As Boas Novas Segundo Mateus 19:1-30

19  Quando Jesus terminou de falar essas coisas, partiu da Galileia e foi para as fronteiras* da Judeia, do outro lado do Jordão.+  Também, grandes multidões o seguiram, e ele as curou ali.  Alguns fariseus se aproximaram dele, querendo pô-lo à prova, e perguntaram: “É permitido que um homem se divorcie da sua esposa por qualquer motivo?”+  Ele respondeu: “Não leram que aquele que os criou no princípio os fez homem e mulher,+  e disse: ‘Por essa razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se apegará à sua esposa, e os dois serão uma só carne’?+  De modo que não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus pôs sob o mesmo jugo, o homem não deve separar.”+  Perguntaram-lhe: “Então, por que Moisés mandou que o homem desse a ela um certificado de divórcio e a mandasse embora?”+  Ele lhes disse: “Foi por causa da dureza do coração de vocês que Moisés lhes fez a concessão de se divorciarem de suas esposas,+ mas não era assim no princípio.+  Eu lhes digo que quem se divorcia da sua esposa, a não ser por causa de imoralidade sexual, e se casa com outra, comete adultério.”+ 10  Os discípulos lhe disseram: “Se essa é a situação entre o homem e sua esposa, não é aconselhável se casar.” 11  Ele lhes disse: “Nem todos os homens dão lugar a essas palavras, mas somente os que têm o dom.+ 12  Pois há eunucos que nasceram assim, há eunucos que foram feitos eunucos pelos homens e há eunucos que se fizeram eunucos por causa do Reino dos céus. Dê lugar a isso aquele que pode dar lugar a isso.”+ 13  Então alguns trouxeram a ele criancinhas, para que pusesse as mãos sobre elas e proferisse uma oração, mas os discípulos os repreenderam.+ 14  Jesus, porém, disse: “Deixem as criancinhas e não tentem impedi-las de vir a mim, pois o Reino dos céus pertence aos que são como elas.”+ 15  Ele pôs as mãos sobre elas e partiu dali. 16  Então alguém se aproximou dele e perguntou: “Instrutor, o que devo fazer de bom para ganhar a vida eterna?”+ 17  Ele lhe disse: “Por que você me pergunta sobre o que é bom? Bom só existe um.+ Porém, se você quer entrar na vida, obedeça sempre aos mandamentos.”+ 18  Ele lhe perguntou: “Quais?” Jesus disse: “Não assassine;+ não cometa adultério;+ não furte;+ não dê falso testemunho;+ 19  honre seu pai e sua mãe;+ e ame o seu próximo como a si mesmo.”+ 20  O jovem lhe disse: “Tenho cumprido todos esses. O que me falta ainda?” 21  Jesus lhe disse: “Se você quer ser perfeito, vá vender seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu;+ e venha ser meu seguidor.”+ 22  Quando o jovem ouviu isso, foi embora triste, porque tinha muitas posses.+ 23  Jesus disse então aos seus discípulos: “Eu lhes digo a verdade: Será difícil para um rico entrar no Reino dos céus.+ 24  Eu lhes digo ainda: É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus.”+ 25  Quando os discípulos ouviram isso, ficaram muito espantados e disseram: “Quem realmente pode ser salvo?”+ 26  Jesus olhou fixamente para eles e lhes disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus todas as coisas são possíveis.”+ 27  Pedro respondeu: “Veja, deixamos tudo e seguimos o senhor. O que haverá então para nós?”+ 28  Jesus lhes disse: “Eu lhes garanto: Na recriação, quando o Filho do Homem se sentar no seu trono glorioso, vocês que me seguiram se sentarão em 12 tronos e julgarão as 12 tribos de Israel.+ 29  E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou terras, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e herdará a vida eterna.+ 30  “Mas muitos que são primeiros serão últimos; e os últimos, primeiros.+

Notas de rodapé

Ou: “limites; regiões”.

