Ir para conteúdo

Ir para índice

“Deem graças por todas as coisas”

“Deem graças por todas as coisas”

CONSIDERA-SE uma pessoa grata? Todos nós precisamos de pensar nisso. A Bíblia profetizou que, nos nossos dias, muitos seriam “ingratos”. (2 Tim. 3:2) Talvez já tenha conhecido pessoas que acham que toda a gente deve fazer coisas por elas. Acham que merecem esses favores e não veem a necessidade de mostrar gratidão. Não é nada agradável estar perto de pessoas assim, não acha?

Por outro lado, os servos de Jeová são incentivados: “Mostrem-se gratos.” Nós precisamos de ‘dar graças por todas as coisas’. (Col. 3:15; 1 Tes. 5:18) Temos muitos motivos para sermos gratos.

A GRATIDÃO E UM CONCEITO POSITIVO SOBRE SI MESMO

Um motivo importante para sermos sempre gratos é que isso contribui para termos um ponto de vista positivo sobre nós mesmos. Quando uma pessoa agradece, é provável que ela se sinta bem; e a pessoa que recebe o agradecimento também fica feliz. Porque é que a gratidão produz esses dois resultados? Pense no seguinte: quando alguém está disposto a fazer alguma coisa por si, isso mostra que ele ou ela o valoriza, não concorda? A pessoa importa-se consigo. Sentir essa preocupação deixa-o feliz. Podemos imaginar que foi isso o que aconteceu no caso de Rute. Boaz foi generoso com ela. Sem dúvida, Rute ficou muito feliz por saber que alguém se importava com ela. — Rute 2:10-13.

Algo ainda mais importante é sermos gratos a Deus. Sem dúvida, de vez em quando, você pensa nas muitas coisas boas que Deus já lhe deu e continua a dar. (Deut. 8:17, 18; Atos 14:17) No entanto, em vez de pensar rapidamente na bondade de Deus, porque não tirar tempo para meditar nas muitas bênçãos que você e as pessoas que ama já receberam? Meditar na generosidade do seu Criador vai aumentar a sua gratidão por ele e a sua confiança de que Jeová o ama e se importa consigo. — 1 João 4:9.

Mas não se contente em apenas meditar em como Deus é generoso e nas bênçãos que ele dá. Agradeça a Jeová pela bondade dele. (Sal. 100:4, 5) Um escritor disse certa vez: “Agradecer a outros contribui de modo significativo para a felicidade.”

A GRATIDÃO FORTALECE AMIZADES

Outro motivo para mostrarmos gratidão é que isso fortalece as nossas amizades. Todos nós precisamos de sentir que somos valorizados. Quando você agradece sinceramente algo que alguém fez por si, a vossa amizade fica mais forte. (Rom. 16:3, 4) Além disso, é mais provável que pessoas gratas ajudem outros. Elas reconhecem quando outros são bondosos com elas e sentem-se motivadas a retribuir essa bondade. Com certeza, ajudar outros traz alegria. Jesus tinha razão quando disse: “Há mais felicidade em dar do que em receber.” — Atos 20:35.

Robert Emmons, codiretor de um projeto de estudo de uma Universidade da Califórnia sobre gratidão, disse o seguinte: “Para nos sentirmos gratos, precisamos de entender que dependemos uns dos outros. Às vezes, fazemos algo por alguém, outras vezes, alguém faz algo por nós.” A verdade é que, para continuarmos vivos e termos uma vida feliz, precisamos da ajuda de outros de muitas maneiras. Por exemplo, eles talvez nos  forneçam alimento ou ajuda médica. (1 Cor. 12:21) Quem é grato deixa claro que aprecia o que outros fazem por ele. Sendo assim, pergunte-se: ‘Será que eu costumo mostrar gratidão quando alguém faz algo por mim?’

A GRATIDÃO E O NOSSO MODO DE VER AS COISAS

Outro motivo para mostrarmos gratidão é que isso ajuda-nos a concentrarmo-nos em coisas positivas, não negativas. Em certo sentido, a nossa mente funciona como um filtro. Ajuda-nos a focarmo-nos em certas coisas e a desconsiderarmos outras. Quem é grato costuma dar mais atenção a coisas positivas e não se concentra tanto nos problemas. Quanto mais grato for, mais coisas boas verá à sua volta e mais grato se tornará. Focar-se nas coisas boas vai ajudá-lo a seguir o conselho do apóstolo Paulo: “Alegrem-se sempre no Senhor.” — Fil. 4:4.

Verá que a gratidão nos ajuda a combater sentimentos negativos. É muito difícil uma pessoa sentir gratidão e, ao mesmo tempo, inveja, tristeza ou ressentimento, não concorda? Além disso, as pessoas gratas normalmente são menos materialistas. Valorizam o que têm e não estão sempre a tentar conseguir mais. — Fil. 4:12.

PENSE NAS SUAS BÊNÇÃOS!

Como cristão, você sabe que Satanás quer vê-lo triste e desanimado por causa das dificuldades destes últimos dias. Ele ia gostar muito de o ver tornar-se uma pessoa negativa e crítica. Ter esse tipo de atitude prejudicaria o seu trabalho de pregação. A verdade é que a gratidão está diretamente ligada aos aspetos do fruto do espírito de Deus, como a alegria e a fé. Por exemplo, nós ficamos alegres com todas as coisas boas que Deus nos dá e temos fé em tudo o que ele promete fazer por nós no futuro. — Gál. 5:22, 23.

Por fazer parte do povo de Jeová, é provável que concorde com o que este artigo disse sobre gratidão. Mesmo assim, nem sempre é fácil ser grato e ter um ponto de vista positivo. Mas não deixe que isso o desanime. Você pode tornar-se uma pessoa cada vez mais grata. Como? Tire, todos os dias, tempo para pensar nas coisas pelas quais se deve sentir grato. Quanto mais fizer isso, mais fácil será mostrar gratidão. Assim, será muito mais feliz do que aqueles que se concentram nas dificuldades da vida. Pense nas coisas boas que Deus e outras pessoas fazem para o animar e encorajar. O que acha de fazer um diário e de escrever nele duas ou três coisas que aconteceram no seu dia pelas quais se sente grato?

Pessoas que estudaram este assunto dizem que ter o hábito de agradecer pode mudar a forma como o nosso cérebro trabalha e tornar-nos mais positivos. Uma pessoa grata é uma pessoa mais feliz. Por isso, pense nas suas bênçãos, aproveite as coisas boas que acontecem na sua vida e seja sempre grato! Em vez de achar que merece as coisas boas que tem, ‘agradeça a Jeová, pois ele é bom’, e dê “graças por todas as coisas”. — 1 Cró. 16:34; 1 Tes. 5:18.