O primeiro de Samuel 31:1-13

31  Os filisteus estavam lutando contra Israel.+ Os homens de Israel fugiram dos filisteus, e muitos foram mortos no monte Gilboa.+  Os filisteus perseguiram de perto Saul e seus filhos, e os filisteus mataram Jonatã,+ Abinadabe e Malquisua, filhos de Saul.+  A luta ficou intensa contra Saul; os arqueiros o encontraram, e ele foi ferido gravemente pelos arqueiros.+  Saul disse então ao seu escudeiro: “Puxe a espada e mate-me, para que esses incircuncisos+ não me tratem com crueldade* e me matem.” Mas seu escudeiro não quis fazer isso, porque estava com muito medo. Então Saul pegou a espada e se jogou sobre ela.+  Vendo que Saul estava morto,+ seu escudeiro também se jogou sobre a sua espada e morreu junto com ele.  Assim Saul, seus três filhos, seu escudeiro e todos os seus homens morreram naquele dia.+  Quando os israelitas que estavam na região do vale* e na região do Jordão viram que o exército de Israel tinha fugido e que Saul e seus filhos haviam morrido, abandonaram as cidades e fugiram.+ Depois disso, os filisteus vieram e as ocuparam.  No dia seguinte, quando os filisteus foram recolher o despojo dos cadáveres, encontraram Saul e seus três filhos mortos no monte Gilboa.+  Então deceparam a cabeça de Saul, tiraram a sua armadura e enviaram mensageiros por toda a terra dos filisteus para espalhar a notícia+ nas casas* dos seus ídolos+ e entre o povo. 10  Então puseram a armadura dele na casa de Astorete e penduraram seu cadáver na muralha de Bete-Sã.+ 11  Quando os habitantes de Jabes-Gileade+ ficaram sabendo do que os filisteus tinham feito a Saul, 12  todos os guerreiros viajaram a noite inteira e tiraram os corpos de Saul e dos seus filhos da muralha de Bete-Sã; depois voltaram a Jabes e os queimaram ali. 13  Pegaram então os ossos+ e os enterraram debaixo da tamargueira em Jabes,+ e jejuaram por sete dias.

Notas de rodapé

Ou: “maldade”.
Ou: “da baixada”.
Ou: “nos templos”.

Notas de estudo

Mídia