Notas de estudo

as fronteiras da Judeia, do outro lado do Jordão: Pelo visto se refere à Pereia, uma região que ficava ao leste do rio Jordão, especialmente à parte da Pereia que fazia fronteira com a Judeia. Jesus saiu da Galileia naquela ocasião e só voltou lá depois de ser ressuscitado. — Veja o Mapa 5 no Apêndice A7-F.

se apegará à: O verbo grego usado aqui, kolláo, significa literalmente “colar; grudar; unir firmemente”. Aqui, ele é usado em sentido figurado e indica que a ligação entre marido e esposa deve ser tão forte como uma cola.

uma só carne: Essa expressão grega é uma tradução literal da expressão hebraica que aparece em Gên 2:24. Ela também pode ser traduzida como “um só corpo” ou “uma só pessoa”, e descreve o vínculo mais forte que pode existir entre dois humanos. ‘Tornar-se uma só carne’ não se refere apenas às relações sexuais, mas também à união que deve existir entre marido e esposa em todos os sentidos. Essa união transforma duas pessoas em companheiros fiéis e inseparáveis. Não é possível romper esse tipo de vínculo sem que as duas partes sofram algum dano.

certificado de divórcio: A Lei mosaica não incentivava o divórcio. Se um homem quisesse se divorciar de sua esposa, ele precisaria conseguir um certificado. Para isso, ele provavelmente teria que procurar os homens que tinham autoridade para cuidar desse tipo de assunto, e eles poderiam incentivar o casal a se reconciliar. Esse procedimento impedia uma decisão apressada e também protegia as mulheres. — De 24:1.

certificado de divórcio: Se um homem quisesse se divorciar, a Lei exigia que ele preparasse um documento jurídico. Para isso, ele provavelmente teria que procurar os anciãos da cidade. Assim, o homem teria tempo de voltar atrás nesse assunto tão sério. Pelo visto, o objetivo dessa lei era impedir um divórcio precipitado e dar proteção jurídica às mulheres. (De 24:1) Mas, na época de Jesus, os líderes religiosos tinham tornado fácil conseguir o divórcio. O historiador Josefo, que viveu no século 1 d.C. e era um fariseu divorciado, mencionou que o divórcio era permitido “por qualquer motivo (e os homens encontram muitos motivos para isso)”. — Veja a nota de estudo em Mt 5:31.

se uma mulher, depois de se divorciar do seu marido: Ao dizer isso, Jesus reconheceu o direito de a mulher se divorciar do marido se ele fosse infiel. Pelo que parece, os judeus daquela época não reconheciam que as mulheres tinham esse direito. Mas Jesus deixou claro que, entre os cristãos, as mesmas normas se aplicariam a homens e mulheres.

imoralidade sexual: Tradução do grego porneía, um termo genérico para descrever todas as formas de relações sexuais que Deus proíbe. Inclui adultério, prostituição, sexo entre pessoas não casadas, entre pessoas do mesmo sexo e entre humanos e animais. — Veja o Glossário.

quem se divorcia da sua esposa: Veja a nota de estudo em Mr 10:12.

imoralidade sexual: Em grego, porneía. Veja a nota de estudo em Mt 5:32 e o Glossário.

adultério: Veja o Glossário.

eunucos: Literalmente, significa homens castrados. Neste versículo, a palavra é usada tanto em sentido literal como em sentido figurado. — Veja o Glossário, “Eunuco”.

se fizeram eunucos: Ou: “escolheram viver como eunucos”. Aqui, a palavra “eunucos” não se refere a homens que castraram a si mesmos ou que foram castrados por outros. Neste caso, se refere a homens que decidiram continuar solteiros. — Veja o Glossário, “Eunuco”.

