Ir para conteúdo

Ir para índice

 ESTUDO 35

Os humildes são preciosos para Jeová

Os humildes são preciosos para Jeová

‘Jeová olha para o humilde.’ — SAL. 138:6.

CÂNTICO 48 Caminhamos Sempre com Jeová

O QUE VAMOS VER *

1. O que é que Jeová sente pelas pessoas humildes? Explique.

JEOVÁ ama quem é humilde. Apenas aqueles que são realmente humildes podem ter uma amizade achegada com ele. Por outro lado, ‘ele só conhece o arrogante de longe’. (Sal. 138:6) Todos nós queremos agradar a Jeová e sentir o seu terno amor. Por isso, temos bons motivos para aprendermos a ser humildes.

2. O que vamos ver neste estudo?

2 Neste estudo, vamos encontrar as respostas a três perguntas: (1) O que é a humildade? (2) Porque temos de ser humildes? (3) Que situações podem testar a nossa humildade? Como veremos neste artigo, mostrar humildade deixa Jeová feliz e faz-nos bem. — Pro. 27:11; Isa. 48:17.

O QUE É A HUMILDADE?

3. O que é a humildade?

3 Uma pessoa humilde não se acha melhor do que as outras e não é orgulhosa. A Bíblia mostra que uma pessoa humilde sabe qual é a sua posição em relação a Jeová Deus e em relação a outras pessoas. Quem é humilde reconhece que todas as pessoas são superiores a si em algum aspeto. — Fil. 2:3, 4.

4-5. Será que, só pelo comportamento de uma pessoa, podemos dizer que ela é humilde? Explique.

4 Algumas pessoas, aparentemente, são humildes. Elas talvez sejam tímidas ou, então, por causa da maneira como foram criadas, sabem mostrar respeito e educação ao falar  com outros. No entanto, no íntimo, podem ser pessoas muito orgulhosas. Mais cedo ou mais tarde, essas pessoas vão mostrar quem realmente são. — Luc. 6:45.

5 Por outro lado, pessoas que parecem ser confiantes e que dizem o que pensam não são necessariamente orgulhosas. (João 1:46, 47) Mesmo assim, pessoas extrovertidas precisam de ter cuidado para não confiarem nas suas próprias habilidades. Não importa se somos tímidos ou extrovertidos, todos temos de nos esforçar para ter um coração humilde.

O apóstolo Paulo tinha um ponto de vista humilde sobre si próprio (Veja o parágrafo 6.) *

6. O que aprendemos do exemplo de Paulo em 1 Coríntios 15:10?

6 Pense no exemplo do apóstolo Paulo. Ele foi muito usado por Jeová para estabelecer congregações numa cidade após outra. É provável que ele tenha feito mais no ministério do que qualquer outro apóstolo de Jesus. Paulo, porém, não se colocou acima dos seus irmãos. Com humildade, ele admitiu: “Sou o menos importante dos apóstolos, e não sou digno de ser chamado apóstolo, porque persegui a congregação de Deus.” (1 Cor. 15:9) A seguir, Paulo disse que só podia ter uma boa relação com Jeová por causa da bondade imerecida de Deus, e não por causa das suas próprias qualidades ou das coisas que tinha feito. (Leia 1 Coríntios 15:10.) Com certeza, Paulo deu uma grande lição de humildade na sua carta aos coríntios – especialmente quando nos lembramos de que alguns homens da congregação queriam provar que eram melhores do que Paulo! — 2 Cor. 10:10.

Karl Klein, um irmão humilde que fez parte do Corpo Governante (Veja o parágrafo 7.)

7. Como é que um irmão muito conhecido mostrou que era humilde?

7 Uma biografia muito encorajadora é a do irmão Karl Klein, que foi membro do Corpo Governante. Na sua biografia, o irmão Karl  admitiu com humildade muitos desafios que enfrentou durante a sua vida. Por exemplo, ele contou que, na década de 1920, foi pregar de casa em casa pela primeira vez. No entanto, ele achou isso tão difícil que, durante cerca de dois anos, não voltou a sair à pregação. Mais tarde, quando estava em Betel, o irmão Karl, durante algum tempo, ficou ressentido com um irmão que lhe tinha dado um conselho. Além disso, ele teve um esgotamento nervoso, mas, depois, recuperou. Apesar de tudo isso, o irmão Karl recebeu muitas designações importantes. Agora, imagine: mesmo sendo um irmão muito conhecido, ele foi humilde e não teve vergonha de admitir abertamente as suas fraquezas! Não é de admirar que tantos irmãos e irmãs se lembrem com carinho do irmão Karl e da sua biografia tão bonita. *

PORQUE TEMOS DE SER HUMILDES?

