O segundo de Samuel 5:1-25

5  Com o tempo, todas as tribos de Israel foram a Davi, em Hebrom,+ e disseram: “Somos do mesmo sangue.*+  No passado, quando Saul era o nosso rei, o senhor era quem liderava Israel nas suas campanhas militares.*+ E Jeová lhe disse: ‘Você pastoreará o meu povo Israel e se tornará líder de Israel.’”+  Assim, todos os anciãos de Israel foram até o rei Davi em Hebrom, e o rei Davi fez um pacto com eles+ em Hebrom, perante Jeová. Depois eles ungiram Davi rei sobre Israel.+  Davi tinha 30 anos de idade quando se tornou rei e reinou por 40 anos.+  Em Hebrom ele reinou sobre Judá por sete anos e seis meses, e em Jerusalém+ reinou por 33 anos sobre todo o Israel e Judá.  E o rei e seus homens foram a Jerusalém para lutar contra os jebuseus+ que moravam naquela região. Eles zombaram de Davi: “Você nunca entrará aqui! Até os cegos e os mancos vão expulsá-lo.” Eles pensavam: ‘Davi nunca entrará aqui.’+  No entanto, Davi tomou a fortaleza de Sião, que hoje é a Cidade de Davi.+  Davi disse naquele dia: “Os que atacam os jebuseus devem ir pelo túnel de água para golpear esses ‘cegos e mancos’, que Davi* odeia!” É por isso que se diz: “Os cegos e os mancos nunca entrarão nesta casa.”  Então Davi passou a morar na fortaleza, que recebeu o nome* de Cidade de Davi. E Davi fez construções em todo o redor, do Aterro*+ para dentro.+ 10  Assim, Davi foi ficando cada vez mais poderoso,+ e Jeová, o Deus dos exércitos, estava com ele.+ 11  Hirão,+ rei de Tiro, enviou mensageiros a Davi. Ele mandou também madeiras de cedro,+ carpinteiros e pedreiros para erguer os muros, e eles construíram uma casa* para Davi.+ 12  E Davi percebeu que Jeová o havia estabelecido firmemente como rei sobre Israel+ e que havia exaltado seu reino+ por causa do Seu povo Israel.+ 13  Depois de ter mudado de Hebrom, Davi tomou mais concubinas+ e esposas em Jerusalém; e Davi teve mais filhos e filhas.+ 14  Estes são os nomes dos filhos dele que nasceram em Jerusalém: Samua, Sobabe, Natã,+ Salomão,+ 15  Ibar, Elisua, Nefegue, Jafia, 16  Elisama, Eliada e Elifelete. 17  Quando os filisteus ficaram sabendo que Davi tinha sido ungido rei sobre Israel,+ todos eles foram à procura de Davi.+ Ao saber disso, Davi foi para o refúgio.+ 18  Então os filisteus vieram e se espalharam pelo vale* de Refaim.+ 19  Davi consultou a Jeová:+ “Devo ir contra os filisteus? Tu os entregarás nas minhas mãos?” Jeová respondeu a Davi: “Vá, porque certamente entregarei os filisteus nas suas mãos.”+ 20  Portanto, Davi foi a Baal-Perazim e os golpeou ali. Por isso Davi disse: “Jeová rompeu as fileiras dos meus inimigos diante de mim,+ como águas que abrem uma brecha.” É por isso que chamou aquele lugar de Baal-Perazim.*+ 21  Os filisteus abandonaram ali os seus ídolos, e Davi e seus homens os levaram embora. 22  Mais tarde, os filisteus vieram novamente e se espalharam pelo vale* de Refaim.+ 23  Davi consultou a Jeová, que disse: “Não os ataque pela frente. Dê a volta por trás deles e ataque-os em frente aos balsameiros. 24  Quando você ouvir o som de marcha nas copas dos balsameiros, aja com determinação, pois Jeová terá ido à sua frente para golpear o exército dos filisteus.” 25  Portanto, Davi fez exatamente como Jeová lhe ordenou, e ele golpeou os filisteus+ desde Geba+ até Gezer.+

Notas de rodapé

Lit.: “seu osso e sua carne”.
Lit.: “era aquele que fazia sair e aquele que fazia entrar Israel”.
Ou: “que a alma de Davi”.
Ou, possivelmente: “e ele a chamou”.
Ou: “de Milo”. Termo hebraico que significa “encher”.
Ou: “um palácio”.
Ou: “pela baixada”.
Que significa “senhor das brechas”.
Ou: “pela baixada”.

Notas de estudo

Mídia