Juízes 2:1-23

2  O anjo de Jeová+ subiu então de Gilgal+ a Boquim e disse: “Tirei vocês do Egito e os trouxe à terra a respeito da qual jurei aos seus antepassados.+ Eu também disse: ‘Nunca romperei meu pacto com vocês.+  Vocês, da sua parte, não devem fazer nenhum pacto com os habitantes desta terra,+ e devem demolir os altares deles.’+ Mas vocês não obedeceram à minha voz.+ Por que agiram assim?  Foi por isso que eu também disse: ‘Não os expulsarei de diante de vocês;+ eles se tornarão um laço para vocês,+ e os deuses deles os seduzirão.’”+  Quando o anjo de Jeová disse essas palavras a todos os israelitas, o povo começou a chorar alto.  Por isso, deram ao lugar o nome de Boquim,* e ofereceram ali sacrifícios a Jeová.  Quando Josué dispensou o povo, os israelitas foram cada um para a sua herança, a fim de tomar posse da terra.+  O povo continuou servindo a Jeová durante todos os dias de Josué e durante todos os dias dos anciãos que continuaram vivos depois de Josué e que tinham visto todos os grandes atos de Jeová a favor de Israel.+  Então Josué, filho de Num, o servo de Jeová, morreu com 110 anos de idade.+  Assim, eles o enterraram no território da sua herança, em Timnate-Heres,+ na região montanhosa de Efraim, ao norte do monte Gaás.+ 10  Toda aquela geração foi reunida aos seus antepassados,* e depois dela surgiu outra geração que não conhecia a Jeová nem o que ele tinha feito por Israel. 11  Então os israelitas fizeram o que era mau aos olhos de Jeová e serviram aos* baalins.+ 12  Abandonaram a Jeová, o Deus dos seus pais, que os havia tirado da terra do Egito.+ E seguiram outros deuses, os deuses dos povos ao redor deles;+ eles se curvaram diante deles e ofenderam a Jeová.+ 13  Abandonaram a Jeová e serviram a Baal e às imagens de Astorete.+ 14  Em vista disso, a ira de Jeová se acendeu contra Israel, de modo que ele os entregou aos saqueadores,+ que os despojaram. Ele os entregou* nas mãos dos inimigos ao redor deles,+ e eles não puderam mais resistir aos seus inimigos.+ 15  Aonde quer que fossem, a mão de Jeová estava contra eles, trazendo-lhes calamidades,+ assim como Jeová havia dito e assim como Jeová lhes havia jurado;+ e eles ficavam em grande aflição.+ 16  Portanto, Jeová fez surgir juízes, que os salvavam das mãos dos seus saqueadores.+ 17  Mas eles se recusaram a escutar até mesmo os juízes; prostituíam-se com outros deuses e curvavam-se diante deles. Desviaram-se depressa do caminho seguido pelos seus antepassados, que haviam obedecido aos mandamentos de Jeová.+ Eles não agiram da mesma forma. 18  Sempre que Jeová fazia surgir um juiz para eles,+ Jeová estava com o juiz e os salvava das mãos dos seus inimigos, durante todos os dias do juiz; pois Jeová se compadecia+ dos* seus gemidos, causados pelos que os oprimiam+ e pelos que os tratavam de modo cruel. 19  Mas, quando o juiz morria, eles voltavam a se corromper ainda mais do que seus pais, seguindo outros deuses, servindo-os e curvando-se diante deles.+ Não abandonavam as suas práticas, nem o seu proceder obstinado. 20  Por fim, a ira de Jeová se acendeu contra Israel,+ e ele disse: “Visto que esta nação violou o meu pacto,+ que fiz com os seus antepassados, e me desobedeceu,+ 21  eu, da minha parte, não expulsarei de diante deles nem mesmo uma das nações que Josué deixou quando morreu.+ 22  Isso é para provar se Israel guardará o caminho de Jeová,+ andando nele assim como seus antepassados fizeram.” 23  Por isso, Jeová permitiu que essas nações permanecessem. Ele não as expulsou imediatamente nem as entregou nas mãos de Josué.

Notas de rodapé

Que significa “chorões”.
Expressão poética que se refere à morte.
Ou: “adoraram os”.
Lit.: “vendeu”.
Ou: “Jeová lamentava os”.

Notas de estudo

Mídia