8. Como é que 1 Pedro 5:6 mostra que a humildade agrada a Jeová?

8 O motivo principal para sermos humildes é que isso agrada a Jeová. O apóstolo Pedro deixou isso claro. (Leia 1 Pedro 5:6.) Comentando as palavras de Pedro, o livro ‘Venha Ser Meu Seguidor’ diz: ‘O orgulho é como veneno. Os seus efeitos podem ser muito maus. É uma qualidade que pode fazer com que o humano mais talentoso se torne inútil para Deus. A humildade, por outro lado, pode tornar muito útil para Jeová até mesmo a pessoa mais simples. Deus terá prazer em recompensá-lo pela sua humildade.’ * Será que existe algo melhor do que alegrar o coração de Jeová? — Pro. 23:15.

9. Como é que a humildade pode aproximar as pessoas de nós?

9 Além de agradar a Jeová, a humildade faz-nos bem. É uma qualidade que aproxima as pessoas de nós. Como assim? Bem, tente colocar-se no lugar dos outros. (Mat. 7:12) Será que gosta de lidar com pessoas que insistem em fazer tudo à maneira delas e que nunca aceitam sugestões? Por outro lado, não acha que é bom conviver com irmãos e irmãs que mostram “empatia, amor fraternal, terna compaixão e humildade”? (1 Ped. 3:8) Se nós gostamos de estar perto de pessoas assim, temos de ser humildes para que elas também queiram estar perto de nós.

10. Em que sentido é que a humildade torna a nossa vida mais fácil?

10 A humildade também torna a nossa vida mais fácil. Às vezes, vamos ver situações que  achamos que não são corretas nem justas. O sábio rei Salomão reconheceu: “Vi servos a andar a cavalo, mas príncipes a andar a pé como se fossem servos.” (Ecl. 10:7) Pessoas com muita habilidade nem sempre vão receber o reconhecimento que merecem. E pessoas com menos habilidades, às vezes, recebem mais honra. Mesmo assim, Salomão reconheceu que o melhor que podemos fazer é aceitar a realidade, e não nos focarmos em coisas negativas. (Ecl. 6:9) Se formos humildes, será mais fácil aceitar a vida como ela é – e não como achamos que ela deveria ser.

QUE SITUAÇÕES PODEM TESTAR A NOSSA HUMILDADE?

Porque é que situações como esta podem testar a nossa humildade? (Veja os parágrafos 11 e 12.) *

11. Como devemos reagir quando recebemos um conselho?

11 Todos os dias, temos muitas oportunidades de mostrar que somos humildes. Vamos ver algumas situações. Quando recebemos conselhos. Nesses casos, seria bom lembrarmo-nos de que, se alguém se preocupou em nos dar um conselho, é porque o nosso erro deve ter sido maior do que imaginamos. Talvez o nosso primeiro impulso seja rejeitar o conselho. Pode ser que critiquemos a pessoa que nos deu o conselho ou a forma como ela nos aconselhou. No entanto, se formos realmente humildes, vamos esforçar-nos para encarar o conselho do modo correto.

12. De acordo com Provérbios 27:5, 6, porque é que nos devemos sentir gratos quando alguém nos dá um conselho? Faça uma ilustração.

12 Uma pessoa humilde sente-se grata quando recebe um conselho. Para ilustrar: imagine que está no Salão do Reino. Depois de falar com vários irmãos, um deles puxa-o para um canto e diz-lhe em voz baixa: “Tens uma coisa nos dentes.” Sem dúvida, você ficaria envergonhado. Mas não se sentiria grato por esse irmão o ter avisado? Provavelmente, até teria preferido que alguém lhe tivesse dito isso antes! Do mesmo modo, se um irmão tem a coragem de nos dar um conselho de que estamos a precisar, devemos ser humildes e agradecer. Temos de ver esse irmão como nosso amigo, e não como inimigo. — Leia Provérbios 27:5, 6; Gál. 4:16.

Porque temos de ser humildes quando outros recebem privilégios de serviço? (Veja os parágrafos 13 e 14.) *

13. Como podemos mostrar humildade quando outros recebem privilégios de serviço?

13 Quando outros recebem privilégios de serviço. Um ancião chamado Jason admite: “Às vezes, quando eu vejo outros a receberem um privilégio, pergunto-me porque é que eu não fui escolhido.” Já se sentiu assim? Não é errado querer fazer mais no serviço  de Jeová. (1 Tim. 3:1) No entanto, temos de proteger a nossa mente. Se não tivermos cuidado, podemos deixar que o orgulho cresça no nosso coração. Por exemplo, um irmão talvez comece a achar que é o mais qualificado para cuidar de uma designação. Ou a esposa de um irmão talvez pense: ‘O meu marido cuidaria dessa designação muito melhor do que fulano!’ Se formos realmente humildes, não teremos esse espírito orgulhoso.

