Ir para conteúdo

O que é que a Bíblia diz sobre desastres naturais?

O que é que a Bíblia diz sobre desastres naturais?

A resposta da Bíblia

Deus não causa os desastres naturais que acontecem atualmente; na realidade, Deus preocupa-se com as pessoas que são afetadas por eles. O Reino de Deus vai eliminar todas as coisas que causam sofrimento, incluindo os desastes naturais. Mas, enquanto isso não acontece, Deus provê consolo para as pessoas que são afetadas por estas calamidades. — 2 Coríntios 1:3.

 Porque é que podemos ter a certeza de que os desastres naturais não são um castigo de Deus?

A Bíblia mostra que Deus já usou as forças da natureza para executar os seus julgamentos. No entanto, a forma como Deus fez isso é muito diferente de um desastre natural.

  • Os desastres naturais matam e ferem indiscriminadamente. No entanto, para executar os seus julgamentos, Deus usou as forças da natureza de forma seletiva. Por exemplo, quando Deus destruiu as cidades de Sodoma e Gomorra, ele protegeu Ló, que era um homem bom, e as suas duas filhas. (Génesis 19:29, 30) Deus leu o coração das pessoas daquela época e destruiu apenas as que ele sabia que eram más. — Génesis 18:23-32; 1 Samuel 16:7.

  • Regra geral, os desastres naturais ocorrem inesperadamente ou quase sem aviso prévio. Por outro lado, Deus avisou as pessoas más antes de usar as forças naturais para as punir. Quem deu atenção aos avisos, pôde escapar da destruição. — Génesis 7:1-5; Mateus 24:38, 39.

  • Até certo ponto, os humanos têm contribuído para os desastres naturais. Como? Os humanos têm destruído o meio ambiente e constroem em áreas que são propensas a terramotos, inundações ou condições climáticas extremas. (Apocalipse 11:18) Não se pode culpar a Deus pelas consequências das más decisões dos humanos. — Provérbios 19:3.

 Os desastres naturais são um sinal de que estamos perto do fim?

Sim. As profecias bíblicas mostram que aconteceriam desastres naturais durante o “final do sistema de coisas”, ou “últimos dias”. (Mateus 24:3; 2 Timóteo 3:1) Por exemplo, referindo-se aos nossos dias, Jesus disse: “Haverá falta de alimentos e terramotos num lugar após outro.” (Mateus 24:7) Em breve, Deus vai acabar com tudo o que causa sofrimento, incluindo os desastres naturais. — Apocalipse 21:3, 4.

 Como é que Deus ajuda as vítimas de desastres naturais?

  • Deus consola as vítimas por meio da sua Palavra, a Bíblia. A Bíblia garante que Deus se importa connosco e que sente a nossa dor quando sofremos. (Isaías 63:9; 1 Pedro 5:6, 7) A Bíblia também menciona a promessa de Deus de que, no futuro, os desastres naturais vão deixar de existir. — Veja “ Versículos bíblicos que podem consolar vítimas de desastres naturais.”

  • Deus ajuda as vítimas por meio dos seus adoradores. Deus usa os seus adoradores na Terra para imitarem o exemplo de Jesus. Uma profecia disse que Jesus consolaria “os de coração quebrantado” e “todos os que choram”. (Isaías 61:1, 2) Os servos de Deus esforçam-se por fazer o mesmo. — João 13:15.

    Deus também usa os seus adoradores para dar ajuda prática às vítimas de desastres naturais. — Atos 11:28-30; Gálatas 6:10.

Testemunhas de Jeová a darem ajuda prática às vítimas de um furacão em Porto Rico

 Será que a Bíblia nos pode ajudar a estar preparados para um desastre natural?

Sim. Embora não seja um manual de preparação para desastres naturais, a Bíblia contém princípios que nos podem ajudar. Por exemplo:

  • Planeie com antecedência o que fazer caso aconteça um desastre natural. A Bíblia diz: “Quem é prudente vê o perigo e esconde-se.” (Provérbios 22:3) É sábio planear o que vamos fazer caso aconteça um desastre natural. Entre outras coisas, podemos preparar um kit de emergência que esteja pronto a ser usado, e combinar com os membros da nossa família um ponto de encontro.

  • Dê mais valor à vida do que a coisas materiais. A Bíblia diz: “Não trouxemos nada ao mundo e nada podemos levar connosco.” (1 Timóteo 6:7, 8) Precisamos de estar dispostos a deixar para trás a nossa casa e os nossos bens para escapar de um desastre. Temos de nos lembrar de que a nossa vida vale muito mais do que coisas materiais. — Mateus 6:25.