Ir para conteúdo

Será que Deus me vai perdoar?

Será que Deus me vai perdoar?

A resposta da Bíblia

Sim, Deus vai perdoar os seus erros se você der os passos necessários para ganhar o perdão. A Bíblia diz que Deus está “sempre pronto a perdoar” e que ele “perdoará amplamente”. (Neemias 9:17; Salmo 86:5; Isaías 55:7) Quando Deus nos perdoa, os nossos pecados são “apagados”, ou seja, ele perdoa-nos completamente. (Atos 3:19) Além disso, Deus perdoa-nos de modo permanente. Ele diz: “Não me voltarei a lembrar do seu pecado.” (Jeremias 31:34) Assim, Deus não fica a repisar os nossos erros para nos acusar ou nos punir vez após vez.

Isto não significa que Deus perdoa porque é fraco ou porque se deixa levar pelas emoções. Deus tem padrões do que é certo, e nunca distorce esses padrões. Por isso, ele não perdoa alguns pecados. — Josué 24:19, 20.

Passos para ganhar o perdão de Deus

  1. Reconheça que o seu pecado violou os padrões de Deus. Pode ser que o que fez também tenha magoado outras pessoas. Mas, acima de tudo, é preciso reconhecer que o seu erro foi um pecado contra Deus. — Salmo 51:1, 4; Atos 24:16.

  2. Faça uma oração a confessar a Deus o seu pecado. — Salmo 32:5; 1 João 1:9.

  3. Fique triste por ter pecado. Sentir essa “tristeza segundo a vontade de Deus” ajuda-o a arrepender-se, ou seja, a fazer uma mudança interior, no coração. (2 Coríntios 7:10) É preciso arrepender-se até dos passos que o levaram a pecar. — Mateus 5:27, 28.

  4. ‘Dê meia-volta’ ou, em outras palavras, faça mudanças. (Atos 3:19) Isto quer dizer que deve evitar cometer novamente o mesmo erro. Mas também indica que talvez seja preciso mudar todo o seu modo de pensar ou de agir. — Efésios 4:23, 24.

  5. Faça o que puder para corrigir o erro e reparar o dano causado. (Mateus 5:23, 24; 2 Coríntios 7:11) Peça desculpa aos que foram afetados pelo que fez ou deixou de fazer. Na medida do possível, tente compensar o mal que causou. — Lucas 19:7-10.

  6. Ore a Deus e peça-lhe perdão com base no sacrifício de Jesus. (Efésios 1:7) Para receber o perdão, você também deve perdoar os outros. — Mateus 6:14, 15.

  7. Se cometeu um erro grave, fale com alguém que lhe possa dar a ajuda necessária para se achegar a Deus e que ore por si. — Tiago 5:14-16.

Conceitos errados sobre o perdão de Deus

“Os meus erros foram muito graves. Deus nunca me vai perdoar.”

David cometeu adultério e assassinato, mas Deus perdoou-o

A Bíblia diz o que devemos fazer para receber o perdão de Deus. Se fizermos o que ela diz, vamos ser perdoados. O perdão de Deus é maior do que qualquer pecado. Deus pode perdoar erros graves, incluindo aqueles que cometemos muitas vezes. — Provérbios 24:16; Isaías 1:18.

Por exemplo, Deus perdoou o rei David, que teve relações sexuais com a esposa de outro homem e cometeu assassinato. (2 Samuel 12:7-13) O apóstolo Paulo achava que ninguém no mundo era tão pecador quanto ele. Mas Deus perdoou-o. (1 Timóteo 1:15, 16) Até os judeus do primeiro século, que Deus considerou culpados pela morte de Jesus, o Messias, poderiam ser perdoados se fizessem as mudanças necessárias. — Atos 3:15, 19.

“Se eu me confessar a um padre ou a outro líder religioso, os meus pecados serão perdoados.”

Nenhum humano hoje tem autoridade para perdoar pecados cometidos contra Deus. Confessar o pecado pode ajudar alguém que errou a recuperar-se. Mas somente Deus pode perdoar pecados. — Efésios 4:32; 1 João 1:7, 9.

Sendo assim, o que é que Jesus quis dizer com as palavras de João 20:23? Neste texto, Jesus disse aos apóstolos: “Se vocês perdoarem os pecados de alguém, eles estão perdoados; se não perdoarem os pecados de alguém, eles não estão perdoados.” De acordo com o contexto, Jesus estava a falar de uma autoridade especial que ele daria aos seus apóstolos quando recebessem espírito santo. — João 20:22.

Os apóstolos receberam essa autoridade quando foi derramado espírito santo sobre eles no ano 33 EC. (Atos 2:1-4) O apóstolo Pedro usou essa autoridade quando julgou os discípulos Ananias e Safira. De maneira milagrosa, Pedro sabia que eles estavam a mentir, e o seu julgamento mostrou que Deus não perdoaria os pecados deles. — Atos 5:1-11.

A autoridade para perdoar pecados era um dom do espírito santo. Essa autoridade acabou depois de os apóstolos terem morrido, assim como aconteceu com outros dons, como o de fazer curas e o de falar em línguas. (1 Coríntios 13:8-10) Por isso, nenhum humano hoje pode dar a alguém o perdão de Deus.