Jeremias 11:1-23

11  A palavra que veio a haver para Jeremias* da parte de Jeová, dizendo:  “Ouvi as palavras deste pacto! “E tens de proferi-las+ aos homens* de Judá e aos habitantes de Jerusalém,  e tens de dizer-lhes: ‘Assim disse Jeová, o Deus de Israel: “Maldito o homem* que não escutar as palavras deste pacto,+  que ordenei aos vossos antepassados no dia em que os fiz sair da terra do Egito,+ do forno de fundição de ferro,+ dizendo: ‘Obedecei à minha voz, e tereis de fazer as coisas segundo tudo o que eu vos mando;+ e certamente vos tornareis meu povo e eu mesmo me tornarei vosso Deus,*+  com o objetivo de executar o juramento que fiz aos vossos antepassados,+ de dar-lhes a terra que manava leite e mel,+ como no dia de hoje.’”’” E passei a responder e a dizer: “Amém,* ó Jeová.”  E Jeová prosseguiu, dizendo-me: “Proclama todas estas palavras nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém,+ dizendo: ‘Ouvi as palavras deste pacto e tendes de cumpri-las.+  Pois admoestei solenemente os vossos antepassados no dia em que os fiz subir da terra do Egito+ e até o dia de hoje, levantando-me cedo e admoestando-os, dizendo: “Obedecei à minha voz.”+  Mas eles não escutaram nem inclinaram seu ouvido,+ mas continuaram andando cada um na obstinação de seu mau coração;+ e por isso eu trouxe sobre eles todas as palavras deste pacto que [lhes] ordenei cumprir, mas que não cumpriram.’”  Além disso, Jeová disse-me: “Achou-se conspiração entre os homens de Judá e entre os habitantes de Jerusalém.+ 10  Eles voltaram aos erros de seus antepassados,+ os primeiros, que se negaram a obedecer* às minhas palavras, mas que andaram, eles mesmos, atrás de outros deuses,* a fim de os servir.+ A casa de Israel e a casa de Judá violaram o meu pacto que concluí com os seus antepassados.+ 11  Portanto, assim disse Jeová: ‘Eis que trago sobre eles uma calamidade+ da qual não poderão sair;+ e certamente clamarão a mim por socorro, mas não os escutarei.+ 12  E as cidades de Judá e os habitantes de Jerusalém terão de ir e clamar por socorro aos deuses* aos quais fazem fumaça sacrificial,+ mas que positivamente não lhes trarão salvação no tempo da sua calamidade.+ 13  Porque os teus deuses tornaram-se tantos quantas as tuas cidades, ó Judá;+ e colocastes tantos altares para a coisa vergonhosa+ quantas são as ruas de Jerusalém, altares para fazer fumaça sacrificial a Baal.’+ 14  “E no que se refere a ti, não ores por este povo, e não eleves por eles nenhum clamor suplicante nem oração,+ porque não estarei escutando no tempo em que clamarem a mim referente à sua calamidade.*+ 15  “Que é que meu amado tem que fazer na minha casa,+ que muitos deles façam esta coisa,+ este [mau] desígnio?+ E acaso farão com carne sagrada que [ela] passe por ti,+ quando [chegar] a tua calamidade? Rejubilarás naquele tempo?+ 16  ‘Oliveira frondosa, bonita com frutos [e] no aspecto’, é o nome pelo qual te chamou Jeová.+ Com o ruído dum grande fragor, ele acendeu um fogo contra ela, e eles lhe quebraram a ramagem.+ 17  “E o próprio Jeová dos exércitos, teu* Plantador,+ proferiu contra ti calamidade, por causa da maldade da casa de Israel+ e da casa de Judá, que eles, da sua parte, praticaram para me ofender, fazendo fumaça sacrificial a Baal.”+ 18  E o próprio Jeová me informou para que eu soubesse [isso]. Naquele tempo me fizeste ver as suas ações.+ 19  E eu era como um cordeiro, um íntimo, que se leva ao abate,+ e não sabia que era contra mim que maquinaram ardis:+ “Arruinemos a árvore com o seu alimento, e decepemo-lo da terra dos viventes,+ para que o próprio nome dele não seja mais lembrado.” 20  Mas Jeová dos exércitos está julgando com justiça;+ ele examina os rins* e o coração.+ Veja eu a tua vingança sobre eles, porque foi a ti que revelei meu pleito judicial.+ 21  Portanto, assim disse Jeová contra os homens de Anatote,+ que procuram a tua alma,* dizendo: “Não deves profetizar em nome de Jeová,+ para que não morras à nossa mão”; 22  portanto, assim disse Jeová dos exércitos: “Eis que volto a minha atenção para eles. Os próprios jovens morrerão à espada.+ Os próprios filhos e filhas deles morrerão pela fome.+ 23  E não virá a haver para eles nem mesmo um restante, porque trarei calamidade sobre os homens de Anatote,+ no ano de se fixar a atenção neles.”+

Notas de rodapé

Veja 1:1 n.: “Jeremias”.
“Homens de.” Hebr.: ’ish, hebr. sing., mas usado em sentido coletivo.
“O homem.” Hebr.: ha·’ísh.
Lit.: “a Deus”. Hebr.: lE’·lo·hím, pl.
Ou: “Assim seja.” Hebr.: ’a·mén.
Ou “escutar”.
“Deuses.” Hebr.: ’elo·hím.
“Aos deuses.” Hebr.: ha·’elo·hím.
“Referente à sua calamidade”, M; TLXXSyVg e 34 mss. hebr.: “no tempo de sua calamidade”.
“Teu”, hebr. fem. sing.
Ou “mais profundas emoções”. Hebr.: kela·yóhth.
“Procuram a tua alma”, MSyVg; LXX: “procuram a minha alma”; T: “procuram matar-te”.