Ir para conteúdo

Ir para índice

Conheça o seu inimigo

Conheça o seu inimigo

‘Não desconhecemos as intenções de Satanás.’ — 2 COR. 2:11.

CÂNTICOS: 150 e 32

1. Que informações é que Jeová deu no Éden sobre o nosso inimigo?

ADÃO sabia que as cobras não falam. Por isso, ele deve ter percebido que quem falou com Eva foi uma criatura espiritual. (Gén. 3:1-6) Adão e Eva nem sequer conheciam essa criatura espiritual. Mesmo assim, Adão decidiu virar as costas a Jeová e ficar do lado de alguém que nem sabia quem era. (1 Tim. 2:14) Logo naquele momento, Jeová começou a dar algumas informações sobre quem era esse inimigo. Ele prometeu que o inimigo seria destruído. Mas Jeová também avisou que, até isso acontecer, a criatura espiritual que falou por meio da cobra iria ser inimiga de todos aqueles que amam a Deus. — Gén. 3:15.

2, 3. Pelos vistos, porque é que Jeová deu poucas informações sobre Satanás antes de o Messias vir?

2 Jeová, na sua grande sabedoria, achou melhor nunca nos dizer o nome do anjo que se rebelou contra ele. * Foi só cerca de 2500 anos depois da rebelião no Éden que Jeová se referiu a esse inimigo. Ele usou o título “Satanás”, que significa  “opositor”. (Jó 1:6) Na verdade, apenas três livros das Escrituras Hebraicas mencionam o título “Satanás”: 1 Crónicas, Jó e Zacarias. Jeová só decidiu dar mais informações sobre esse inimigo depois de o Messias vir. Porquê?

3 O objetivo principal das Escrituras Hebraicas era ajudar as pessoas a identificar e seguir o Messias. (Luc. 24:44; Gál. 3:24) Por isso, é provável que Jeová tenha decidido não ocupar muito espaço das Escrituras Hebraicas a falar de Satanás e do que ele faz, e sim dar destaque ao Messias. Depois de o Messias vir, Jeová deixou que Jesus e os seus discípulos nos dessem a maioria das informações que temos sobre Satanás e os anjos maus. * Isso faz sentido, porque Jeová vai usar Jesus e os ungidos para destruir Satanás e os seus seguidores. — Rom. 16:20; Apo. 17:14; 20:10.

4. Porque é que não precisamos de ter medo do Diabo?

4 O apóstolo Pedro chama “leão que ruge” a Satanás, o Diabo, e João chama-lhe “dragão” e “serpente”. (1 Ped. 5:8; Apo. 12:9) No entanto, não precisamos de ter medo do Diabo. O poder dele tem limites. (Leia Tiago 4:7.) Nós temos Jeová, Jesus e os anjos fiéis para nos proteger. Com eles do nosso lado, podemos enfrentar os ataques do nosso inimigo. Mesmo assim, temos de saber a resposta a três perguntas importantes: O que é que Satanás controla? O que é que ele faz para tentar influenciar uma pessoa? E até onde vai o poder dele? Vamos ver as respostas a essas perguntas e também que lições podemos aprender.

O QUE É QUE SATANÁS CONTROLA?

5, 6. Porque é que os governos humanos não conseguem fazer as mudanças de que a humanidade mais precisa?

5 Um grande número de anjos ficou do lado de Satanás. Antes do Dilúvio, Satanás conseguiu convencer, pelo menos, alguns deles a terem relações sexuais com as mulheres na Terra. A Bíblia falou disso de modo simbólico, quando disse que o dragão “arrastou um terço das estrelas do céu e lançou-as para baixo, para a terra”. (Gén. 6:1-4; Judas 6; Apo. 12:3, 4) Quando esses anjos decidiram abandonar a família de Deus, colocaram-se debaixo do controlo de Satanás. No entanto, esses anjos não são apenas um grupo de desordeiros. No mundo espiritual, Satanás montou uma imitação do Reino de Deus. Nesse reino, Satanás é o rei, e ele organizou os demónios, deu-lhes autoridade e fez deles governantes do mundo. — Efé. 6:12.

6 Satanás usa a sua organização invisível para controlar todos os governos humanos. Nós sabemos disso porque, quando Satanás ofereceu a Jesus “todos os reinos da terra”, ele disse: “Dar-te-ei toda esta autoridade, bem como a glória destes reinos, porque ela me foi entregue e dou-a a quem eu quiser.” (Luc. 4:5, 6) É verdade que alguns governos tentam fazer coisas boas pela população, e existem governantes com boas intenções. Mas, por estarem debaixo do controlo de Satanás, nenhum governo humano vai conseguir fazer as mudanças de que a humanidade mais precisa. — Sal. 146:3, 4; Apo. 12:12.

7. Além dos governos, como é que Satanás usa a religião falsa e o comércio para enganar as pessoas? (Veja a imagem no início do estudo.)

