O Segundo das Crônicas 30:1-27

30  Ezequias enviou uma mensagem a todo o Israel+ e Judá, e até mesmo escreveu cartas a Efraim e a Manassés,+ para que viessem à casa de Jeová em Jerusalém, a fim de celebrar a Páscoa para Jeová, o Deus de Israel.+  O rei, seus príncipes e toda a congregação em Jerusalém decidiram celebrar a Páscoa no segundo mês,+  pois não a puderam celebrar na época costumeira,+ porque não havia um número suficiente de sacerdotes santificados,+ e o povo não tinha se reunido em Jerusalém.  A decisão pareceu certa aos olhos do rei e de toda a congregação.  Assim, resolveram fazer um anúncio em todo o Israel, de Berseba a Dã,+ para que o povo viesse e celebrasse a Páscoa para Jeová, o Deus de Israel, em Jerusalém, pois, como grupo, não a tinham celebrado conforme está escrito.+  Então os mensageiros* com as cartas do rei e dos seus príncipes percorreram todo o Israel e Judá, conforme o rei tinha ordenado, dizendo: “Povo de Israel, voltem para Jeová, o Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, para que ele volte para o restante que escapou das mãos do rei da Assíria.+  Não sejam iguais aos seus antepassados e aos seus irmãos que foram infiéis a Jeová, o Deus dos antepassados deles, de modo que lhes causou a ruína,* assim como vocês estão vendo.+  Agora, não sejam obstinados como os seus antepassados.+ Sujeitem-se a Jeová e venham ao seu santuário,+ que ele santificou para sempre, e sirvam a Jeová, seu Deus, para que a Sua ira ardente se afaste de vocês.+  Pois, se vocês voltarem para Jeová, seus irmãos e seus filhos serão tratados com misericórdia pelos captores+ e terão permissão de voltar para esta terra,+ porque Jeová, seu Deus, é compassivo* e misericordioso,+ e não desviará de vocês a sua face se voltarem para ele.”+ 10  Assim, os mensageiros* foram de cidade em cidade através da terra de Efraim e de Manassés,+ e foram até mesmo a Zebulão, mas as pessoas riam e zombavam deles.+ 11  Contudo, algumas pessoas de Aser, de Manassés e de Zebulão se humilharam e vieram a Jerusalém.+ 12  A mão do verdadeiro Deus também estava em Judá a fim de uni-los* para cumprir o que o rei e os príncipes tinham ordenado, conforme a palavra de Jeová. 13  No segundo mês,+ uma multidão se reuniu em Jerusalém para celebrar a Festividade dos Pães sem Fermento;+ era uma congregação muito grande. 14  Eles começaram a remover os altares que havia em Jerusalém,+ e removeram todos os altares de incenso+ e os jogaram no vale do Cédron. 15  Então abateram o sacrifício pascoal no dia 14 do segundo mês. Os sacerdotes e os levitas ficaram envergonhados, de modo que se santificaram e trouxeram ofertas queimadas à casa de Jeová. 16  Eles assumiram os postos em que costumavam servir, conforme a Lei de Moisés, o homem do verdadeiro Deus. Então os sacerdotes aspergiram o sangue+ que receberam dos levitas. 17  Havia muitos na congregação que não tinham se santificado, e os levitas estavam encarregados do abate dos sacrifícios pascoais para todos os que não estavam puros,+ a fim de santificá-los para Jeová. 18  Pois um grande número de pessoas, principalmente de Efraim, de Manassés,+ de Issacar e de Zebulão, não tinham se purificado, mas ainda assim comeram a Páscoa, contrariando o que está escrito. Mas Ezequias orou por eles, dizendo: “Que Jeová, que é bom,+ faça uma concessão a 19  todos os que prepararam seu coração para buscar o verdadeiro Deus,+ Jeová, o Deus dos seus antepassados, embora não tenham se purificado de acordo com o padrão de santidade.”+ 20  Então Jeová escutou Ezequias e perdoou* o povo. 21  Assim, os israelitas que estavam em Jerusalém celebraram a Festividade dos Pães sem Fermento+ por sete dias com muita alegria.+ E os levitas e os sacerdotes louvavam a Jeová todos os dias, tocando alto os seus instrumentos para Jeová.+ 22  Além disso, Ezequias falou de modo encorajador a* todos os levitas que serviam a Jeová com sabedoria.* E comeram durante os sete dias da festividade,+ ofereceram sacrifícios de participação em comum+ e agradeceram a Jeová, o Deus dos seus antepassados. 23  Então toda a congregação decidiu celebrar a festividade por mais sete dias, e assim a celebraram por mais sete dias com alegria.+ 24  Ezequias, rei de Judá, contribuiu com 1.000 novilhos e 7.000 ovelhas para a congregação, e os príncipes contribuíram com 1.000 novilhos e 10.000 ovelhas+ para a congregação; e um grande número de sacerdotes estava se santificando.+ 25  E toda a congregação de Judá, os sacerdotes, os levitas, toda a congregação que tinha vindo de Israel+ e os residentes estrangeiros+ que tinham vindo da terra de Israel e os que moravam em Judá, continuavam a alegrar-se. 26  E houve muita alegria em Jerusalém, pois desde os dias de Salomão, filho de Davi, rei de Israel, não havia acontecido nada igual em Jerusalém.+ 27  Por fim, os sacerdotes levíticos se levantaram e abençoaram o povo;+ Deus ouviu a sua voz, e a oração deles chegou à Sua santa morada, os céus.

Notas de rodapé

Lit.: “corredores”.
Ou: “que fez deles um motivo de terror”.
Ou: “benevolente”.
Lit.: “corredores”.
Lit.: “a fim de dar a eles um só coração”.
Lit.: “curou”.
Lit.: “falou ao coração de”.
Ou: “prudência”.

Notas de estudo

Mídia