Ir para conteúdo

A BÍBLIA MUDA VIDAS

“O crime e o amor ao dinheiro causaram-me muito sofrimento”

“O crime e o amor ao dinheiro causaram-me muito sofrimento”
  • Ano de nascimento: 1974

  • País de origem: Albânia

  • Histórico: Roubo, tráfico de droga e prisão

O MEU PASSADO

Nasci em Tirana, a capital da Albânia. A minha família era pobre. O meu pai era um homem honesto, que trabalhava muitas horas para cuidar de nós, mas mal tínhamos dinheiro suficiente para sobreviver. Ainda eu era uma criança e já tinha uma dolorosa consciência da nossa pobreza. Durante grande parte da minha infância, eu não tive sapatos e nem sempre tive comida suficiente.

Comecei a roubar quando ainda era muito jovem. Eu pensava que estava apenas a ajudar a sustentar a minha família. Por fim, tive problemas com a polícia. Então, em 1988, quando eu tinha 14 anos, o meu pai mandou-me para um reformatório. Estive lá dois anos e aprendi a ser soldador. Quando saí, eu queria ter uma vida honesta; no entanto, não consegui encontrar trabalho. Havia muito desemprego, porque a Albânia estava a passar por agitação política. Senti-me frustrado, voltei a dar-me com os meus velhos amigos e comecei a roubar novamente. Por fim, os meus amigos e eu fomos presos e condenados a três anos de prisão.

Após ter sido libertado da prisão, continuei a minha carreira no mundo do crime. A economia da Albânia tinha entrado em colapso e o país estava um caos. Durante aqueles tempos difíceis, eu ganhei muito dinheiro com atividades ilícitas. Depois de um assalto à mão armada em que dois dos meus cúmplices foram presos, eu fugi do país para escapar a uma longa pena de prisão. Nessa altura, eu já era casado com a minha esposa, Julinda, e tínhamos um bebé.

Fomos parar à Inglaterra. Eu tinha a intenção de começar uma nova vida com a minha esposa e o meu filho, mas os velhos hábitos estavam profundamente enraizados em mim. Não demorei muito a envolver-me novamente no crime, desta vez, no tráfico de droga, um negócio em que muito dinheiro me passava pelas mãos.

O que é que a Julinda pensava sobre eu traficar droga? Deixe que ela lhe conte: “Como eu cresci na Albânia, eu sonhava em escapar da pobreza. Eu estava disposta a tentar qualquer coisa para ter uma vida melhor. Eu pensava que o dinheiro melhoraria as nossas vidas, por isso eu apoiava totalmente o Artan nas suas mentiras, nos roubos e no tráfico de droga – aceitava qualquer coisa para ganhar dinheiro.”

“Eu apoiava totalmente o Artan nas suas mentiras, nos roubos e no tráfico de droga.” — Julinda

Mas, em 2002, a nossa vida mudou. Os nossos planos e sonhos de ter uma vida melhor desapareceram repentinamente. Eu fui apanhado com um grande carregamento de droga e fui preso novamente.

COMO A BÍBLIA MUDOU A MINHA VIDA

A Bíblia começou a influenciar a minha vida até antes de eu me aperceber disso. No início do ano 2000, a Julinda tinha conhecido as Testemunhas de Jeová e tinha começado a estudar a Bíblia com um casal. Estudar a Bíblia não era algo que me interessasse – até achava aborrecido – mas a Julinda gostava muito. Ela explica porquê: “Eu venho de uma família religiosa, e amava e respeitava a Bíblia. Sempre quis saber o que é que a Bíblia ensina e fiquei entusiasmada com o estudo da Bíblia com as Testemunhas de Jeová. Muitos ensinos da Bíblia faziam todo o sentido para mim. O que aprendi ajudou-me a fazer algumas mudanças na minha vida. Ainda assim, houve pouca ou nenhuma mudança na minha atitude em relação ao dinheiro – isto é, até o Artan ser preso! Isso foi uma chamada de atenção. De repente, percebi que o que a Bíblia diz sobre o dinheiro é verdade. Nós tínhamos feito de tudo para enriquecer, mas isso não tinha feito de nós pessoas felizes. Foi, então, que entendi que precisava de seguir completamente os padrões de Deus.”

Em 2004, saí da prisão e não demorei muito a tentar voltar ao tráfico de droga. No entanto, a maneira de pensar da Julinda tinha mudado e o que ela me disse fez-me pensar. Ela disse: “Eu já não quero o teu dinheiro. Eu quero o meu marido de volta e quero que o pai dos meus filhos esteja aqui para os ajudar.” Eu fiquei chocado, mas ela tinha razão. Eu tinha passado anos longe da minha família. Também pensei no muito sofrimento que passei por correr atrás do dinheiro de forma desonesta. Então, eu decidi mudar os meus hábitos e cortar o contacto com os meus velhos amigos.

O verdadeiro ponto de viragem aconteceu quando fui com a minha esposa e os meus dois filhos a uma reunião das Testemunhas de Jeová. Fiquei impressionado com as pessoas sinceras e amigáveis que lá conheci. Por fim, comecei a estudar a Bíblia.

Eu pensava que, se tivéssemos muito dinheiro, encontraríamos a felicidade

Aprendi, na Bíblia, que “o amor ao dinheiro é a raiz de todo o tipo de coisas prejudiciais e alguns, por se empenharem por este amor [...] causaram a si mesmos muitos sofrimentos”. (1 Timóteo 6:9, 10) Como eu entendi bem a verdade deste versículo! Lamentei amargamente os erros que tinha cometido e a dor que isso tinha trazido à minha família e a mim próprio. (Gálatas 6:7) Quando soube do amor que Jeová e o seu Filho, Jesus Cristo, têm por nós, comecei a mudar a minha personalidade. Comecei a pensar menos em mim e mais nos outros, e isso levou-me a passar mais tempo com a minha família.

COMO FUI BENEFICIADO

Seguir o seguinte conselho da Bíblia tem-me ajudado muito: “Que o vosso modo de vida esteja livre do amor ao dinheiro, ao passo que ficam satisfeitos com as coisas que têm.” (Hebreus 13:5) Agora, tenho paz de espírito e a consciência limpa. Isso deu-me uma alegria que nunca tinha experimentado antes. O meu casamento está mais forte; a minha família, mais unida.

Eu pensava que, se tivéssemos muito dinheiro, encontraríamos a felicidade. Agora vejo claramente: o crime e o amor ao dinheiro causaram-me muito sofrimento. Não somos financeiramente ricos, mas sinto que encontrámos algo que é muito mais importante na vida: a amizade com Jeová Deus. Adorá-lo em família faz-nos verdadeiramente felizes.

Com a minha família num congresso das Testemunhas de Jeová