Números 23:1-30

23  Então Balaão disse a Balaque: “Construa aqui sete altares+ e prepare sete novilhos e sete carneiros para mim.”  Balaque fez imediatamente como Balaão havia falado. Balaque e Balaão ofereceram em cada altar um novilho e um carneiro.+  Balaão disse então a Balaque: “Fique aqui junto à sua oferta queimada enquanto eu vou até ali. Talvez Jeová entre em contato comigo. Contarei a você tudo o que ele me revelar.” Assim, ele foi a uma colina sem árvores.  Então Deus entrou em contato com Balaão,+ que lhe disse: “Preparei* os sete altares e ofereci em cada altar um novilho e um carneiro.”  Jeová pôs as seguintes palavras na boca de Balaão:+ “Volte a Balaque, e isto é o que você deve dizer.”  De modo que ele voltou e viu Balaque e todos os príncipes de Moabe de pé junto à sua oferta queimada.  Proferiu então a seguinte expressão proverbial:+ “Balaque, rei de Moabe, me trouxe desde Arã,+Desde as montanhas do Oriente: ‘Venha e amaldiçoe Jacó para mim. Sim, venha para condenar Israel.’+   Como eu poderia amaldiçoar aqueles a quem Deus não amaldiçoou? E como eu poderia condenar aqueles a quem Jeová não condenou?+   Vejo-os do cume das rochas,E vejo-os das colinas. São um povo que reside ali sozinho;+Não se incluem entre as nações.+ 10  Quem pode contar as partículas de pó de Jacó+Ou mesmo a quarta parte de Israel? Que eu* morra a morte dos justos,E que o meu fim seja igual ao deles.” 11  Então Balaque disse a Balaão: “O que você me fez? Eu o trouxe para amaldiçoar os meus inimigos, mas você só os abençoou.”+ 12  Ele respondeu: “Será que não devo falar tudo o que Jeová põe na minha boca?”+ 13  Balaque lhe disse: “Por favor, venha comigo a outro lugar de onde poderá vê-los. Você verá apenas uma parte deles, não verá todos eles. Amaldiçoe-os dali para mim.”+ 14  Assim, Balaque o levou ao campo de Zofim, no alto do Pisga,+ construiu sete altares e ofereceu em cada altar um novilho e um carneiro.+ 15  Balaão disse então a Balaque: “Fique aqui junto à sua oferta queimada, enquanto eu entro em contato ali com Ele.” 16  E Jeová entrou em contato com Balaão e pôs a seguinte palavra na sua boca:+ “Volte a Balaque, e isto é o que você deve dizer.” 17  Assim, foi até ele e o viu esperando junto à sua oferta queimada, e os príncipes de Moabe estavam com ele. Balaque lhe perguntou: “O que foi que Jeová disse?” 18  Em resposta ele proferiu a seguinte expressão proverbial:+ “Prepare-se, Balaque, e escute. Ouça-me, ó filho de Zipor. 19  Deus não é um homem para mentir,+Nem um filho de homem para mudar de ideia.*+ Quando ele diz algo, será que não faz? Quando ele fala, será que não cumpre?+ 20  Veja! Fui trazido para abençoar;Ele abençoou,+ e eu não posso mudar isso.+ 21  Ele não tolera nenhum poder mágico contra Jacó,Nem permite qualquer desgraça contra Israel. Jeová, seu Deus, está com eles,+E é aclamado como rei entre eles. 22  Deus os está trazendo do Egito.+ Ele é como os chifres de um touro selvagem para eles.+ 23  Pois contra Jacó não há maus presságios,*+Nem adivinhação contra Israel.+ Agora se pode dizer a respeito de Jacó e Israel: ‘Vejam o que Deus fez!’ 24  Este é um povo que se levantará como um leão,E como o leão se erguerá.+ Não se deitará antes de comer uma presaE de beber o sangue dos que foram mortos.” 25  Então Balaque disse a Balaão: “Se você não pode amaldiçoá-lo, então também não deve abençoá-lo.” 26  Balaão respondeu a Balaque: “Eu não lhe disse que faria tudo o que Jeová dissesse?”+ 27  Balaque disse a Balaão: “Por favor, venha e deixe-me levá-lo a ainda outro lugar. Talvez seja correto aos olhos do verdadeiro Deus que você o amaldiçoe dali para mim.”+ 28  Assim, Balaque levou Balaão ao cume de Peor, de onde se avista Jesimom.*+ 29  Balaão disse então a Balaque: “Construa aqui sete altares e prepare sete novilhos e sete carneiros para mim.”+ 30  De modo que Balaque fez exatamente como Balaão tinha falado e ofereceu em cada altar um novilho e um carneiro.

Notas de rodapé

Ou: “Enfileirei”.
Ou: “minha alma”.
Ou: “lamentar”.
Ou: “sinais”.
Ou, possivelmente: “o deserto”.

Notas de estudo

Mídia