Ir para conteúdo

Educação bíblica para indígenas americanos em Nova Iorque

Educação bíblica para indígenas americanos em Nova Iorque

Muitas pessoas acham que praticamente todos os indígenas dos Estados Unidos vivem em reservas, nas zonas rurais do país. Porém, na verdade, mais de 70 por cento dos descendentes de indígenas americanos vivem em cidades. De 5 a 7 de julho de 2015, a maior cidade dos Estados Unidos, Nova Iorque, acolheu o evento chamado “Gateway to Nations” (“Porta Para as Nações”). Este nome convidava os presentes a conhecer as nações indígenas do país. O evento foi uma espécie de powwow, palavra indígena para descrever uma reunião social. * Quando as Testemunhas de Jeová em Nova Iorque tiveram conhecimento do evento, começaram imediatamente a fazer planos para participar. Porquê?

As Testemunhas de Jeová traduzem publicações bíblicas em centenas de línguas, incluindo muitas línguas indígenas americanas, como: blackfoot, cree das planícies, dakota, hopi, mohawk, navajo e odawa. Algumas publicações nestas línguas foram exibidas pelas Testemunhas de Jeová no evento. Uma dessas publicações foi o folheto You Can Trust the Creator! (Você Pode Confiar no Criador!), feito especialmente para o público indígena.

O nosso site oficial também contém gravações de áudio e vídeo na maioria das línguas mencionadas. No evento, as Testemunhas de Jeová disponibilizaram várias gravações aos visitantes interessados. Eles notaram que a maioria dos outros stands, letreiros e animações eram apresentados apenas em inglês ou espanhol.

Muitas pessoas, que foram ao evento, ficaram impressionadas com o esforço que fazemos para traduzir publicações em tantas línguas indígenas. Além disso, acharam interessante o trabalho de educação bíblica que realizamos em cidades e em reservas indígenas. Um dos colaboradores do evento, depois de conhecer melhor a nossa obra, pediu um estudo bíblico. Ele disse: “Anseio pela vossa visita para aprender mais sobre a Bíblia!”

Um casal de indígenas surdos aproximou-se de um dos nossos stands, mas as Testemunhas de Jeová presentes não sabiam língua gestual. Nesse momento, chegou outra Testemunha de Jeová que tinha aprendido língua gestual. Ela conversou com esse casal por quase meia hora, e ajudou-os a encontrar um congresso das Testemunhas de Jeová em língua gestual, perto de onde moravam.

Mais de 50 Testemunhas de Jeová participaram nos stands de publicações bíblicas durante os três dias do evento, e entregaram mais de 150 publicações aos visitantes que se aproximaram dos stands.

^ par. 2 De acordo com o antropólogo William K. Powers, atualmente um powwow “é basicamente um evento cultural não religioso, em que homens, mulheres e crianças cantam e dançam em grupo”. —  Ethnomusicology (Etnomusicologia), setembro de 1968, página 354.