Bom só existe um: Ou seja, só Deus é bom. Jesus destacou aqui que Jeová é o padrão mais elevado do que é ser bom. Deus nos ensina o que é bom por meio da sua Palavra, a Bíblia. — Mr 10:18; Lu 18:19.

próximo: A palavra grega traduzida aqui como “próximo” pode se referir a uma pessoa que mora perto, mas também pode se referir a qualquer pessoa com quem se tem algum tipo de contato. — Lu 10:29-37; Ro 13:8-10; veja a nota de estudo em Mt 5:43.

próximo: Veja a nota de estudo em Mt 22:39.

perfeitos: A palavra grega usada aqui pode significar “completos” ou “maduros”. Também pode transmitir a ideia de que algo é “sem defeito” de acordo com os padrões estabelecidos por alguma autoridade. Somente Jeová é absolutamente perfeito. Assim, quando a palavra “perfeito” é usada para se referir a humanos, isso quer dizer que eles são perfeitos, ou completos, apenas em certos sentidos. Neste contexto, ser perfeito significa ter um amor perfeito, ou completo, por Jeová e por outros humanos. É algo que mesmo uma pessoa imperfeita pode ter.

Jesus lhe disse: Jesus notou que o jovem estava sendo sincero e, de acordo com Mr 10:21, Jesus ‘sentiu amor’ por ele. Mas Jesus talvez tenha percebido que o jovem precisava ser mais abnegado para se tornar seu discípulo e lhe disse: vá vender seus bens e dê o dinheiro aos pobres. Antes disso, Pedro e outros já tinham deixado para trás tudo o que tinham para seguir Jesus, mas o jovem não teve coragem de fazer o mesmo. — Mt 4:20, 22; Lu 18:23, 28.

perfeito: A palavra grega usada aqui pode transmitir a ideia de que algo é “completo” ou “sem defeito” de acordo com os padrões estabelecidos por alguma autoridade. (Veja a nota de estudo em Mt 5:48.) No caso do jovem rico, ele não conseguia ser perfeito, ou completo, em seu serviço a Deus por causa do amor que tinha por seus bens materiais. — Lu 8:14.

Eu lhes garanto: Ou: “Digo a vocês a verdade.” Em grego, essa frase inclui a palavra amén. Ela é uma transliteração da palavra hebraica ʼamén, que significa “assim seja” ou “com certeza”. Jesus muitas vezes usava essa palavra antes de fazer uma declaração importante, promessa ou profecia. Era um modo de enfatizar que suas palavras iam se cumprir com certeza e que seus ouvintes podiam confiar nelas. Alguns estudiosos afirmam que não há ninguém que use a palavra amén do mesmo modo que Jesus, nem na Bíblia nem em outros livros sagrados. Nas vezes em que a palavra aparece repetida (amén amén), como acontece várias vezes no Evangelho de João, a expressão é traduzida como “com toda a certeza”. — Veja a nota de estudo em Jo 1:51.

Eu lhes digo a verdade: Veja a nota de estudo em Mt 5:18.

mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha: Jesus usou uma hipérbole para ensinar uma lição importante. Assim como é impossível que um camelo passe pelo buraco de uma agulha, é impossível que uma pessoa que ama mais as riquezas do que a Jeová entre no Reino. Mas Jesus não quis dizer que nenhuma pessoa rica poderia entrar no Reino, pois ele disse: “Para Deus todas as coisas são possíveis.” — Mt 19:26.

