Jeremias 9:1-26

9  Quem dera que a minha cabeça fosse [de] águas e que os meus olhos fossem uma fonte de lágrimas!+ Então eu poderia chorar dia e noite pelos mortos da filha do meu povo.*+  Quem me dera ter no ermo uma pousada para viajantes!+ Então eu deixaria meu povo e iria para longe dele, porque todos eles são adúlteros,*+ uma assembléia solene de [homens] traiçoeiros;+  e eles retesam a sua língua em falsidade,+ como seu arco; mas não foi em fidelidade que se mostraram poderosos na terra. “Pois saíram de maldade em maldade, e desconsideraram até mesmo a mim”,+ é a pronunciação de Jeová.  “Guardai-vos, cada um do seu próprio companheiro,+ e não confieis em nenhum irmão.+ Porque até mesmo cada irmão positivamente [o] suplantaria+ e mesmo cada companheiro andaria como mero caluniador,+  e continuam a ludibriar cada um o seu companheiro;+ e não falam absolutamente a verdade. Ensinaram sua língua a falar falsidade.+ Fatigaram-se apenas em cometer faltas.+  “Estás assentado no meio de engano.+ Por meio de engano negaram-se a conhecer-me”,+ é a pronunciação de Jeová.  Portanto, assim disse Jeová dos exércitos: “Eis que os estou refinando e terei de examiná-los,+ pois, de que outro modo agiria por causa da filha do meu povo?+  Sua língua é uma flecha mortífera.*+ Engano é o que falou. Com a sua boca, é de paz que [a pessoa] está falando com o seu próprio companheiro; mas no seu íntimo arma a sua emboscada.”+  “Por causa destas coisas, acaso não devia eu ajustar contas com eles?” é a pronunciação de Jeová. “Ou não devia a minha alma vingar-se de uma nação tal como esta?+ 10  Sobre os montes levantarei choro e lamentação,+ e sobre as pastagens do ermo, uma endecha; pois terão sido queimados,+ de modo que não há homem que passe [ali] e realmente não se ouvirá o som de gado.+ Terão fugido tanto a criatura voadora dos céus como o animal; terão ido embora.+ 11  E eu vou fazer de Jerusalém montões de pedras,+ guarida de chacais;+ e das cidades de Judá farei um baldio desolado, sem habitante.+ 12  “Quem é o homem sábio, para que entenda isto, sim, aquele a quem falou a boca de Jeová, para que o conte?+ Por que razão devia o país realmente perecer, ser realmente queimado como o ermo, sem que alguém passe por ele?”+ 13  E Jeová passou a dizer: “Por terem abandonado a minha lei que dei [para estar] diante deles, e [por] não terem obedecido à minha voz e não terem andado nela,*+ 14  mas terem andado atrás da obstinação do seu coração+ e atrás das imagens de Baal,*+ que seus pais lhes ensinaram;+ 15  por isso, assim disse Jeová dos exércitos, o Deus* de Israel: ‘Eis que faço que eles, isto é, este povo, comam absinto,+ e vou fazê-los beber água envenenada;+ 16  e vou espalhá-los entre nações que nem eles nem seus pais conheciam+ e vou enviar atrás deles a espada até que eu os tenha exterminado.’+ 17  “Assim disse Jeová dos exércitos: ‘Comportai-vos com entendimento e chamai as cantoras de endechas,+ para que venham; e até mesmo mandai [chamar] as mulheres hábeis,* para que venham,+ 18  e para que se apressem e elevem sobre nós uma lamentação. E vertam os nossos olhos lágrimas e escorra água dos nossos próprios olhos radiantes.+ 19  Pois é a voz de lamentação que se ouviu de Sião:+ “Como fomos assolados!+ Como nos sentimos envergonhados! Pois abandonamos o país; pois lançaram* fora as nossas residências.”*+ 20  Mas ouvi, ó mulheres, a palavra de Jeová, e aceite vosso ouvido a palavra da sua boca. Ensinai então às vossas filhas uma lamentação,+ e cada mulher à sua companheira, uma endecha.+ 21  Porque a morte subiu pelas nossas janelas; entrou nas nossas torres de habitação, a fim de decepar da rua a criança, das praças públicas, os jovens.’+ 22  “Fala: ‘Assim é a pronunciação de Jeová: “Os cadáveres do gênero humano* também terão de cair qual estrume sobre a face do campo e quais gavelas de cereal recém-segado atrás do ceifeiro, sem que alguém faça o recolhimento.”’”+ 23  Assim disse Jeová: “Não se jacte o sábio da sua sabedoria,+ nem se jacte o poderoso da sua potência.+ Não se jacte o rico das suas riquezas.”+ 24  “Mas quem se jacta, jacte-se da seguinte coisa: de ter perspicácia+ e de ter conhecimento de mim, que eu sou Jeová,+ Aquele que usa de benevolência, de juízo* e de justiça na terra;+ porque é destas coisas que me agrado”,+ é a pronunciação de Jeová. 25  “Eis que vêm dias”, é a pronunciação de Jeová, “e eu vou ajustar contas com todo o circunciso [mas ainda] na incircuncisão,*+ 26  com o Egito,+ e com Judá,+ e com Edom,+ e com os filhos de Amom,+ e com Moabe,+ e com todos os de cabelo cortado nas têmporas, que moram no ermo;+ porque todas as nações são incircuncisas e toda a casa de Israel é incircuncisa no coração”.+

Notas de rodapé

MLXX terminam aqui o capítulo 8, sendo este o v. 23.
“Adúlteros.” Lat.: a·dúl·te·ri.
“Uma flecha mortífera”, M; Mmargem: “uma flecha martelada”; mediante outra derivação: “uma flecha de madeira [arco] especial”.
“Nela”, hebr. fem. sing., referindo-se à “lei”.
Ou “os Baalins”.
“O Deus de.” Hebr.: ’Elo·héh.
Lit.: “sábias”.
“Lançaram”, MSy; LXX: “lançamos”.
Ou “pois as nossas residências foram lançadas fora”, em harmonia com Vg.
Ou “homens”. Hebr.: ha·’a·dhám.
Ou “julgamento”. Hebr.: mish·pát.
Ou “no [seu] prepúcio”, sinal de incircuncisão. Ou “entre a incircuncisão [os incircuncisos, que têm prepúcio]”.