Ir para conteúdo

Ir para índice

Fenómenos climatéricos extremos – Será que a Bíblia pode ajudar-nos a saber o que fazer?

Fenómenos climatéricos extremos – Será que a Bíblia pode ajudar-nos a saber o que fazer?

 Já alguma vez foi afetado por fenómenos climatéricos extremos? Eventos assim têm afetado a vida de milhões de pessoas. As condições meteorológicas adversas e os seus efeitos nefastos manifestam-se de muitas formas diferentes. Furacões, tufões, ciclones e tornados muitas vezes causam tempestades e forte agitação marítima, bem como inundações ou ventos que causam grandes prejuízos. Chuvas intensas podem resultar em deslizamentos de terra e tempestades podem dar origem a relâmpagos que, por sua vez, provocam incêndios florestais altamente destrutivos. Secas, ondas de calor e tempestades de inverno podem tornar-se igualmente devastadoras.

 A frequência e a intensidade dos desastres naturais têm vindo a aumentar em muitas regiões do mundo. Segundo relatórios da Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, “o número de pessoas afetadas por catástrofes também continua a subir, à medida que cada vez mais desastres naturais, em especial inundações, tempestades e secas, geram o caos nas suas vidas e nos seus meios de subsistência, resultando em milhões de deslocados todos os anos”.

 Na sequência desses eventos, as pessoas sofrem tanto em sentido físico como emocional. Talvez tenham de lidar com o trauma de ter perdido as suas posses, a sua casa ou até um ente querido na morte.

 Se tiver sofrido os efeitos de fenómenos climatéricos extremos, a Bíblia pode ajudá-lo a lidar com isso, dando-lhe consolo, esperança e conselhos práticos que têm ajudado inúmeras vítimas de desastres naturais. (Romanos 15:4) A Bíblia também responde a perguntas importantes que atormentam muitas pessoas, tais como: Porque é que Deus permitiu que isto acontecesse? Será que ele me está a castigar?

Os fenómenos climatéricos extremos da atualidade não são um castigo de Deus

 A Bíblia ensina que Deus não é responsável pelo sofrimento das pessoas e garante-nos que “com coisas más, Deus não pode ser provado, nem prova ele a ninguém”. (Tiago 1:13) Isto significa que ele não está por detrás dos fenómenos climatéricos extremos que afetam as pessoas hoje.

 É verdade que a Bíblia fala de ocasiões em que Deus usou as forças da natureza para punir pessoas más. Mas esses eventos não eram como os desastres naturais que causam destruição hoje em dia, que acontecem sem aviso e afetam tanto os bons como os maus. Pelo contrário, os relatos bíblicos revelam que Deus sempre protegeu os inocentes, deu avisos com antecedência e explicou os motivos das suas ações. Por exemplo, Deus explicou por que razão ia trazer o Dilúvio global nos dias de Noé, providenciou avisos antes de o trazer e protegeu Noé e a sua família. — Génesis 6:13; 2 Pedro 2:5.

 Para entender melhor como podemos ter a certeza de que as calamidades naturais atuais não são um castigo de Deus, leia o artigo “O que é que a Bíblia diz sobre desastres naturais?”.

Deus importa-se com as vítimas de fenómenos climatéricos extremos

 A Bíblia revela que Jeová a Deus demonstra amor e empatia. Considere os seguintes textos bíblicos encorajadores.

  •   Isaías 63:9: “Durante toda a aflição deles, [Deus] também ficou aflito.”

     Significado: Jeová sente-se profundamente afetado pelo sofrimento das pessoas.

  •   1 Pedro 5:7: “Ele cuida de vocês.”

     Significado: Jeová preocupa-se com o nosso bem-estar.

 A preocupação e a empatia de Jeová levam-no a agir. Ele oferece consolo através de conselhos práticos da Bíblia e da esperança confiável de um futuro sem desastres naturais. — 2 Coríntios 1:3, 4.

Os fenómenos climatéricos extremos deixarão de ser um problema

 A Bíblia revela a promessa de Jeová de ‘nos dar um futuro e uma esperança’. (Jeremias 29:11) Ele pretende que as pessoas usufruam a vida numa terra paradisíaca, sem terem de viver com medo de condições meteorológicas adversas. — Génesis 1:28; 2:15; Isaías 32:18.

 Deus trará um futuro assim através do seu Reino, um governo celestial liderado por Jesus. (Mateus 6:10) Jesus tem a sabedoria e o poder necessários para prevenir desastres climatéricos. Quando Jesus estava na terra, demonstrou o seu poder para controlar as condições meteorológicas. (Marcos 4:37-41) Ele vai governar com compreensão e sabedoria, ensinando os humanos a cuidar devidamente do ambiente e a viver em harmonia com a natureza. (Isaías 11:2) Sob a liderança de Jesus, as pessoas nunca mais serão prejudicadas por um clima extremo.

 Talvez pergunte: ‘Quando é que Jesus usará o seu poder para controlar o clima?’. Para responder a essa pergunta, leia o artigo: “Quando é que o Reino de Deus vai governar a Terra?”.

Lidar com fenómenos climatéricos extremos hoje

 Os conselhos da Bíblia podem ajudar-nos antes, durante e depois de fenómenos climatéricos extremos.

  •   Antes: Preparar-se para agir prontamente.

     O que a Bíblia diz: “Quem é prudente vê o perigo e esconde-se, mas os inexperientes vão em frente e sofrem as consequências.” — Provérbios 22:3.

     Significado: Antecipe potenciais perigos para que possa agir rapidamente e proteger a sua família.

     Experiência: “No dia em que escapámos do incêndio florestal, estávamos preparados. Tínhamos as mochilas de emergência. Tínhamos a medicação. Tínhamos a roupa. À nossa volta toda a gente estava em pânico, sem conseguir pensar claramente. Mas nós tínhamos tudo o que era preciso, e sou muito grata por isso!” — Tamara, Califórnia, EUA

  •   Durante: Concentrar-se no mais importante.

     O que a Bíblia diz: “Mesmo quando alguém tem abundância, a sua vida não vem das coisas que possui.” — Lucas 12:15.

     Significado: A vida é mais importante do que os bens materiais.

     Experiência: “Quando o tufão Lawin b destruiu a nossa casa, eu não conseguia pensar claramente no que devia fazer. Mas uma coisa que fiz foi orar sinceramente a Jeová Deus. Percebi que tínhamos perdido apenas coisas materiais e não as nossas vidas.” — Leslie, Filipinas.

  •   Depois: Viver um dia de cada vez.

     O que a Bíblia diz: “Nunca fiquem ansiosos por causa do amanhã, pois o amanhã terá as suas próprias ansiedades. Basta a cada dia as suas próprias dificuldades.” — Mateus 6:34.

     Significado: Não devemos ficar demasiado preocupados com problemas futuros.

     Experiência: “Depois de a minha casa ser inundada pelo furacão Irma, tive de tomar mais decisões do que nunca e o meu nível de stress estava no máximo. Tentei seguir o conselho bíblico de viver um dia de cada vez. Descobri que, com a ajuda de Jeová, posso lidar com muito mais coisas do que alguma vez imaginei.” — Sally, Florida, EUA

 Para obter mais sugestões práticas, leia o artigo: “Tragédias – O que fazer quando sua vida está em jogo”.

a Jeová é o nome pessoal de Deus. — Salmo 83:18.

b Também conhecido como tufão Haima.