O primeiro de Samuel 14:1-52

  • Façanha de Jonatã em Micmás (1-14)

  • Os inimigos de Israel são derrotados por Deus (15-23)

  • Juramento irrefletido de Saul (24-46)

    • O povo come carne junto com o sangue (32-34)

  • Guerras de Saul; sua família (47-52)

14  Certo dia, Jonatã,+ filho de Saul, disse ao ajudante que carregava as suas armas: “Vamos até o posto avançado dos filisteus lá do outro lado.” Mas não disse nada a seu pai.  Saul estava nos arredores de Gibeá,+ debaixo da romãzeira que fica em Migrom, e havia cerca de 600 homens com ele.+  (Quem carregava o éfode+ era Aías, filho de Aitube,+ que era irmão de Icabode,+ filho de Fineias,+ filho de Eli,+ sacerdote de Jeová em Silo.)+ E os homens não sabiam que Jonatã tinha ido.  Entre as passagens que Jonatã tentava atravessar para chegar ao posto avançado dos filisteus, havia um rochedo em forma de dente de um lado e um rochedo em forma de dente do outro lado; o nome de um era Bozez, e o nome do outro era Sené.  Um dos rochedos era como uma coluna ao norte, de frente para Micmás, e o outro ficava ao sul, de frente para Geba.+  Jonatã disse ao seu escudeiro: “Vamos até o posto avançado desses incircuncisos.+ Talvez Jeová aja em nosso favor, pois nada pode impedir Jeová de salvar, quer com muitos quer com poucos.”+  Seu escudeiro lhe disse: “Faça o que o seu coração achar melhor. Vá aonde quiser, e eu o seguirei para onde o seu coração achar melhor.”  Jonatã disse então: “Vamos até onde aqueles homens estão, para que eles nos vejam.  Se nos disserem: ‘Fiquem onde vocês estão até chegarmos aí!’ ficaremos onde estivermos e não subiremos até eles. 10  Mas, se disserem: ‘Subam e lutem contra nós!’ então subiremos, porque Jeová os entregará nas nossas mãos. Esse será o sinal para nós.”+ 11  Então os dois deixaram que os filisteus do posto avançado os vissem. Os filisteus disseram: “Vejam! Os hebreus estão saindo dos buracos em que se esconderam.”+ 12  Então os homens do posto avançado disseram a Jonatã e ao seu escudeiro: “Subam até aqui e nós lhes daremos uma lição!”+ Jonatã disse imediatamente ao seu escudeiro: “Siga-me, porque Jeová os entregará nas mãos de Israel.”+ 13  E Jonatã subiu, usando as mãos e os pés, seguido pelo seu escudeiro; e Jonatã começou a golpear os filisteus, ao passo que seu escudeiro os matava atrás dele. 14  No primeiro ataque, Jonatã e seu escudeiro mataram cerca de 20 homens numa extensão de meia jeira.* 15  Com isso, o terror se espalhou pelo acampamento e entre todos os que estavam no posto avançado; até mesmo as tropas de ataque+ ficaram apavoradas. A terra começou a tremer, e se seguiu um terror da parte de Deus. 16  E os vigias de Saul em Gibeá+ de Benjamim viram que a confusão se espalhava por todas as direções.+ 17  Saul disse aos que estavam com ele: “Façam a contagem e vejam quem está faltando.” Quando fizeram a contagem, viram que Jonatã e seu escudeiro não estavam ali. 18  Então Saul disse a Aías:+ “Traga aqui a Arca do verdadeiro Deus!” (Pois naquela época* a Arca do verdadeiro Deus estava com os israelitas.) 19  E, enquanto Saul falava com o sacerdote, a confusão no acampamento dos filisteus aumentava cada vez mais. Saul disse então ao sacerdote: “Não precisa mais fazer isso.”* 20  Assim, Saul e todos os que estavam com ele se reuniram e foram ao campo de batalha. Quando chegaram lá, viram que os filisteus tinham voltado a espada uns contra os outros, e a confusão era muito grande. 21  Além disso, os hebreus que antes haviam passado para o lado dos filisteus e que haviam subido com eles ao acampamento se juntaram aos israelitas que estavam com Saul e Jonatã. 22  E, quando todos os homens de Israel que tinham se escondido+ na região montanhosa de Efraim ficaram sabendo que os filisteus haviam fugido, eles também entraram na batalha e os perseguiram. 23  Assim, Jeová salvou Israel naquele dia,+ e a batalha se estendeu até Bete-Áven.+ 24  Mas os homens de Israel estavam cansados naquele dia, porque Saul lhes havia imposto um juramento, dizendo: “Maldito o homem que comer alguma coisa* antes do anoitecer e antes de eu me vingar dos meus inimigos!” Por isso, ninguém comeu nada.+ 25  Todos entraram* então na floresta, e havia mel pelo chão. 26  Quando entraram na floresta, viram o mel escorrendo, mas ninguém comeu, porque tinham medo do juramento. 