7 Satanás e os demónios não controlam  apenas os governos. Eles também usam a religião falsa e o comércio para enganar “toda a terra habitada”. (Apo. 12:9) Por meio da religião falsa, Satanás espalha mentiras sobre Jeová. E ele está a fazer tudo o que pode para que a maioria das pessoas esqueça o nome de Deus. (Jer. 23:26, 27) Por causa disso, pessoas sinceras que acham que estão a adorar a Deus são enganadas e acabam por adorar demónios. (1 Cor. 10:20; 2 Cor. 11:13-15) Satanás também usa o comércio para espalhar as suas mentiras. Por exemplo, ele faz com que as pessoas acreditem que o segredo da felicidade é ter muito dinheiro e muitos bens. (Pro. 18:11) Os que acreditam nessa mentira usam a vida para servir as “Riquezas”, e não a Deus. (Mat. 6:24) Por fim, esse amor por coisas materiais sufoca qualquer amor que a pessoa tenha por Deus. — Mat. 13:22; 1 João 2:15, 16.

8, 9. (a) Que duas lições importantes aprendemos de Adão e Eva e dos anjos rebeldes? (b) Porque é importante saber que Satanás controla o mundo?

8 Aprendemos pelo menos duas lições importantes de Adão e Eva e dos anjos rebeldes. A primeira é que existem apenas dois lados, e nós temos de escolher um. Ou continuamos leais a Jeová ou, então, apoiamos Satanás. (Mat. 7:13) A segunda é que os benefícios que o lado de Satanás oferece duram pouco. No caso de Adão e Eva, eles ganharam a possibilidade de decidirem sozinhos o que é bom e o que é mau. Os demónios ganharam certa influência sobre os governos humanos. (Gén. 3:22) No entanto, em todos os casos, os prejuízos são sempre maiores do que qualquer benefício que Satanás possa oferecer. — Jó 21:7-17; Gál. 6:7, 8.

9 Porque é importante saber que Satanás controla o mundo? Em primeiro lugar, isso ajuda-nos a encarar os governos de modo equilibrado. Nós sabemos que Jeová quer que respeitemos as autoridades. (1 Ped. 2:17) Ele espera que sejamos obedientes às leis, desde que não entrem em conflito com as leis dele. (Rom. 13:1-4) Mas nós também sabemos que devemos ser neutros, nunca tendo preferência por um partido político ou por um governante humano. (João 17:15, 16; 18:36) Em segundo lugar, isso motiva-nos a continuar a pregar as boas novas. Nós vemos o que Satanás está a fazer com o nome e com a reputação de Jeová, e queremos que as pessoas saibam a verdade. Temos orgulho de poder levar e usar o nome de Jeová, e sabemos que amar a Deus traz muito mais benefícios do que amar o dinheiro ou coisas materiais. — Isa. 43:10; 1 Tim. 6:6-10.

 COMO É QUE SATANÁS TENTA INFLUENCIAR UMA PESSOA?

10-12. (a) Que iscos é que Satanás deve ter usado para atrair outros anjos? (b) O que aprendemos dos anjos desobedientes?

10 Satanás também tenta influenciar cada um de nós, e ele usa métodos que funcionam bem. Às vezes, ele usa um isco para atrair uma pessoa. Noutras, usa o medo para que a pessoa faça o que ele quer.

11 Satanás é tão eficiente em usar iscos que conseguiu enganar vários dos seus próprios irmãos, os anjos. Ele deve ter estudado os anjos durante algum tempo para saber qual seria o melhor isco. Alguns desses anjos morderam o isco e tiveram relações sexuais com as mulheres na Terra. Os filhos desses anjos eram gigantes que dominavam todos os humanos. (Gén. 6:1-4) Talvez Satanás tenha usado como isco para os anjos não apenas o sexo imoral, mas também a promessa de dominar a humanidade. Desse modo, ele poderia atrapalhar o cumprimento da profecia que fala do ‘descendente da mulher’. (Gén. 3:15) Se era isso o que Satanás queria, não resultou. Jeová trouxe o Dilúvio, e isso estragou os planos de Satanás e dos demónios.

Satanás usa a imoralidade sexual, o orgulho e o sobrenatural como iscos (Veja os parágrafos 12 e 13.)

12 O que aprendemos disso? A imoralidade sexual e o orgulho são iscos muito poderosos. Durante milhões de anos, os anjos desobedientes estiveram no céu, a servir a Deus. Apesar de viverem nesse ambiente, deixaram que a semente do desejo errado brotasse no coração. Do mesmo modo, muitos de nós já servimos a Deus há muitos anos. No entanto, apesar de estarmos na organização de Jeová, o desejo errado pode criar raízes no nosso coração. (1 Cor. 10:12) Por isso, devemos sempre examinar como está o nosso coração. Se encontrarmos pensamentos imorais ou sentimentos de orgulho, temos de eliminá-los imediatamente! — Gál. 5:26; leia Colossenses 3:5.

13. (a) Que outro isco é que Satanás gosta de usar? (b) Como podemos evitar cair nesse laço?

