Jeremias 6:1-30

6  Abrigai-vos, ó filhos de Benjamim, do meio de Jerusalém; e tocai a buzina*+ em Tecoa.+ E levantai um sinal de fogo sobre Bete-Haquerem;+ porque a própria calamidade olhou para baixo desde o norte, sim, uma grande derrocada.+  A filha de Sião assemelhou-se deveras a uma mulher graciosa e mimosa.+  A ela passaram a vir os pastores e suas greis. Armaram as [suas] tendas contra ela em todo o redor.+ Pastaram cada um a sua própria parte.+  Santificaram a guerra contra ela:+ “Levantai-vos e subamos ao meio-dia!”+ “Ai de nós, porque o dia já declinou, porque as sombras da noitinha se estão estendendo!”  “Levantai-vos e subamos durante a noite, e arruinemos as suas torres de habitação.”+  Pois assim disse Jeová dos exércitos: “Cortai lenha*+ e levantai contra Jerusalém um aterro de sítio.+ Ela é a cidade com a qual se tem de ajustar contas.+ Ela não é senão opressão no meio dela.+  Assim como a cisterna mantém a sua água fresca, assim ela manteve fresca a sua maldade. Ouvem-se nela violência e assolação;+ doença e praga estão constantemente diante da minha face.  Sê corrigida,+ ó Jerusalém, para que a minha alma não se aparte de ti em desgosto;+ para que eu não faça de ti um baldio desolado, uma terra desabitada.”+  Assim disse Jeová dos exércitos: “Sem falta se rebuscará o restante de Israel como a uma videira.+ Põe a tua mão para trás como quem colhe uvas dos sarmentos.” 10  “A quem falarei e advertirei, para que ouçam? Eis que seu ouvido é incircunciso, de modo que não podem prestar atenção.+ Eis que a própria palavra de Jeová se tornou para eles um vitupério,+ [palavra] de que* não se podem agradar.+ 11  E fiquei cheio do furor de Jeová. Estou fatigado de o conter.”+ “Derrama-o sobre a criança na rua+ e, ao mesmo tempo, sobre o grupo íntimo dos jovens; porque eles também serão apanhados, o homem* junto com sua esposa,* o velho junto com aquele que está cheio de dias.+ 12  E suas casas certamente se tornarão propriedade de outros, os campos e as esposas, ao mesmo tempo.+ Pois estenderei a minha mão contra os habitantes do país”, é a pronunciação de Jeová.+ 13  “Desde o menor até mesmo ao maior deles, cada um obtém para si um lucro injusto;+ e desde o profeta até mesmo ao sacerdote, cada um age de modo falso.+ 14  E tentam sarar superficialmente* o quebrantamento* do meu povo,+ dizendo: ‘Há paz! Há paz!’* quando não há paz.+ 15  Acaso se envergonharam de terem feito algo detestável?+ Em primeiro lugar, eles positivamente não sentem vergonha alguma; em segundo lugar, não chegaram a saber nem mesmo como sentir-se humilhados.+ Por isso cairão entre os que estão caindo;+ tropeçarão no tempo em que eu terei de ajustar contas com eles”, disse Jeová. 16  Assim disse Jeová: “Ficai parados nos caminhos e vede, e perguntai pelas sendas de há muito tempo, onde é que está o bom caminho;+ e andai nele+ e achai folga para as vossas almas.”+ Mas eles continuaram a dizer: “Não vamos andar.”+ 17  “E eu suscitei sobre vós* vigias:+ ‘Prestai atenção ao som da buzina!’”+ Mas eles continuaram a dizer: “Não vamos prestar atenção.”+ 18  “Portanto ouvi, ó nações! E sabe, ó assembléia, o que haverá entre eles. 19  Escuta, ó terra! Eis que trago calamidade sobre este povo,+ como frutos dos seus pensamentos,+ pois não prestaram atenção às minhas próprias palavras; e a minha lei — também persistiram em rejeitá-la.”+ 20  “Que me importa isto, que trazes até mesmo olíbano desde Sabá+ e a cana boa* desde a terra longínqua? Os vossos holocaustos não dão prazer+ e os vossos próprios sacrifícios não me deram satisfação.”+ 21  Portanto, assim disse Jeová: “Eis que ponho pedras de tropeço para este povo+ e certamente tropeçarão sobre elas, pais e filhos juntos; o vizinho e seu companheiro — eles perecerão.”+ 22  Assim disse Jeová: “Eis que está chegando um povo desde a terra do norte e uma grande nação será despertada desde as partes mais remotas da terra.+ 23  Agarrarão o arco e o dardo.+ É* cruel, e não terão piedade. Sua própria voz ressoará como o mar+ e eles montarão cavalos.+ Está posto em ordem de batalha como um homem de guerra contra ti, ó filha de Sião.”+ 24  Ouvimos a notícia a respeito dele.* Abaixaram-se as nossas mãos.+ Fomos tomados da própria aflição, de dores de parto iguais às da mulher que dá à luz.+ 25  Não saias* ao campo e não andes nem mesmo pelo caminho; porque há uma espada pertencente ao inimigo, há horror ao redor.+ 26  Ó filha do meu povo, cinge-te de serapilheira+ e revolve-te em cinzas.+ Faze o teu pranto aquele por um [filho] único, o lamento da amargura;+ porque repentinamente virá sobre nós o assolador.+ 27  “Fiz de ti* um examinador de metal entre meu povo, um que esquadrinha cabalmente;* e notarás e terás de examinar* seu caminho.+ 28  Todos eles são os homens mais obstinados,*+ andando como caluniadores+ — cobre e ferro. Todos eles são nocivos.+ 29  Os foles+ foram chamuscados.* Do seu fogo procede chumbo.+ Continuou-se a refinar intensamente, apenas em vão, e os maus não foram retirados.+ 30  Prata rejeitada é o que as pessoas hão de chamá-los,+ porque Jeová os rejeitou.”+

Notas de rodapé

Ou “shofar”.
“Lenha”, MT; LXXSyVg: “suas árvores”.
“Que”, referindo-se à “própria palavra”, ambos hebr. masc. sing.
Ou “marido”. Hebr.: ’ish.
Ou “mulher”. Hebr.: ’ish·sháh.
Ou “levemente”.
Ou “a fratura”.
Ou “dizendo: ‘Perfeita paz!’” Lit.: “dizendo: ‘Paz! Paz!’” Veja Is 26:3 n.: “paz”.
“Vós”, MTLXXSyVg; dois mss. hebr.: “eles”.
Ou “a cana doce”.
“É”, isto é, o “povo” ou a “nação”.
Veja v. 23 n.
“Não saias”, hebr. fem., dirigido à “filha” de Sião, no v. 23.
“Ti”, hebr. masc. sing.
“Um que esquadrinha cabalmente” (tal como o colhedor de uvas), mediante a mudança dos sinais vocálicos; M: “como lugar fortificado”.
Ou “analisar”.
Lit.: “os taciturnos dos obstinados”.
“Foram chamuscados”, mediante uma derivação do verbo hebr.; mediante outra derivação: “resfolegaram”.