14. O que aprendemos da reação de Moisés quando outros receberam privilégios?

14 Podemos aprender muito do exemplo de Moisés. Sem dúvida, ele dava muito valor à sua designação de liderar a nação de Israel. Mas, numa ocasião, Jeová permitiu que outros homens trabalhassem juntamente com Moisés. Como é que Moisés reagiu? Não ficou com ciúmes. (Núm. 11:24-29) Ele também foi humilde quando dividiu com outros homens o trabalho de julgar o povo. (Êxo. 18:13-24) Moisés não colocou os seus privilégios acima do bem-estar do povo. Ele sabia que, quanto mais pessoas ajudassem a julgar os israelitas, melhor seria para a nação. Que ótimo exemplo para nós! Não nos podemos esquecer de que, se quisermos ser úteis para Jeová, a nossa humildade deve ser maior do que as nossas habilidades. Lembre-se de que, “embora Jeová seja elevado, ele olha para o humilde”. — Sal. 138:6.

15. Por que mudanças passaram muitos irmãos?

15 Quando passamos por mudanças. Nos últimos anos, muitos irmãos com décadas de experiência mudaram de designação. Por exemplo, em 2014, os superintendentes de distrito e as suas esposas foram convidados para servir em outras modalidades do serviço de tempo integral. A partir desse mesmo ano, o Corpo Governante decidiu que os irmãos que completassem 70 anos de idade teriam de deixar o serviço de superintendente  de circuito, e os irmãos que fizessem 80 anos não poderiam continuar a ser coordenadores do corpo de anciãos da congregação. Além disso, muitos betelitas foram designados para servir como pioneiros. Já outros servos de tempo integral especial tiveram de sair do serviço por causa de problemas de saúde, obrigações familiares ou outros motivos pessoais.

16. Como é que os nossos irmãos e irmãs mostraram humildade ao passar por mudanças?

16 Para estes irmãos, lidar com as mudanças não foi nada fácil. Eles gostavam muito das suas designações. Em alguns casos, já estavam há anos na mesma designação. Por isso, quando receberam uma nova designação, alguns passaram por um período de “luto” enquanto se adaptavam. Mas, com o tempo, conseguiram adaptar-se bem. Porquê? Acima de tudo, porque esses irmãos amam muito a Jeová. Eles sabem que se dedicaram a Deus – não a um trabalho, a um título ou a uma designação. (Col. 3:23) Eles sentem-se felizes por continuarem a servir humildemente a Jeová em qualquer designação. ‘Lançam sobre ele toda a sua ansiedade’, porque sabem que Jeová cuida deles. — 1 Ped. 5:6, 7.

17. Porque é bom seguir o que a Palavra de Deus nos diz sobre sermos humildes?

17 Sentimo-nos muito gratos por a Palavra de Deus nos incentivar a ter humildade! Quando somos humildes, fazemos bem a nós próprios e a outros. Conseguimos lidar melhor com os desafios da vida. E o mais importante é que nos achegamos ainda mais ao nosso querido Pai celestial. Como é bom saber que Jeová, apesar de ser “o Enaltecido e Elevado”, tem muito amor pelos humildes e considera-os preciosos! — Isa. 57:15.

CÂNTICO 45 Os Pensamentos do Meu Coração

^ par. 5 Uma das qualidades mais importantes que precisamos de ter é a humildade. O que é a humildade? Porque temos de ser humildes? Como é que a nossa humildade pode ser testada quando passamos por mudanças na vida? Este estudo vai analisar estas perguntas importantes.

^ par. 7 Veja o artigo ‘Jeová tem lidado comigo de modo recompensador’, na Despertai! de 22 de setembro de 1987.

^ par. 8 Veja o capítulo 3, parágrafo 23.

^ par. 53 IMAGEM: O apóstolo Paulo está na casa de um irmão com alguns cristãos, incluindo jovens. Paulo não se considerava melhor do que os outros.

^ par. 57 IMAGEM: Um irmão aceita um conselho bíblico que recebe de outro irmão mais jovem.

^ par. 59 IMAGEM: O irmão mais velho não sente ciúmes dos privilégios que o irmão mais novo recebe na congregação.