Ir para conteúdo

O que é que a Bíblia diz sobre o ato de dar?

O que é que a Bíblia diz sobre o ato de dar?

A resposta da Bíblia

A Bíblia incentiva a generosidade voluntária e com a motivação correta. Ensina que este tipo de generosidade beneficia não só quem recebe, mas também quem dá. (Provérbios 11:25; Lucas 6:38) Jesus disse: “Há mais felicidade em dar do que em receber.” — Atos 20:35.

 Situações em que o ato de dar agrada a Deus

A generosidade agrada a Deus quando é praticada de boa vontade. “Faça cada um conforme resolveu no coração,” diz a Bíblia, “não a contragosto nem por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.” — 2 Coríntios 9:7.

Ser generoso de coração faz parte da “religião” que Deus aprova. (Tiago 1:27, nota) Quando ajudamos de coração os que têm necessidade, estamos a trabalhar lado a lado com Deus, que se considera em dívida para connosco pelos nossos atos de generosidade. (Provérbios 19:17) A Bíblia ensina que o próprio Deus recompensará a pessoa generosa. — Lucas 14:12-14.

 Situações em que o ato de dar desagrada a Deus

Quando existem segundas intenções. Por exemplo:

Quando apoia atividades ou atitudes que Deus condena. Por exemplo, seria errado dar dinheiro a alguém para apostar em jogos, ou para consumir álcool em excesso ou drogas. (1 Coríntios 6:9, 10; 2 Coríntios 7:1) Da mesma forma, não é apropriado ajudar materialmente alguém que é capaz de se sustentar financeiramente, mas que se recusa a fazê-lo. — 2 Tessalonicenses 3:10.

Quando interfere com as responsabilidades atribuídas diretamente por Deus. A Bíblia ensina que o chefe de família deve assegurar as necessidades da sua família. (1 Timóteo 5:8) Não seria apropriado o chefe de família ser tão generoso com os outros a ponto de colocar em risco o bem-estar da sua própria família. Além disso, Jesus condenou aqueles que se recusavam a cuidar dos seus pais idosos e que se justificavam por dizer que todos os seus bens eram uma “dádiva dedicada a Deus”. — Marcos 7:9-13.