Ir para conteúdo

O que diz a Bíblia sobre o Natal?

O que diz a Bíblia sobre o Natal?

A resposta da Bíblia

A Bíblia não informa a data do nascimento de Jesus nem diz que devemos comemorar o seu aniversário. A Cyclopedia de McClintock e Strong comenta: “A celebração do Natal não foi divinamente instituída, nem se origina do NT [Novo Testamento].”

Na verdade, uma análise da história do Natal revela que esta celebração se origina de rituais religiosos pagãos. A Bíblia mostra que, se tentarmos adorar a Deus de um modo que ele não aprova, estamos a ofendê-lo. — Êxodo 32:5-7.

História de alguns costumes natalícios

  1. Celebração do aniversário de Jesus: “Os primeiros cristãos não celebravam [o] nascimento [de Cristo] porque consideravam a celebração do aniversário um costume pagão.” — Enciclopédia Delta Universal.

  2. Dia 25 de dezembro: Não existem provas de que Jesus tenha nascido nessa data. É provável que os líderes da Igreja tenham escolhido essa data para coincidir com as festas pagãs realizadas no solstício de inverno ou perto dessa ocasião.

  3. Troca de presentes, banquetes e festas: A obra The Encyclopedia Americana diz: “As saturnais, festa romana celebrada em meados de dezembro, forneceram o modelo para muitos costumes festivos do Natal. Desta celebração, por exemplo, derivam-se os banquetes sumptuosos, a troca de presentes e a queima de velas.” A Encyclopædia Britannica menciona que “todos os trabalhos e negócios eram interrompidos” durante as saturnais.

  4. Luzes de Natal: De acordo com a The Encyclopedia of Religion (Enciclopédia da Religião), os europeus decoravam as suas casas “com luzes e todo o tipo de árvores de folha persistente” para celebrar o solstício de inverno e combater espíritos maus.

  5. Visco e azevinho: Em muitos países, essas plantas, geralmente, são usadas em decorações de Natal. “Os druidas atribuíam propriedades mágicas ao visco. O azevinho era adorado como uma promessa de que o Sol retornaria.” — The Encyclopedia Americana.

  6. Árvore de natal: “O culto de árvores, ato comum entre os europeus pagãos, sobreviveu à conversão deles ao cristianismo.” Um exemplo atual disso é o costume de “colocar uma árvore de natal na entrada ou dentro de casa durante as festividades em meados do inverno”. — Encyclopædia Britannica.