Filho do Homem: Ou: “Filho de um Humano”. Essa expressão aparece umas 80 vezes nos Evangelhos, e Jesus a usava para se referir a ele mesmo. Pelo visto, ele queria destacar que era realmente um humano, nascido de uma mulher, e que era um equivalente perfeito de Adão. Assim, ele poderia dar a sua vida para livrar a humanidade do pecado e da morte. (Ro 5:12, 14, 15) A expressão também mostrava que Jesus era o Messias, ou o Cristo. — Da 7:13, 14; veja o Glossário.

recriação: Ou: “regeneração; renovação”. A palavra grega palingenesía é formada pelas palavras pálin, que significa “novamente; de novo; mais uma vez”, e génesis, que significa “nascimento; origem”. Um antigo escritor judeu chamado Fílon usou essa palavra para se referir à renovação do mundo depois do Dilúvio. O historiador judeu Josefo também usou essa palavra para se referir ao restabelecimento da nação de Israel depois do exílio em Babilônia. Aqui no relato de Mateus, a “recriação” se refere ao período em que Cristo e seus irmãos ungidos governarão a Terra. Nessa época, a Terra terá um novo começo: ela voltará a ter as mesmas condições perfeitas que existiam antes de Adão e Eva pecarem.

Filho do Homem: Veja a nota de estudo em Mt 8:20.

julgarão: Este e outros textos bíblicos indicam que os irmãos ungidos de Cristo não vão apenas reinar, mas também julgar as pessoas junto com ele. (1Co 6:2; Ap 20:4) Há outros casos em que a Bíblia diz que governantes julgaram e que juízes governaram, mostrando que a palavra “julgar” pode ter o sentido mais amplo de “reinar” ou “governar”. — Jz 2:18; 10:2; Ob 21.

herdem: O verbo grego usado aqui tem o sentido básico de receber algo por direito, geralmente por parentesco, como por exemplo, um filho que recebe uma herança de seu pai. (Gál 4:30) Mas aqui, e na maioria das vezes em que esse verbo aparece nas Escrituras Gregas Cristãs, ele tem um sentido mais amplo: refere-se a ganhar uma recompensa de Deus. — Mt 19:29; 1Co 6:9.

cem vezes: Alguns poucos manuscritos dizem “muitas vezes”, mas a opção “cem vezes” aparece em um número maior de manuscritos mais antigos. Por isso, esta revisão da Tradução do Novo Mundo usa a opção “cem vezes”. — Compare com Mr 10:30; Lu 18:30.

herdará: Veja a nota de estudo em Mt 25:34.

Mídia

Pereia — Região ao leste do Jordão
Pereia — Região ao leste do Jordão

Esta foto mostra parte da região conhecida como Pereia, que ficava ao leste do rio Jordão. Ela se estendia do leste do Mar Morto (limite sul) até perto da cidade de Pela (limite norte). O nome “Pereia” não aparece na Bíblia. Ele vem de uma palavra grega que significa “do outro lado; além”. Essa palavra grega é usada com frequência na Bíblia e algumas vezes se refere à região da Pereia. (Mt 4:25; Mr 3:8) As pessoas às vezes passavam pela Pereia quando viajavam da Galileia para Jerusalém. Perto do fim de seu ministério, Jesus ficou algum tempo ensinando na Pereia. (Lu 13:22) Mais tarde, Jesus passou novamente pela Pereia a caminho de Jerusalém. — Mt 19:1; 20:17-19; Mr 10:1, 32, 46.

(1) Rio Jordão

(2) Planícies ao leste do rio Jordão

(3) Montanhas de Gileade

Certificado de divórcio
Certificado de divórcio

O certificado de divórcio mostrado aqui, datado de 71 ou 72 d.C., foi escrito em aramaico. Ele foi encontrado no lado norte do uádi Murabbaat, um leito seco de rio no deserto da Judeia. Esse certificado menciona que, no sexto ano da revolta dos judeus, um morador da cidade de Massada chamado José, filho de Naqsan, se divorciou de Miriã, filha de Jonatã.

Camelo
Camelo

Na época de Jesus, o camelo era o maior animal domesticado da região. Acredita-se que o camelo mencionado na Bíblia seja o camelo-árabe, ou dromedário (Camelus dromedarius), que só tem uma corcova. A Bíblia menciona o camelo pela primeira vez quando relata que Abraão morou por um tempo no Egito. Ali ele comprou vários desses animais de carga. — Gên 12:16.