João 4:1-54

4  Então, quando o Senhor* se apercebeu de que os fariseus tinham ouvido [falar] que Jesus fazia e batizava+ mais discípulos do que João —  embora, deveras, o próprio Jesus não batizasse, mas sim os seus discípulos —  abandonou a Judéia e partiu novamente para a Galiléia.  Mas, era necessário que passasse por Samaria.+  Concordemente, veio a uma cidade de Samaria, chamada Sicar,* perto do campo que Jacó dera a José, seu filho.+  De fato, ali se achava a fonte de Jacó.+ Ora, Jesus, cansado da jornada, estava sentado junto à fonte, assim como estava. Era cerca da sexta hora.*  Veio uma mulher de Samaria para tirar água. Jesus disse-lhe: “Dá-me de beber.”  (Pois os seus discípulos tinham ido à cidade para comprar comestíveis.)  Portanto, a mulher samaritana disse-lhe: “Como é que tu, apesar de ser judeu, me pedes de beber, quando eu sou mulher samaritana?” (Porque os judeus não têm tratos com os samaritanos.)*+ 10  Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se tivesses sabido da dádiva gratuita+ de Deus e quem+ é que te diz: ‘Dá-me de beber’, tu lhe terias pedido e ele te teria dado água viva.”+ 11  Ela lhe disse: “Senhor, não tens nem mesmo um balde para tirar água, e o poço é profundo. Donde tens então esta água viva? 12  Será que és maior+ do que o nosso antepassado Jacó, que nos deu o poço e que bebeu dele junto com os seus filhos e seu gado?” 13  Em resposta, Jesus disse-lhe: “Todo aquele que beber desta água ficará novamente com sede. 14  Quem beber da água que eu lhe der, nunca mais ficará com sede,+ mas a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água+ que borbulha para dar vida eterna.”+ 15  A mulher disse-lhe: “Senhor, dá-me desta água, para que eu não tenha sede nem venha mais para este lugar a fim de tirar água.” 16  Disse-lhe ele: “Vai, chama teu marido e vem para este lugar.” 17  Em resposta, a mulher disse: “Não tenho marido.” Jesus disse-lhe: “Disseste bem: ‘Não tenho marido.’ 18  Pois, tiveste cinco maridos, e o [homem] que agora tens não é teu marido. Isso disseste verazmente.” 19  A mulher disse-lhe: “Senhor, percebo que és um profeta.+ 20  Nossos antepassados adoravam neste monte;+ mas vós dizeis que o lugar onde as pessoas devem adorar é em Jerusalém.”+ 21  Jesus disse-lhe: “Acredita-me, mulher: Vem a hora em que nem neste monte, nem em Jerusalém,+ adorareis+ o Pai. 22  Adorais o que não conheceis;+ nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação se origina dos judeus.+ 23  Não obstante, vem a hora, e agora é, quando os verdadeiros adoradores adorarão o Pai com espírito+ e verdade,+ pois, deveras, o Pai está procurando a tais para o adorarem.+ 24  Deus é Espírito,*+ e os que o adoram têm de adorá-lo com espírito e verdade.”+ 25  A mulher disse-lhe: “Eu sei que vem [o] Messias,+ que é chamado Cristo.+ Quando este chegar, ele nos declarará abertamente todas as coisas.” 26  Jesus disse-lhe: “Eu, que falo contigo, sou ele.”+ 27  Ora, foi neste ponto que chegaram os seus discípulos, e eles começaram a admirar-se, porque falava com uma mulher. Naturalmente, ninguém disse: “O que estás procurando?” ou: “Por que falas com ela?” 28  A mulher, portanto, deixou o seu cântaro e foi à cidade, e disse aos homens: 29  “Vinde, vede um homem que me disse todas as coisas que eu fiz. Será que este é o Cristo?”+ 30  Saíram da cidade e começaram a chegar-se a ele. 31  Entrementes, os discípulos instavam com ele, dizendo: “Rabi,+ come.” 32  Mas ele lhes disse: “Tenho alimento para comer de que vós não sabeis.” 33  Os discípulos começaram assim a dizer uns aos outros: “Será que alguém lhe trouxe algo para comer?” 34  Jesus disse-lhes: “Meu alimento+ é eu fazer a vontade+ daquele que me enviou e terminar a sua obra.+ 35  Não dizeis que ainda faltam quatro meses até chegar a colheita? Eis que vos digo: Erguei os vossos olhos e observai os campos, que estão brancos para a colheita.+ Desde já 36  o ceifeiro está recebendo salário e está ajuntando fruto para a vida eterna,+ para que o semeador+ e o ceifeiro se alegrem juntos.+ 37  Neste respeito, de fato, é verdadeira a palavra: Um é o semeador e outro o ceifador. 38  Eu vos mandei ceifar aquilo em que não labutastes. Outros labutaram,+ e vós entrastes no proveito do seu labor.” 39  Ora, muitos samaritanos daquela cidade depositaram nele fé+ por causa da palavra da mulher que dissera em testemunho: “Ele me disse todas as coisas que fiz.”+ 40  Portanto, chegando-se a ele os samaritanos, começaram a pedir-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias.+ 41  Em conseqüência disso, muitos mais creram por causa do que dizia,+ 42  e começaram a dizer à mulher: “Não é mais pela tua conversa que cremos; porque nós mesmos temos ouvido+ e sabemos que este homem certamente é o salvador+ do mundo.” 43  Depois desses dois dias, partiu dali para a Galiléia.+ 44  O próprio Jesus, porém, dava testemunho de que um profeta não tem honra na sua própria pátria.+ 45  Portanto, ao chegar à Galiléia, os galileus receberam-no porque tinham visto todas as coisas que ele fizera em Jerusalém, na festividade,+ pois eles também tinham ido à festividade.+ 46  Por conseguinte, ele veio novamente à Caná+ da Galiléia, onde transformara a água em vinho.+ Havia então ali certo assistente do rei, cujo filho estava doente em Cafarnaum.+ 47  Quando este homem ouviu que Jesus saíra da Judéia para a Galiléia, foi ter com ele e começou a pedir-lhe que descesse e sarasse seu filho, pois estava às portas da morte. 48  Jesus, porém, disse-lhe: “A menos que vós vejais sinais+ e prodígios,+ de modo algum acreditareis.” 49  O assistente do rei disse-lhe: “Senhor,* desce antes de minha criancinha morrer.” 50  Jesus disse-lhe: “Vai;+ teu filho vive.”+ O homem acreditou na palavra que Jesus lhe falou e foi embora. 51  Mas, enquanto ainda estava descendo, vieram ao encontro dele seus escravos para dizer que seu menino estava vivo.+ 52  Começou assim a indagar deles a hora em que ficou melhor de saúde. Concordemente lhe disseram: “Ontem, na sétima hora,* a febre+ o abandonou.” 53  Portanto, o pai sabia que fora naquela mesma hora+ que Jesus lhe dissera: “Teu filho vive.” E ele e toda a sua família creram.+ 54  Demais, este foi o segundo sinal+ que Jesus realizou depois de sair da Judéia para a Galiléia.

Notas de rodapé

Ou “Amo”.
“Sychem (Siquém)”, Sys. Veja At 7:16 n.: “Siquém”.
Isto é, por volta do meio-dia, contada desde o nascer do sol.
“Porque os judeus . . . samaritanos”, ABCWVgSyp,s; א°DItmss. omitem isso.
Lit.: “Espírito [é] o Deus.” Gr.: Pneú·ma ho The·ós.
Ou “Amo”.
Isto é, por volta das 13 horas, contada desde o nascer do sol.