Ir para conteúdo

OS JOVENS PERGUNTAM

O que fazer se eu tiver um problema de saúde? (Parte 1)

O que fazer se eu tiver um problema de saúde? (Parte 1)

Conheces algum jovem com um problema grave de saúde? Tu tens alguma doença ou incapacidade que te impede de fazer as coisas que outros da tua idade fazem?

Nesse caso, é natural que às vezes te sintas desanimado. No entanto, a Bíblia tem dois pensamentos consoladores:

  • O teu Criador, Jeová Deus, conhece a tua situação. Mais do que isso, ‘ele cuida de ti’. — 1 Pedro 5:7.

  • Jeová Deus vai curar todas as doenças! Podes ler isso na Bíblia em Isaías 33:24 e em Apocalipse 21:1-4.

Muitos jovens que passam por problemas de saúde desafiadores perceberam que ter fé em Deus e nas suas promessas os fortalece. Considera quatro exemplos.

 YEIMY

Aos 11 anos, eu já precisava de uma cadeira de rodas. Não consigo fazer tarefas simples como levantar objetos, mesmo que sejam leves.

Aos cinco anos, fui diagnosticada com distrofia muscular, uma doença degenerativa que me limita bastante. Às vezes, fico desanimada porque não consigo fazer o que outros da minha idade fazem. Mas os meus pais e a congregação dão-me apoio físico, emocional e espiritual. Estou no serviço de tempo integral, e outros cristãos acompanham-me quando vou dirigir estudos a pessoas interessadas.

Jesus disse que cada dia tem as suas próprias dificuldades. (Mateus 6:24) Por isso, tento viver um dia de cada vez e estabeleço alvos realistas que consiga alcançar. Anseio o dia em que, no novo mundo de Deus, poderei ter a “verdadeira vida”, livre desta doença. — 1 Timóteo 6:19.

Para pensar: A Yeimy acha útil ‘estabelecer alvos realistas’. Como podes fazer o mesmo? — 1 Coríntios 9:26.

 MATTEO

Comecei a ter dores nas costas quando tinha 6 anos, e, inicialmente, os médicos disseram que era dores de crescimento. Mas, um ano depois, descobriram que eu tinha um tumor na coluna.

Fui operado, mas o cirurgião só conseguiu remover cerca de 40% do tumor. Passados apenas dois meses, o tumor já estava novamente do mesmo tamanho! Desde aí, a minha vida resume-se a exames, tratamentos e desilusões.

Às vezes, por causa do tumor, tenho dores terríveis, que parecem facadas, principalmente nas costas e no peito. Mesmo assim, tento não pensar muito na minha situação. Tento lembrar-me de que outros também passam por coisas terríveis e que, apesar disso, continuam otimistas. O que mais me ajuda a manter uma atitude positiva é a minha confiança de que, um dia, Jeová Deus irá cumprir a sua promessa de acabar com todo o sofrimento. — Apocalipse 21:4.

Para pensar: Como é que meditar na promessa divina de acabar com o sofrimento te pode ajudar a não desistir, assim como tem ajudado o Matteo? — Isaías 65:17.

 BRUNA

Como os sintomas da minha doença não são visíveis, algumas pessoas talvez pensem que sou preguiçosa. Mas, na realidade, tudo é muito difícil para mim, incluindo tarefas domésticas, estudar ou até levantar-me da cama.

Quando tinha 16 anos, fui diagnosticada com esclerose múltipla, uma doença debilitante e progressiva que me tem impedido, não só de trabalhar, mas também de participar em atividades cristãs da forma que eu gostaria. Leio repetidamente 1 Pedro 5:7, que diz para ‘lançarmos sobre Deus toda a nossa ansiedade, porque ele cuida de nós’. Pensar em como Jeová se preocupa com cada um de nós tem-me fortalecido muito.

Para pensar: Como é que te podes beneficiar por lançares sobre Jeová as tuas ansiedades, assim como faz a Bruna? — Salmo 55:22.

 ANDRÉ

Algumas pessoas tratam-me como se eu fosse uma criança de 10 anos. Mas elas não têm culpa; a verdade é que pareço mesmo ter essa idade.

Aos 2 anos, fui diagnosticado com um tipo raro de cancro que começou na medula espinal e que se estendeu até ao cérebro. Os médicos conseguiram controlar a doença, mas os tratamentos afetaram o crescimento. Atualmente, só tenho 1 metro e 37 centímetros de altura. Muitas pessoas acham que estou a mentir quando lhes digo que tenho 18 anos!

Na congregação cristã, as pessoas tratam-me com dignidade. Ninguém faz brincadeiras de mau gosto, como os outros faziam na escola. Tento manter uma atitude positiva em relação à minha situação. Eu tive a oportunidade de conhecer a Jeová, a melhor coisa que pode acontecer a alguém. Não importa o que tenha de enfrentar, tenho a certeza de que Jeová cuida sempre de mim. Pensar no maravilhoso novo mundo que Jeová Deus prometeu, ajuda-me a manter uma atitude positiva. — Isaías 33:24.

Para pensar: Porque é que conhecer a Jeová, como disse o André, é “a melhor coisa que pode acontecer a alguém”? — João 17:3.