Ir para conteúdo

OS JOVENS PERGUNTAM

Como parar de pensar em sexo?

Como parar de pensar em sexo?

“Pensamentos sobre sexo surgem-me do nada, e depois não consigo pensar noutra coisa. É como se outra pessoa estivesse a controlar o meu cérebro.” — Vera.

“Não pensar em sexo parece ser algo impossível. É quase mais fácil bater os braços como se fossem asas e começar a voar.” — John.

Já te sentiste como a Vera ou como o John? Se já, este artigo pode ajudar-te.

 Porque é que é importante que pares de pensar em sexo?

“O meu tio disse-me que Deus não me teria dado desejos sexuais se ele não quisesse que eu os satisfizesse,” disse um jovem chamado Alex.

Parte do que o tio do Alex disse está correto: Deus realmente deu-nos desejos sexuais, e há uma boa razão para ele ter feito isso. A humanidade só existe devido à procriação. Então, porque é que te deverias preocupar em não pensar tanto em sexo? Seguem-se duas boas razões.

  • A Bíblia ensina que o propósito de Deus é que as relações sexuais só existam entre um homem e uma mulher que estejam casados um com o outro. — Génesis 1:28; 2:24.

    Se respeitares este princípio e fores solteiro, ficar a pensar em sexo só te vai deixar frustrado. Isso até poderia levar-te a parar de resistir à tentação e a fazer sexo – uma decisão da qual muitos se arrependeram.

  • Aprender a evitar pensar em sexo faz parte de algo mais importante: desenvolver autodomínio. — 1 Coríntios 9:25.

Esta qualidade tem um papel chave para teres sucesso na vida, tanto agora como no futuro. Na verdade, investigadores descobriram que crianças que demonstram autodomínio têm menos probabilidade de ter, mais tarde na vida, problemas financeiros, de saúde ou com a justiça. *

 Porque é que é tão difícil?

Para além de vivermos num mundo obcecado por sexo, as hormonas podem fazer com que parar de pensar em sexo seja um desafio.

“Parece que todas as séries de televisão apresentam o sexo antes do casamento como algo positivo, sem mostrar quaisquer perigos. É fácil ficar a pensar em coisas erradas quando o sexo impróprio parece não ter nenhuma consequência negativa.” — Ruth.

“No trabalho, sem querer, oiço muitas conversas sobre sexo que despertam a minha curiosidade. O sexo imoral parece tão normal que é difícil pensar nele como sendo errado.” — Nicole.

“É fácil baixar a guarda quando estás a ver fotos nas redes sociais. Uma imagem sexual pode ficar gravada na tua mente de tal forma que depois é a coisa mais difícil de esquecer!” — Maria.

Fatores como estes podem fazer-te sentir como o apóstolo Paulo. Ele escreveu: “Quando quero fazer o que é certo, está presente em mim o que é mau.” — Romanos 7:21.

Não permitas que pensamentos errados façam um ninho na tua cabeça

 O que podes fazer

Pensa noutras coisas. Tenta focar a tua mente em outras coisas sem ser sexo. Pode ser um hobby, um desporto, exercícios físicos ou qualquer atividade que te interesse e que consiga redireccionar a tua atenção. ”Ler a Bíblia ajuda”, diz uma jovem chamada Valerie. “A Bíblia contém pensamentos superiores aos nossos, e quando os tens na tua mente, não tens muito espaço para outras coisas.”

É verdade que é normal ter pensamentos sobre sexo. Mas o que fazes com esses pensamentos depende de ti. Se assim o escolheres, tens o poder de te livrar deles.

“Quando perco o controlo dos meus pensamentos, obrigo-me a pensar noutras coisas. Eu também tento identificar o que é que me fez pensar no que não queria. Pode ter sido uma música que tenho de remover da minha playlist ou uma foto que tenho de apagar.” — Helena.

Princípio bíblico: “Tudo o que é justo, tudo o que é casto [ou, moralmente “puro”, nota] [...] continuem a considerar estas coisas.” — Filipenses 4:8.

Escolhe boas companhias. Se os teus amigos estiverem sempre a falar sobre sexo, vai ser difícil manteres a tua mente limpa.

“Quando era adolescente, eu tinha de lutar muito para controlar os meus pensamentos, e uma grande parte do problema eram as minhas companhias. Quando estás com pessoas que dizem que não há nada de mal em ser imoral, começas a focar-te nos teus sentimentos e isso é só pôr mais lenha na fogueira.” — Sarah.

Princípio bíblico: ”Quem anda com os sábios irá tornar-se sábio, mas quem se junta aos tolos acabará mal.” — Provérbios 13:20.

Evita diversão imprópria. Não é segredo nenhum que praticamente todos os aspetos da indústria do entretenimento incluem conteúdo sexual. ”No meu caso, a música é o que mais me afeta,” diz a Nicole. “Pode alimentar os teus desejos de tal forma que eles parecem incontroláveis.”

“Eu comecei a ver filmes e séries que tinham muito conteúdo sexual. Quando me dei conta, já andava a pensar muito em sexo. Foi fácil identificar a fonte desses pensamentos. Assim que parei de ver esses filmes e essas séries, deixei de pensar tanto em sexo. Quando escolho bem a minha diversão, a luta contra pensamentos impróprios torna-se muito mais fácil.” — Joanne.

Princípio bíblico: ”A imoralidade sexual, todo o tipo de impureza e a ganância não sejam sequer mencionadas entre vocês.” — Efésios 5:3.

Conclusão: Alguns pensam que os nossos impulsos sexuais são tão importantes que não devem – nem podem – ser controlados. Mas a Bíblia mostra precisamente o contrário. Por afirmar que podemos controlar os nossos pensamentos, a Bíblia confere-nos dignidade.

Princípio bíblico: “Continuem a renovar a vossa maneira de pensar.” — Efésios 4:23.

^ par. 16 As pessoas casadas também precisam de autodomínio – mais uma razão para desenvolveres esta qualidade agora, enquanto ainda és solteiro.