27  Mas Jonatã não tinha ouvido seu pai impor o juramento a eles.+ De modo que estendeu a ponta do bastão que tinha na mão e a molhou no favo de mel. Depois de comer, recuperou as forças.* 28  Então um dos homens disse: “Seu pai nos impôs um juramento severo, dizendo: ‘Maldito o homem que comer alguma coisa hoje!’+ É por isso que o povo está tão cansado.” 29  No entanto, Jonatã disse: “Meu pai causou um grande mal* ao país. Vejam como recuperei as forças* por ter provado um pouco deste mel. 30  Teria sido muito melhor se hoje o povo tivesse comido livremente+ do despojo dos inimigos! A matança dos filisteus teria sido ainda maior.” 31  Naquele dia eles continuaram a golpear os filisteus desde Micmás até Aijalom,+ e os homens ficaram esgotados. 32  Então avançaram gananciosamente sobre o despojo; pegaram ovelhas, bois e novilhos, e os abateram no chão, comendo a carne junto com o sangue.+ 33  Assim, Saul foi informado: “O povo está pecando contra Jeová, comendo a carne junto com o sangue!”+ Então ele disse: “Vocês agiram de modo infiel. Depressa! Rolem uma grande pedra até aqui.” 34  E Saul disse: “Espalhem-se entre o povo e digam-lhes: ‘Cada um de vocês deve trazer seu touro e sua ovelha, abatê-los aqui e comê-los. Não pequem contra Jeová por comer a carne junto com o sangue.’”+ Assim, cada um deles trouxe seu touro naquela noite e o abateu ali. 35  E Saul construiu um altar a Jeová.+ Esse foi o primeiro altar que ele construiu a Jeová. 36  Mais tarde, Saul disse: “Vamos perseguir os filisteus durante a noite e saqueá-los até o amanhecer. Não deixaremos nenhum sobrevivente.” Eles disseram: “Faça o que for bom aos seus olhos.” Então o sacerdote disse: “Vamos consultar o verdadeiro Deus neste lugar.”+ 37  E Saul consultou a Deus: “Devo perseguir os filisteus?+ Tu os entregarás nas mãos de Israel?” Mas Deus não lhe respondeu naquele dia. 38  Portanto, Saul disse: “Aproximem-se todos vocês, chefes do povo, e descubram que pecado se cometeu hoje. 39  Pois, tão certo como vive Jeová, que salvou Israel, mesmo que seja Jonatã, meu filho, ele morrerá.” Mas ninguém lhe disse nada. 40  Então ele disse a todo o Israel: “Vocês ficarão de um lado, e eu e Jonatã, meu filho, ficaremos do outro lado.” Os homens disseram a Saul: “Faça o que for bom aos seus olhos.” 41  Saul disse então a Jeová: “Ó Deus de Israel, responde por meio do Tumim!”+ E Jonatã e Saul foram escolhidos, mas o exército saiu livre. 42  Então Saul disse: “Lancem sortes+ para decidir entre mim e Jonatã, meu filho.” E foi escolhido Jonatã. 43  Saul disse então a Jonatã: “Diga-me, o que foi que você fez?” Jonatã lhe disse: “Eu apenas provei um pouco de mel com a ponta do meu bastão.+ Aqui estou, pronto para morrer!” 44  Então Saul disse: “Que Deus me castigue, e que o faça severamente, se você não for morto por isso, Jonatã.”+ 45  Mas o povo disse a Saul: “Será que Jonatã, que trouxe esta grande vitória*+ a Israel, deve morrer? De modo algum! Tão certo como Jeová vive, nem um único fio de cabelo dele cairá ao chão, pois foi com Deus que ele agiu hoje.”+ Assim, o povo livrou* Jonatã, e ele não morreu. 46  Então Saul parou de perseguir os filisteus, e os filisteus voltaram para o seu território. 47  Saul consolidou o seu reinado sobre Israel e lutou contra todos os seus inimigos ao redor: os moabitas,+ os amonitas,+ os edomitas,+ os reis de Zobá+ e os filisteus.+ Para onde quer que fosse, ele os derrotava. 48  Ele lutou corajosamente e derrotou os amalequitas+ e livrou Israel das mãos dos que os saqueavam. 49  Os filhos de Saul eram Jonatã, Isvi e Malquisua.+ E ele tinha duas filhas: o nome da mais velha era Merabe,+ e o da mais nova Mical.+ 50  O nome da esposa de Saul era Ainoã, filha de Aimaás. O nome do chefe do seu exército era Abner,+ filho de Ner, tio de Saul. 51  Quis+ era o pai de Saul; e Ner,+ pai de Abner, era filho de Abiel. 52  Houve intensas batalhas contra os filisteus todos os dias de Saul.+ Quando Saul via um homem forte e corajoso, ele o recrutava para o seu exército.+

Notas de rodapé

Lit.: “junta de terra”, isto é, a extensão de terra que uma junta de bois pode arar em um dia.
Lit.: “naquele dia”.
Lit.: “Retire a sua mão.”
Lit.: “comer pão”.
Lit.: “Toda a terra entrou”.
Lit.: “seus olhos brilharam”.
Ou: “trouxe ostracismo”, isto é, exclusão.
Lit.: “meus olhos brilharam”.
Ou: “salvação”.
Lit.: “remiu”.