Ir para conteúdo

Ir para índice

Fé – Uma qualidade que nos dá força

Fé – Uma qualidade que nos dá força

A FÉ é uma qualidade que tem muito poder. Por exemplo, embora Satanás esteja a fazer tudo o que está ao seu alcance para destruir a nossa amizade com Deus, a fé dá-nos a capacidade de “apagar todas as flechas ardentes do Maligno”. (Efé. 6:16) Com fé, conseguimos ultrapassar problemas tão grandes como uma montanha. Jesus disse aos discípulos: “Se tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, dirão a este monte: ‘Move-te daqui para ali’, e ele mover-se-á.” (Mat. 17:20) Já que a fé é uma qualidade que pode fortalecer a nossa amizade com Jeová, é bom analisarmos as seguintes perguntas: “O que é a fé? Porque podemos dizer que a fé também envolve o coração? Como podemos fortalecer a nossa fé? Em quem devemos ter fé?” — Rom. 4:3.

O QUE É A FÉ?

A fé envolve muito mais do que acreditar no que a Bíblia diz. Afinal, até “os demónios creem [que Deus existe] e estremecem”. (Tia. 2:19) Então, o que é a fé?

Assim como temos a certeza de que o dia e a noite vão sempre existir, temos a certeza de que todas as promessas de Deus se vão cumprir

A Bíblia diz que a fé tem dois aspetos. Em primeiro lugar, “a fé é a firme confiança de que virá o que se espera”. (Heb. 11:1a) Se tiver fé, você não tem a menor dúvida de que tudo o que Jeová diz é verdade e vai acontecer. Por exemplo, Jeová disse aos israelitas: “Se pudessem invalidar o meu pacto do dia e o meu pacto da noite, para que não houvesse dia e noite no tempo determinado, só nesse caso é que se poderia invalidar o meu pacto com David, meu servo.” (Jer. 33:20, 21) Tem medo de que algum dia o Sol pare de nascer e de se pôr e que o dia e a noite deixem de existir? Claro que não! Afinal, existem leis da física que fazem a Terra girar sempre em torno do seu próprio eixo e em torno do Sol. Se não duvida das leis da física, será que deveria duvidar das promessas feitas pelo Criador dessas leis? — Isa. 55:10, 11; Mat. 5:18.

Segundo, a fé é “a demonstração clara de realidades que não se veem”. Em outras palavras, a fé é a “demonstração clara”, ou a “prova convincente”, de coisas que os olhos não veem, mas que são reais. (Heb. 11:1b; nota) Como assim? Imagine que uma criança lhe pergunta: ‘Como é que sabe que o ar existe?’ Apesar de nunca ter visto o ar, provavelmente responderia a essa pergunta por citar provas de que ele existe – a respiração, os efeitos do vento e assim por diante. Quando as provas que dá convencem a criança, ela aceita que o ar existe, mesmo sem o conseguir ver. Da mesma forma, a fé é baseada em provas concretas. — Rom. 1:20.

A FÉ TAMBÉM ENVOLVE O CORAÇÃO

Já que a fé é baseada em provas, uma pessoa só vai ter fé se antes tiver “um conhecimento exato da verdade”. (1 Tim. 2:4) Só que é necessário algo mais. O apóstolo Paulo escreveu: “Porque com o coração se exerce fé.” (Rom. 10:10) A pessoa não deve apenas acreditar na verdade, mas também dar-lhe valor de todo o coração. Só assim vai conseguir mostrar fé, ou seja, agir de acordo com a verdade.  (Tia. 2:20) Por mais que tenha provas convincentes, a pessoa que não é grata de coração pela verdade recusa-se a deixar para trás as crenças que já tem e arranja desculpas para fazer o que é errado. (2 Ped. 3:3, 4; Judas 18) É por isso que, nos tempos bíblicos, nem todos os que testemunharam milagres desenvolveram fé. (Núm. 14:11; João 12:37) O espírito santo de Deus só produz fé no coração de pessoas que realmente amam a verdade. — Gál. 5:22; 2 Tes. 2:10, 11.

O QUE AJUDOU DAVID A TER UMA FÉ FORTE

Entre os muitos exemplos de forte fé está o rei David. (Heb. 11:32, 33) No entanto, nem todos na família de David tinham uma fé como a dele. Veja o exemplo de Eliabe, o irmão mais velho de David. Quando Golias desafiou o povo de Deus, David ficou muito indignado. Só que Eliabe, mostrando total falta de fé, criticou David e disse que ele tinha más intenções. (1 Sam. 17:26-28) Ninguém nasce com fé nem herda essa qualidade dos pais. Portanto, a fé de David foi resultado da amizade que ele tinha com Deus.

