Ir para conteúdo

Eles usavam um triângulo roxo

Eles usavam um triângulo roxo

Maud vive em França e trabalha numa escola onde dá assistência, durante as aulas, a crianças com deficiência. Recentemente, os alunos de uma turma estavam a aprender sobre o Holocausto e os campos de concentração nazis. Foi-lhes explicado que os prisioneiros dos campos de concentração tinham de usar um pedaço de pano colorido cosido ao seu uniforme, e que a cor e o formato do pano indicavam o motivo de se estar preso.

Referindo-se aos triângulos roxos usados por alguns prisioneiros, o professor disse: “Eu penso que os usavam porque eram homossexuais.” Depois da aula, Maud falou com o professor e explicou-lhe que os nazis usavam um triângulo roxo para identificar as Testemunhas de Jeová. * Ela ofereceu-se para lhe trazer alguma documentação sobre o assunto. O professor aceitou e pediu a Maud que compartilhasse a informação com os alunos.

Numa outra aula sobre o mesmo assunto, uma professora mostrou uma tabela com os vários símbolos usados pelos presos. A tabela mostrava corretamente que o triângulo roxo identificava as Testemunhas de Jeová. Depois da aula, Maud ofereceu à professora alguma informação sobre o assunto. A professora aceitou-a e pediu a Maud para fazer uma apresentação aos alunos.

Maud com as publicações que usou

Maud preparou uma apresentação de 15 minutos para a primeira turma, mas, quando chegou o dia, o professor disse-lhe: “Pode usar a hora inteira.” Maud começou por mostrar um documentário sobre a perseguição nazi às Testemunhas de Jeová. Quando o documentário referiu que os nazis retiraram 800 filhos de Testemunhas de Jeová aos seus pais, Maud parou o vídeo e leu as experiências de três dessas crianças. Depois de mostrar o vídeo, Maud concluiu por ler uma carta escrita em 1940 por Gerhard Steinacher, uma Testemunha de Jeová austríaca de 19 anos, que escreveu aos seus pais para se despedir deles apenas algumas horas antes de ser executado pelos nazis. *

Maud fez uma apresentação semelhante na segunda turma. Graças à coragem de Maud, os dois professores certificam-se agora de mencionar as Testemunhas de Jeová quando ensinam os seus alunos sobre quem foram as vítimas dos campos de concentração nazis.

^ par. 2 Na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, as Testemunhas de Jeová, que eram conhecidas como Bibelforscher (Estudantes da Bíblia), foram presas devido à sua recusa em apoiar os nazis.

^ par. 4 Gerhard Steinacher foi condenado à morte por se recusar a alistar-se no exército alemão. Na sua carta de despedida, ele escreveu: “Ainda sou muito novo e só consigo manter-me fiel porque o Senhor me dá forças, e é isso que lhe peço.” Na manhã seguinte, Gerhard foi executado. O epitáfio inscrito na sua sepultura diz: “Ele morreu em honra a Deus.”