O primeiro de Samuel 16:1-23

16  Por fim, Jeová disse a Samuel: “Até quando você ficará triste por causa de Saul,+ ao passo que eu o rejeitei como rei de Israel?+ Encha um chifre com óleo+ e vá. Eu o enviarei a Jessé,+ o belemita, porque escolhi um dos filhos dele para ser rei.”+  Mas Samuel disse: “Como posso ir? Quando Saul ficar sabendo disso, ele me matará.”+ Jeová respondeu: “Leve uma novilha com você e diga: ‘Vim para oferecer um sacrifício a Jeová.’  Convide Jessé para o sacrifício, e eu lhe direi o que deve fazer. Você deve ungir para mim aquele que eu indicar.”+  Samuel fez o que Jeová disse. Quando chegou a Belém,+ os anciãos da cidade foram se encontrar com ele, tremendo de medo, e disseram: “A sua visita é de paz?”  Ele respondeu: “É de paz. Vim para oferecer um sacrifício a Jeová. Santifiquem-se e venham comigo ao sacrifício.” Então ele santificou Jessé e seus filhos, e depois os chamou para o sacrifício.  Quando eles entraram e Samuel viu Eliabe,+ ele disse: ‘Com certeza este é o ungido de Jeová.’  Mas Jeová disse a Samuel: “Não olhe para a sua aparência nem para a sua altura,+ pois o rejeitei. Porque Deus não vê como o homem vê; o homem vê a aparência, mas Jeová vê o coração.”+  Então Jessé chamou Abinadabe+ e o fez passar diante de Samuel, mas ele disse: “Jeová também não escolheu este.”  A seguir, Jessé apresentou Samá,+ mas ele disse: “Também não foi este que Jeová escolheu.” 10  Assim, Jessé fez sete dos seus filhos passar diante de Samuel, mas Samuel disse a Jessé: “Jeová não escolheu nenhum destes.” 11  Por fim, Samuel perguntou a Jessé: “Estes são todos os filhos que você tem?” Ele respondeu: “Ainda falta o mais novo;+ ele está pastoreando as ovelhas.”+ Então Samuel disse a Jessé: “Mande buscá-lo, porque não nos sentaremos para a refeição enquanto ele não chegar.” 12  Portanto, mandou buscá-lo. Ele era corado,* de belos olhos e boa aparência.+ Jeová disse: “Vamos, é esse! Você deve ungi-lo.”+ 13  Então Samuel pegou o chifre com óleo+ e o ungiu diante dos seus irmãos. E a partir daquele dia o espírito de Jeová deu poder a Davi.+ Mais tarde, Samuel voltou para Ramá.+ 14  O espírito de Jeová tinha se retirado de Saul,+ e um espírito mau da parte de Jeová passou a aterrorizá-lo.+ 15  Os servos de Saul lhe disseram: “Um espírito mau da parte de Deus está aterrorizando o senhor. 16  Por favor, ordene aos seus servos que estão aqui que procurem um homem perito em tocar harpa.+ Quando um espírito mau da parte de Deus vier sobre o senhor, ele tocará, e o senhor se sentirá melhor.” 17  Portanto, Saul disse aos seus servos: “Encontrem, por favor, um homem que toque bem, e tragam-no a mim.” 18  Um dos ajudantes disse: “Sei que um dos filhos de Jessé, o belemita, toca harpa muito bem, e é um guerreiro corajoso e valente.+ Ele fala bem, tem boa aparência+ e Jeová está com ele.”+ 19  Saul enviou então mensageiros a Jessé para dizer: “Envie-me seu filho Davi, que está com o rebanho.”+ 20  Portanto, Jessé pôs sobre um jumento pão, um odre de vinho e um cabrito, e os enviou a Saul com seu filho Davi. 21  Assim, Davi foi a Saul e começou a servi-lo.+ Saul passou a gostar muito dele, e ele se tornou seu escudeiro. 22  Saul mandou dizer a Jessé: “Por favor, deixe Davi ficar a meu serviço, pois ele achou favor aos meus olhos.” 23  Quando um espírito mau da parte de Deus vinha sobre Saul, Davi pegava a harpa e tocava; então Saul sentia alívio e melhorava, e o espírito mau se retirava dele.+

Notas de rodapé

Ou: “ruivo”.

Notas de estudo

Mídia