13 Outro isco eficaz que Satanás usa é a curiosidade acerca do sobrenatural. Hoje, ele não usa apenas a religião falsa para envolver as pessoas com os demónios. Ele usa também a indústria do entretenimento. Filmes, jogos eletrónicos e outras diversões fazem o sobrenatural parecer empolgante. Como podemos proteger-nos dessa armadilha? A organização de Jeová nunca fará uma lista a dizer quais são as diversões boas ou más. Cada um de nós tem de treinar a própria consciência para escolher o que está de acordo com os princípios de Jeová. (Heb. 5:14) As nossas escolhas vão ser  boas se o nosso amor a Deus for “sem hipocrisia”. (Rom. 12:9) Pergunte-se: ‘Será que o que escolho para me divertir faz com que eu pareça um hipócrita? Se um estudante da Bíblia ou uma das minhas revisitas visse o entretenimento que escolho, o que pensaria de mim?’ Se as nossas ações estiverem de acordo com as nossas palavras, será mais fácil escapar dos laços de Satanás. — 1 João 3:18.

Satanás tenta amedrontar-nos com proibições governamentais, pressão dos colegas e oposição da família (Veja o parágrafo 14.)

14. (a) Como é que Satanás nos tenta amedrontar? (b) Como podemos lidar com isso?

14 Além de usar iscos, Satanás também usa o medo. Por exemplo, ele pode fazer os governos proibirem a obra de pregação. Ou pode fazer com que os nossos colegas de trabalho ou de escola se riam de nós, só porque seguimos o que a Bíblia diz. (1 Ped. 4:4) Satanás até pode influenciar membros da nossa família que, embora tenham boas intenções, tentam convencer-nos a não assistir às reuniões. (Mat. 10:36) Como podemos lidar com isso? Primeiro, não devemos ficar surpreendidos com esses ataques diretos. Afinal, Satanás está em guerra contra nós. (Apo. 2:10; 12:17) Além disso, temos de nos lembrar sempre da grande questão que está por trás de tudo isso: Satanás diz que só servimos a Jeová quando tudo é fácil. Também diz que, se a situação se complicar, nós vamos virar as costas a Deus. (Jó 1:9-11; 2:4, 5) E, por último, confie em Jeová. Ele vai dar-nos a força necessária para enfrentar a situação. Lembre-se, ele nunca vai abandonar-nos. — Heb. 13:5.

ATÉ ONDE VAI O PODER DE SATANÁS?

15. Será que Satanás pode obrigar uma pessoa a fazer o que ela não quer? Explique.

15 Satanás não pode obrigar uma pessoa a fazer o que ela não quer. (Tia. 1:14) Muitos no mundo nem se apercebem de que estão do lado de Satanás. Mas quando uma pessoa aprende a verdade, ela pode escolher de que lado quer ficar. (Atos 3:17; 17:30) Se estivermos decididos a obedecer a Deus, Satanás não vai conseguir desviar-nos. — Jó 2:3; 27:5.

16, 17. (a) Que outras coisas é que Satanás e os demónios não podem fazer? (b) Porque não precisamos de ter medo de orar a Jeová em voz alta?

16 Há mais coisas que Satanás e os demónios não podem fazer. Por exemplo, nada na Bíblia indica que eles têm poder para ler a mente ou o coração de alguém. Só Jeová e Jesus podem fazer isso. (1 Sam. 16:7; Mar. 2:8) O que dizer, porém, se falarmos ou orarmos em voz alta? Será que precisamos de ter medo de que o Diabo ou os demónios nos escutem e tentem interferir? Não. Porquê? Pense nisto: nós não temos medo de fazer coisas boas no serviço de Jeová só porque o Diabo nos pode ver. Do mesmo modo, não devemos ter medo de orar em voz alta só porque o Diabo nos pode ouvir. Na verdade, a Bíblia tem muitos exemplos de servos de Deus que oraram em voz alta. Contudo, em nenhuma parte dela se lê que eles tinham medo de que o Diabo os ouvisse. (1 Reis 8:22, 23; João 11:41, 42; Atos 4:23, 24) Se nos esforçarmos para falar e agir do modo como Jeová quer, ele não vai deixar o Diabo fazer nada que nos cause dano permanente. — Leia Salmo 34:7.

17 Nós temos de conhecer o nosso inimigo, mas não precisamos de ter medo dele. Com a ajuda de Jeová, até um humano imperfeito pode vencer Satanás. (1 João 2:14) Se nos opusermos ao Diabo, ele vai fugir de nós. (Tia. 4:7; 1 Ped. 5:9) Hoje, parece que um dos alvos preferidos de Satanás são os jovens. O que é que eles podem fazer para não cair nas armadilhas do inimigo? O próximo estudo vai falar sobre isso.

^ par. 2 A Bíblia diz que pelo menos alguns anjos têm nome. (Juí. 13:18; Dan. 8:16; Luc. 1:19; Apo. 12:7) Mas é bem provável que Jeová tenha dado um nome a cada um dos anjos, inclusive àquele que se tornou Satanás. Afinal, a Bíblia diz que Jeová até deu um nome a cada estrela. — Sal. 147:4.

^ par. 3 O título “Satanás” aparece apenas 18 vezes nas Escrituras Hebraicas, mas 36 vezes nas Escrituras Gregas Cristãs.