Ir para conteúdo

Ir para índice

Profecias que já se cumpriram

Profecias que já se cumpriram

No início desta revista, falámos sobre a lenda de como Creso foi enganado pelo oráculo de Delfos e perdeu a guerra contra o rei da Pérsia. Por outro lado, a Bíblia contém uma incrível profecia a respeito desse rei da Pérsia que se cumpriu nos mínimos detalhes.

Com cerca de 200 anos de antecedência – muito tempo antes de o rei da Pérsia ter nascido – o profeta hebreu Isaías mencionou por nome o rei Ciro e explicou como ele conquistaria a poderosa cidade de Babilónia.

Isaías 44:24, 27, 28: “Assim diz Jeová, [...] ‘Aquele que diz às águas profundas: “Evaporem-se! Secarei todos os teus rios”; Aquele que diz a respeito de Ciro: “Ele é o meu pastor e realizará tudo o que for da minha vontade”; Aquele que diz a respeito de Jerusalém: “Ela será reconstruída”, e do templo: “O teu alicerce será lançado.”’”

De acordo com o historiador grego Heródoto, o exército de Ciro desviou as águas do rio Eufrates, que atravessava a cidade de Babilónia. Com isso, o nível da água baixou. Essa estratégia de Ciro permitiu que os seus soldados entrassem na cidade pelo leito do rio. Depois de Ciro ter conquistado a cidade, libertou os judeus que estavam cativos e deixou-os voltar para reconstruir Jerusalém, que tinha sido destruída 70 anos antes.

Isaías 45:1: “Assim diz Jeová ao seu ungido, a Ciro, a quem seguro pela mão direita para subjugar diante dele nações e desarmar reis, para abrir diante dele as portas duplas, de modo que os portões não estarão fechados.”

Os soldados persas entraram em Babilónia pelas enormes portas duplas na muralha da cidade, que por descuido tinham ficado abertas. Se os babilónios soubessem dos planos de Ciro, poderiam ter fechado todos os portões que davam para o rio. Mas não fizeram isso, e a cidade ficou desprotegida.

Esta é apenas uma de muitas profecias da Bíblia que se cumpriram nos mínimos detalhes. * Muitos que tentam prever o futuro dizem que fazem isso com a ajuda dos seus deuses –  deuses falsos. A Bíblia é diferente; as suas profecias vêm Daquele que diz: “Desde o princípio anuncio o final, e desde os tempos antigos as coisas que ainda não foram feitas.” — Isaías 46:10.

 Só o Deus verdadeiro, Jeová, é capaz de dizer isso. Segundo alguns estudiosos esse nome significa “Ele faz com que venha a ser”. Esse nome mostra que ele pode saber o futuro e moldar os acontecimentos de acordo com a sua vontade. Isso dá-nos a certeza de que ele pode cumprir tudo o que prometeu.

PROFECIAS QUE SE ESTÃO A CUMPRIR

Gostaria de saber o que as profecias da Bíblia dizem sobre os nossos dias? Há cerca de 2 mil anos, a Bíblia predisse que os “últimos dias” seriam “tempos críticos, difíceis de suportar”. Últimos dias de quê? Não são os últimos dias da Terra nem dos humanos. Mas são os últimos dias dos conflitos, da opressão e do sofrimento que têm afligido a humanidade há milhares de anos. Vamos ver algumas profecias que mostram que vivemos nos “últimos dias”.

2 Timóteo 3:1-5: “Nos últimos dias [...] os homens serão extremamente egoístas, afeiçoados ao dinheiro, presunçosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, desleais, desnaturados, não estarão dispostos a acordos, serão caluniadores, sem autodomínio, ferozes, odiarão o que é bom, serão traidores, teimosos, cheios de orgulho, amarão os prazeres em vez de a Deus e manterão uma aparência de devoção a Deus, mas rejeitarão o poder dessa devoção.”

Não concorda que hoje o comportamento das pessoas está cada vez mais parecido com o que lemos neste texto? Já percebeu que vivemos cercados de pessoas que são extremamente egoístas, afeiçoadas ao dinheiro e cheias de orgulho? Já reparou que as pessoas estão mais exigentes e insistem em fazer as coisas à sua maneira? Com certeza, já notou que é comum os filhos desobedecerem aos pais e que a maioria das pessoas ama mais a diversão do que a Deus. E as coisas estão a piorar de dia para dia.

Mateus 24:6, 7: “Vocês ouvirão falar de guerras e notícias de guerras. [...] Nação se levantará contra nação e reino contra reino.”

De acordo com alguns estudos, a quantidade de mortos em guerras e conflitos armados desde 1914 é superior a 100 milhões. Esse número é maior do que a população de muitos países! Imagine a quantidade de lágrimas, tristeza e sofrimento por trás desse grande número. Será que as nações aprenderam com isso e acabaram com as guerras?

Mateus 24:7: “Haverá falta de alimentos.”

O Programa Alimentar Mundial fez a seguinte declaração: “Num mundo que produz alimento suficiente para todos, uma em cada nove pessoas deitam-se todos os dias com o estômago vazio, ou seja, 815 milhões de pessoas. Pior ainda – uma em cada três – sofre de alguma forma de desnutrição.” Acredita-se que cerca de 3 milhões de crianças morram de fome todos os anos.

Lucas 21:11: “Haverá grandes terramotos.”

Todos os anos, cerca de 50 mil terramotos são sentidos pelos humanos. Desses terramotos, uns 100 causam danos significativos em edifícios, e um grande terramoto acontece geralmente uma vez por ano. De acordo com uma pesquisa, entre os anos de 1975 e 2000, os terramotos tiraram a vida a 471 mil pessoas.

Mateus 24:14: “Estas boas novas do Reino serão pregadas em toda a terra habitada, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim.”

Mais de 8 milhões de Testemunhas de Jeová estão a pregar as boas novas do Reino de Deus em toda a Terra, em 240 países e territórios. Elas pregam em cidades grandes e em aldeias remotas, em florestas e montanhas. A profecia diz que quando Deus achar que o trabalho já está concluído “então virá o fim.” O que é que isso significa? Que os governos humanos vão acabar e serão substituídos pelo Reino de Deus. Que promessas se vão cumprir quando o Reino de Deus estiver a governar? Continue a ler esta revista para descobrir.