sua própria calamidade.’+  “Portanto, assim diz Jeová dos exércitos: ‘“Visto que vocês não obedeceram às minhas palavras,  estou convocando todos os povos* do norte”,+ diz Jeová, “estou convocando o meu servo Nabucodonosor,* rei de Babilônia,+ e vou trazê-los contra esta terra,+ contra os seus habitantes e contra todas as nações ao redor.+ Eu os entregarei à destruição* e farei deles um motivo de terror, um alvo de assobios e uma ruína permanente. 10  Porei fim ao som de exultação e ao som de alegria entre eles,+ à voz do noivo e à voz da noiva,+ ao som do moinho manual e à luz da lâmpada. 11  E toda esta terra será reduzida a ruínas e se tornará um motivo de terror, e essas nações terão de servir ao rei de Babilônia por 70 anos.”’+ 12  “‘Mas, quando se completarem 70 anos,+ ajustarei contas com* o rei de Babilônia e aquela nação por causa dos seus erros’,+ diz Jeová, ‘e farei da terra dos caldeus um deserto desolado para sempre.+ 13  Vou trazer sobre aquela terra todas as palavras que falei contra ela, todas as coisas que Jeremias profetizou contra todas as nações e que estão escritas neste livro. 14  Pois muitas nações e reis poderosos+ os escravizarão;+ eu lhes retribuirei conforme as suas ações e as obras das suas próprias mãos.’”+ 15  Pois assim me disse Jeová, o Deus de Israel: “Pegue da minha mão este cálice com o vinho do meu furor e faça com que todas as nações às quais envio você bebam dele. 16  Elas beberão, ficarão cambaleando e agirão como loucos por causa da espada que estou enviando contra elas.”+ 17  Então peguei o cálice da mão de Jeová e fiz com que bebessem dele todas as nações às quais Jeová tinha me enviado:+ 18  começando com Jerusalém e as cidades de Judá,+ seus reis e seus príncipes — para que se tornassem uma ruína, um motivo de terror, um alvo de assobios e um exemplo de maldição,+ assim como se vê hoje —; 19  também Faraó, rei do Egito, seus servos, seus príncipes, todo o seu povo+ 20  e todos os diferentes povos entre eles; todos os reis da terra de Uz; todos os reis da terra dos filisteus:+ Ascalom,+ Gaza, Ecrom e os que restaram de Asdode; 21  Edom,+ Moabe+ e os amonitas;+ 22  todos os reis de Tiro, todos os reis de Sídon+ e os reis da ilha do mar; 23  Dedã,+ Tema, Buz e todos os que têm o cabelo cortado nas têmporas;+ 24  todos os reis dos árabes+ e todos os reis dos diferentes povos que moram no deserto; 25  todos os reis de Zinri, todos os reis de Elão+ e todos os reis dos medos;+ 26  todos os reis do norte, os de perto e os de longe, um após outro, e todos os outros reinos que há na face da terra; e o rei de Sesaque*+ beberá depois deles. 27  “Diga a eles: ‘Assim diz Jeová dos exércitos, o Deus de Israel: “Bebam, embriaguem-se, vomitem e caiam sem poder se levantar,+ por causa da espada que estou enviando contra vocês.”’ 28  E, se eles se negarem a pegar o cálice da sua mão para beber, diga a eles: ‘Assim diz Jeová dos exércitos: “Vocês têm de beber! 29  Pois, se a calamidade que estou trazendo começa com a cidade que leva o meu nome,+ deveriam vocês ficar impunes?”’+ “‘Vocês não ficarão impunes, pois estou convocando uma espada contra todos os habitantes da terra’, diz Jeová dos exércitos. 30  “E você deve profetizar para eles todas estas palavras, dizendo:‘Lá do alto Jeová rugirá,E da sua santa morada fará ouvir a sua voz. Ele rugirá alto contra a sua habitação. Gritando como os que pisam uvas no lagar,Ele cantará triunfantemente contra todos os habitantes da terra.’ 31  ‘Um barulho ressoará até os confins da terra,Pois Jeová tem uma causa contra as nações. Ele julgará pessoalmente toda a humanidade.*+ E entregará os maus à espada’, diz Jeová. 32  Assim diz Jeová dos exércitos: ‘Vejam! Uma calamidade está se espalhando de nação em nação,+E uma grande tempestade será solta desde as partes mais distantes da terra.+ 33  “‘E naquele dia os mortos por Jeová ficarão espalhados de uma extremidade da terra à outra extremidade da terra. Não serão lamentados, nem recolhidos, nem enterrados. Eles se tornarão como estrume sobre o solo.’ 34  Lamentem, pastores, e clamem! Rolem no chão, majestosos do rebanho,Porque já chegou o dia para vocês serem abatidos e espalhados;Vocês cairão como um vaso precioso! 35  Os pastores não têm para onde fugir,Nem os majestosos do rebanho para onde escapar. 36  Escutem! É o grito dos pastoresE o lamento dos majestosos do rebanho,Pois Jeová está devastando o pasto deles. 37  As moradas tranquilas ficaram sem vidaPor causa da ira ardente de Jeová. 38  Ele saiu do seu esconderijo como um leão novo,*+E a terra deles se tornou um motivo de terrorPor causa da espada cruelE da sua ira ardente.”

Notas de rodapé

Lit.: “Nabucodorosor”, grafia variante.
Ou: “a”.
Lit.: “com vocês, levantando cedo e falando”.
Lit.: “os profetas, levantando cedo e enviando”.
Ou: “nem inclinavam seu ouvido”.
Ou: “todas as famílias”.
Lit.: “Nabucodorosor”, grafia variante.
Ou: “devotarei à destruição”. Veja o Glossário.
Ou: “punirei”.
Esse parece ser um criptograma para Babel (Babilônia).
Lit.: “toda carne”.
Ou: “leão novo jubado”.