No Salmo 27, David revela o que o ajudou a ter uma fé forte. (v. 1) David meditava nas coisas que lhe tinham acontecido e em como Jeová tinha lidado com os seus adversários. (vv. 2, 3) Ele dava muito valor ao tabernáculo e gostava de lá ir para adorar a Deus juntamente com outros servos fiéis. (vv. 4, 6) Ele recorria sempre a Jeová em oração. (vv. 7, 8) David também queria ser instruído no caminho de Jeová. (v. 11) A fé era tão importante para David que ele perguntou: “Onde estaria eu se não tivesse fé?” — v. 13.

COMO TER UMA FÉ MAIS FORTE

É possível ter uma fé igual à de David, se fizer as mesmas coisas que ele mencionou no Salmo 27. Já que a fé se baseia em conhecimento exato, o estudo da Bíblia e das publicações é fundamental. Quanto mais estudar, mais fácil será produzir esse aspeto do fruto do espírito. (Sal. 1:2, 3) Durante o seu estudo, tire tempo para meditar. A meditação é o solo onde a gratidão cresce. À medida que a sua gratidão por Jeová aumentar, terá mais vontade de mostrar a sua fé por adorá-lo nas reuniões e falar da sua esperança a outros. (Heb. 10:23-25) Além disso, pode demonstrar a sua fé por ‘orar sempre e nunca desistir’. (Luc. 18:1-8) Por isso, ‘ore constantemente’ a Jeová, confiando que ‘ele cuida de si’. (1 Tes. 5:17; 1 Ped. 5:7) A fé motiva-nos a agir, e as nossas ações fortalecem a nossa fé. — Tia. 2:22.

TENHA FÉ EM JESUS

Na noite antes de morrer, Jesus disse aos seus discípulos: “Exerçam fé em Deus; exerçam fé também em mim.” (João 14:1) Isso  mostra que, além de termos fé em Jeová, também precisamos de ter fé em Jesus. Como pode mostrar que tem fé em Jesus? Vamos ver três modos.

O que significa mostrar fé em Jesus?

Primeiro, encare o resgate como um presente de Deus especialmente para si. O apóstolo Paulo disse: ‘Vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.’ (Gál. 2:20) Assim como Paulo, você mostra a sua fé em Jesus por acreditar que o resgate pode ajudá-lo e serve como base para Deus perdoar os seus pecados. Também mostra essa fé por acreditar que o resgate oferece a esperança de viver para sempre e é a maior prova do amor de Deus por si. (Rom. 8:32, 38, 39; Efé. 1:7) Se tiver essa certeza, conseguirá controlar sentimentos negativos sobre si próprio. — 2 Tes. 2:16, 17.

Segundo, ore sempre a Jeová. O sacrifício de Jesus torna possível termos uma amizade com Deus. Por causa do resgate, podemos orar a Jeová ‘com confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos bondade imerecida para nos ajudar no momento certo’. (Heb. 4:15, 16; 10:19-22) A oração deixa-nos mais determinados a não pecar contra Jeová. — Luc. 22:40.

Terceiro, obedeça a Jesus. O apóstolo João escreveu: “Quem exerce fé no Filho tem vida eterna; quem desobedece ao Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele.” (João 3:36) Note que João contrastou exercer fé com ser desobediente. Por isso, se quiser mostrar que tem fé em Jesus, precisa de lhe obedecer. Uma maneira de obedecer a Jesus é por seguir “a lei do Cristo”, ou seja, tudo o que ele ensinou e ordenou. (Gál. 6:2) Outra forma de mostrar obediência a Jesus é por seguir as instruções que ele dá por meio do “escravo fiel e prudente”. (Mat. 24:45) Se for obediente a Jesus, terá força para suportar problemas que parecem tão fortes como uma tempestade. — Luc. 6:47, 48.

“EDIFIQUEM-SE NA VOSSA SANTÍSSIMA FÉ”

Certa vez, um homem implorou a Jesus: “Eu tenho fé! Ajude-me onde preciso de fé!” (Mar. 9:24) Esse homem tinha um pouco de fé, mas foi modesto e reconheceu que precisava de mais fé. Assim como ele, haverá momentos em que vamos precisar de mais fé. E todos nós podemos fortalecer a nossa fé agora. Como vimos, temos de estudar a Palavra de Deus e meditar nela. Isso vai encher o nosso coração de gratidão a Jeová. Além disso, a nossa fé vai crescer se nós – juntamente com os nossos irmãos – adorarmos a Jeová, pregarmos a nossa esperança a outros e perseverarmos em oração. E o mais importante é que, se nos ‘edificarmos na nossa santíssima fé’, receberemos a maior recompensa de todas: ‘iremos manter-nos no amor de Deus’. — Judas 20, 21.