O segundo de Samuel 15:1-37

15  Depois disso, Absalão providenciou um carro com cavalos, e 50 homens para correr na sua frente.+  Absalão se levantava cedo e ficava ao lado da estrada que dá para o portão da cidade.+ Sempre que alguém tinha uma causa para apresentar ao rei para julgamento,+ Absalão o chamava e perguntava: “De que cidade você é?” Ele respondia: “Seu servo é de uma das tribos de Israel.”  Absalão lhe dizia: “Olhe, sua solicitação é justa e legítima, mas não há ninguém da parte do rei para ouvir a sua causa.”  Absalão dizia: “Quem me dera ser designado juiz no país! Então todo aquele que tivesse uma causa ou uma questão judicial poderia vir a mim, e eu cuidaria que ele obtivesse justiça.”  E, quando alguém se aproximava para se curvar diante dele, Absalão estendia a mão, segurava-o e beijava-o.+  Absalão fazia isso com todos os israelitas que vinham até o rei para pedir justiça; assim Absalão conquistava a lealdade* dos homens de Israel.+  Ao fim de quatro anos,* Absalão disse ao rei: “Por favor, deixe-me ir a Hebrom+ cumprir o voto que fiz a Jeová.  Pois seu servo fez o seguinte voto solene+ quando morava em Gesur,+ na Síria: ‘Se Jeová me levar de volta a Jerusalém, eu apresentarei uma oferta* a Jeová.’”  O rei lhe disse então: “Vá em paz.” Assim, ele saiu e foi a Hebrom. 10  Então Absalão enviou espiões a todas as tribos de Israel para dizer: “Assim que vocês ouvirem o som da buzina, anunciem: ‘Absalão se tornou rei em Hebrom!’”+ 11  E 200 homens de Jerusalém haviam ido para lá com Absalão. Eles tinham sido convidados e foram sem suspeitar de nada, sem saber o que estava acontecendo. 12  Além disso, quando ofereceu os sacrifícios, Absalão mandou buscar Aitofel,+ o gilonita, conselheiro de Davi,+ da sua cidade, Gilo.+ A conspiração foi ganhando força, e o número dos que apoiavam Absalão continuou aumentando.+ 13  Então alguém informou Davi: “Os homens de Israel passaram para o lado de Absalão.” 14  Imediatamente Davi disse a todos os seus servos que estavam com ele em Jerusalém: “Vamos fugir,+ pois nenhum de nós escapará de Absalão! Apressem-se, senão ele logo nos alcançará e nos trará calamidade, golpeando a cidade com a espada!”+ 15  Os servos do rei disseram: “O que for que o senhor decidir, ó rei, seus servos estão dispostos a fazer.”+ 16  Portanto, o rei saiu acompanhado de todos os da sua casa, mas deixou dez concubinas+ para tomarem conta da casa.* 17  O rei partiu com todo o povo atrás dele, e pararam em Bete-Meraque. 18  Todos os servos que partiram com ele* e todos os queretitas, os peletitas+ e os geteus,+ 600 homens que o tinham seguido desde Gate,+ iam passando enquanto o rei os inspecionava.* 19  O rei disse então a Itai,+ o geteu: “Por que você também está indo conosco? Volte e fique com o novo rei, pois você é estrangeiro, um exilado da sua terra. 20  Você chegou ontem. Será que hoje eu deveria fazê-lo vaguear conosco, indo quando eu tiver de ir e para onde eu tiver de ir? Volte e leve seus irmãos com você, e que Jeová lhe demonstre amor leal e fidelidade!”+ 21  Mas Itai disse ao rei: “Tão certo como Jeová vive, e tão certo como o meu senhor, o rei, vive, não importa onde o senhor estiver, ali estará o seu servo, quer para morrer quer para viver!”+ 22  Em vista disso, Davi disse a Itai:+ “Então vá, atravesse.” Assim, Itai, o geteu, atravessou o vale com todos os homens e as crianças que estavam com ele. 23  Todos os que moravam na região choravam alto, enquanto todo esse povo fazia a travessia; e o rei estava parado junto ao vale do Cédron.+ Todo o povo atravessava em direção à estrada que dá para o deserto. 24  Zadoque+ também estava ali com todos os levitas,+ levando a Arca+ do Pacto do verdadeiro Deus,+ e eles colocaram a Arca do verdadeiro Deus no chão. E Abiatar+ chegou enquanto todo o povo saía da cidade e atravessava o vale. 25  Mas o rei disse a Zadoque: “Leve a Arca do verdadeiro Deus de volta à cidade.+ Se eu achar favor aos olhos de Jeová, ele me trará de volta e me deixará ver a Arca e o lugar onde ela fica.+ 26  Mas, se ele disser: ‘Não me agrado mais de você’, então que ele faça comigo o que for bom aos seus olhos.” 27  O rei disse a Zadoque, o sacerdote: “Você não é vidente?+ Volte em paz à cidade. Levem com vocês seus filhos: Aimaás, seu filho, e Jonatã,+ filho de Abiatar. 28  Ficarei esperando nos pontos de travessia junto ao deserto, até que vocês me mandem informações.”+ 29  Portanto, Zadoque e Abiatar levaram a Arca do verdadeiro Deus de volta a Jerusalém e permaneceram ali. 30  E Davi subia o monte* das Oliveiras,+ chorando enquanto caminhava; ele estava descalço e com a cabeça coberta. Todos os que estavam com ele também cobriram a cabeça e subiam o monte chorando. 31  Disseram então a Davi: “Aitofel está entre os que conspiram+ com Absalão.”+ Davi disse: “Por favor, ó Jeová,+ transforma em tolice o conselho de Aitofel!”+ 32  Quando Davi chegou ao cume do monte, onde o povo costumava adorar a* Deus, Husai,+ o arquita,+ estava ali esperando por ele, com sua veste comprida rasgada e com terra na cabeça. 33  No entanto, Davi lhe disse: “Se você for comigo, será um peso para mim. 34  Mas, se você voltar à cidade e disser a Absalão: ‘Sou seu servo, ó rei. Fui servo do seu pai no passado, mas agora sou seu servo’,+ então você poderá frustrar para mim o conselho de Aitofel.+ 35  Os sacerdotes Zadoque e Abiatar estarão lá com você. Conte a Zadoque e a Abiatar tudo o que você ouvir na casa do rei.+ 36  Eles e seus dois filhos, Aimaás,+ filho de Zadoque, e Jonatã,+ filho de Abiatar, estão lá. Por meio deles, mandem-me informações sobre tudo o que vocês ouvirem.” 37  Assim Husai, amigo* de Davi,+ chegou a Jerusalém quando Absalão estava entrando na cidade.

Notas de rodapé

Ou: “furtava o coração”.
Ou, possivelmente: “quarenta anos”.
Ou: “adorarei”. Lit.: “prestarei serviço”.
Ou: “do palácio”.
Ou: “atravessaram ao seu lado”.
Ou: “iam atravessando diante da face do rei”.
Ou: “a subida”.
Ou: “se curvar diante de”.
Ou: “confidente”.

Notas de estudo

Mídia