Ir para conteúdo

A Sentinela em gronelandês é elogiada na televisão

A Sentinela em gronelandês é elogiada na televisão

Em janeiro de 2013, a revista A Sentinela completou 40 anos de publicação em gronelandês, um idioma inuíte falado por apenas 57 mil pessoas.

Embora só haja cerca de 150 Testemunhas de Jeová na Gronelândia, A Sentinela neste idioma tem uma circulação de 2300 exemplares. Isso significa que a maioria dos leitores da Napasuliaq Alapernaarsuiffik, título da revista em gronelandês, não são Testemunhas de Jeová.

Numa entrevista num noticiário na televisão, o responsável pelo escritório de tradução na cidade de Nuuk explicou: “Muitos gronelandeses têm um grande interesse pela Bíblia, e é por isso que eles leem a Napasuliaq Alapernaarsuiffik.

Quando se perguntou a uma das tradutoras gronelandesas por que motivo gostava da revista, ela respondeu: “Pessoalmente, eu sempre tirei muito proveito de ler a revista. Por exemplo, aprendi a ter uma vida melhor e mais saudável. Eu fumava bastante, apesar de saber que isso fazia mal à saúde. Mas a Bíblia diz-nos que, se quisermos ter uma vida saudável, precisamos de manter o corpo limpo.”

O noticiário também mencionou que as Testemunhas de Jeová estão ativas na Gronelândia desde meados da década de 50 e já publicaram diversos livros e brochuras em gronelandês. A tradução é feita por voluntários dinamarqueses e gronelandeses, e o seu objetivo sempre foi fazer com que as publicações traduzidas soassem naturais.

Uma Testemunha de Jeová que serve há muito tempo na Gronelândia disse: “Eu já prego aos gronelandeses há 25 anos, e vejo como é importante haver publicações na língua deles. Em algumas povoações distantes, onde só é possível chegar de barco e durante poucos meses do ano, há pessoas que gostam muito de ler as nossas revistas. Por isso, entre uma visita e outra, nós enviamos sempre cartas e publicações.”

Desde janeiro de 2013, A Sentinela em gronelandês tem uma edição de estudo e uma edição para o público. Elas podem ser lidas e descarregadas no site jw.org. Para isso, basta aceder ao separador “Publicações”, escolher o idioma gronelandês e clicar em “Pesquisar”.