Pular para conteúdo

Pular para sumário

Atos dos Apóstolos

Capítulos

Conteúdo do Livro

  • 1

    • Palavras iniciais a Teófilo (1-5)

    • Testemunhas até os confins da terra (6-8)

    • Jesus sobe ao céu (9-11)

    • Discípulos se reúnem de comum acordo (12-14)

    • Matias é escolhido para substituir Judas (15-26)

  • 2

    • Espírito santo é derramado durante Pentecostes (1-13)

    • Discurso de Pedro (14-36)

    • Multidões aceitam as palavras de Pedro (37-41)

      • Batizados 3.000 (41)

    • Companheirismo cristão (42-47)

  • 3

    • Pedro cura um mendigo manco (1-10)

    • Discurso de Pedro no Pórtico de Salomão (11-26)

      • “Restabelecimento de todas as coisas” (21)

      • Profeta semelhante a Moisés (22)

  • 4

    • Pedro e João são presos (1-4)

      • Os que acreditaram chegam a 5.000 homens (4)

    • Julgamento perante o Sinédrio (5-22)

      • “Não podemos parar de falar” (20)

    • Oração pedindo coragem (23-31)

    • Discípulos compartilham o que têm (32-37)

  • 5

    • Ananias e Safira (1-11)

    • Apóstolos realizam muitos sinais (12-16)

    • Presos e libertados (17-21a)

    • Levados novamente perante o Sinédrio (21b-32)

      • ‘Obedecer a Deus em vez de a homens’ (29)

    • Conselho de Gamaliel (33-40)

    • Pregação de casa em casa (41, 42)

  • 6

    • Sete homens escolhidos para servir (1-7)

    • Estêvão é acusado de blasfêmia (8-15)

  • 7

    • Discurso de Estêvão perante o Sinédrio (1-53)

      • Época dos patriarcas (2-16)

      • Liderança de Moisés; idolatria de Israel (17-43)

      • Deus não mora em templos feitos por humanos (44-50)

    • Apedrejamento de Estêvão (54-60)

  • 8

    • Saulo persegue a congregação (1-3)

    • Ministério produtivo de Filipe em Samaria (4-13)

    • Pedro e João enviados a Samaria (14-17)

    • Simão tenta comprar espírito santo (18-25)

    • Eunuco etíope (26-40)

  • 9

    • Saulo a caminho de Damasco (1-9)

    • Ananias enviado para ajudar Saulo (10-19a)

    • Saulo prega sobre Jesus em Damasco (19b-25)

    • Saulo vai a Jerusalém (26-31)

    • Pedro cura Eneias (32-35)

    • A generosa Dorcas é ressuscitada (36-43)

  •  10

    • Cornélio tem uma visão (1-8)

    • Pedro tem uma visão de animais purificados (9-16)

    • Pedro visita Cornélio (17-33)

    • Pedro declara as boas novas aos gentios (34-43)

      • “Deus não é parcial” (34, 35)

    • Gentios recebem espírito santo e são batizados (44-48)

  • 11

    • Relato de Pedro aos apóstolos (1-18)

    • Barnabé e Saulo em Antioquia da Síria (19-26)

      • Discípulos chamados de cristãos pela primeira vez (26)

    • Ágabo prediz fome (27-30)

  • 12

    • Tiago é morto; Pedro é preso (1-5)

    • Pedro libertado milagrosamente (6-19)

    • Herodes ferido por um anjo (20-25)

  • 13

    • Barnabé e Saulo enviados como missionários (1-3)

    • Ministério em Chipre (4-12)

    • Discurso de Paulo em Antioquia da Pisídia (13-41)

    • Ordem profética de se voltarem para as nações (42-52)

  • 14

    • Crescimento e oposição em Icônio (1-7)

    • Considerados deuses em Listra (8-18)

    • Paulo sobrevive a apedrejamento (19, 20)

    • Fortalecendo as congregações (21-23)

    • Volta a Antioquia da Síria (24-28)

  • 15

    • Discussão em Antioquia sobre a circuncisão (1, 2)

    • O assunto é levado a Jerusalém (3-5)

    • Anciãos e apóstolos se reúnem (6-21)

    • Carta do corpo governante (22-29)

    • Congregações encorajadas pela carta (30-35)

    • Paulo e Barnabé se separam (36-41)

  •  16

    • Paulo escolhe Timóteo (1-5)

    • Visão sobre o homem macedônio (6-10)

    • Conversão de Lídia em Filipos (11-15)

    • Paulo e Silas presos (16-24)

    • O carcereiro e os da sua casa são batizados (25-34)

    • Paulo exige uma retratação oficial (35-40)

  • 17

    • Paulo e Silas em Tessalônica (1-9)

    • Paulo e Silas em Bereia (10-15)

    • Paulo em Atenas (16-22a)

    • Discurso de Paulo no Areópago (22b-34)

  • 18

    • Ministério de Paulo em Corinto (1-17)

    • Volta a Antioquia da Síria (18-22)

    • Paulo parte para a Galácia e a Frígia (23)

    • O eloquente Apolo recebe ajuda (24-28)

  • 19

    • Paulo em Éfeso; alguns são batizados novamente (1-7)

    • Atividades de ensino de Paulo (8-10)

    • Bons resultados apesar do demonismo (11-20)

    • Tumulto em Éfeso (21-41)

  • 20

    • Paulo na Macedônia e na Grécia (1-6)

    • Ressurreição de Êutico em Trôade (7-12)

    • De Trôade a Mileto (13-16)

    • Paulo se reúne com anciãos de Éfeso (17-38)

      • Ensino de casa em casa (20)

      • “Mais felicidade em dar” (35)

  • 21

    • A caminho de Jerusalém (1-14)

    • Chegada a Jerusalém (15-19)

    • Paulo segue o conselho dos anciãos (20-26)

    • Tumulto no templo; Paulo é preso (27-36)

    • Paulo recebe permissão de falar à multidão (37-40)

  • 22

    • Defesa de Paulo perante a multidão (1-21)

    • Paulo usa sua cidadania romana (22-29)

    • O Sinédrio é reunido (30)

  • 23

    • Paulo fala perante o Sinédrio (1-10)

    • Paulo encorajado pelo Senhor (11)

    • Conspiração para matar Paulo (12-22)

    • Paulo transferido para Cesareia (23-35)

  • 24

    • Acusações contra Paulo (1-9)

    • Defesa de Paulo perante Félix (10-21)

    • O caso de Paulo é adiado por dois anos (22-27)

  • 25

    • Julgamento de Paulo perante Festo (1-12)

      • “Apelo para César!” (11)

    • Festo apresenta o caso ao rei Agripa (13-22)

    • Paulo perante Agripa (23-27)

  •  26

    • Defesa de Paulo perante Agripa (1-11)

    • Paulo descreve sua conversão (12-23)

    • Reações de Festo e de Agripa (24-32)

  • 27

    • Paulo navega para Roma (1-12)

    • Tempestade atinge o navio (13-38)

    • Naufrágio (39-44)

  • 28

    • Na ilha de Malta (1-6)

    • Curado o pai de Públio (7-10)

    • Continua a viagem para Roma (11-16)

    • Paulo fala com os judeus em Roma (17-29)

    • Paulo prega com coragem por dois anos (30, 31)