Ir para conteúdo

Ir para índice

O CAMINHO PARA A FELICIDADE

Perdoe

Perdoe

“QUANDO EU ERA CRIANÇA, GRITOS E DISCUSSÕES ERAM COMUNS NA MINHA FAMÍLIA”, conta uma mulher chamada Patricia. “Eu não aprendi a perdoar. Mesmo depois de me tornar adulta, quando alguém me ofendia, eu guardava mágoa durante vários dias e perdia o sono.” Uma vida cheia de raiva e ressentimento não traz felicidade nem faz bem à saúde. De acordo com alguns estudos, quem não perdoa...

  • Deixa que a raiva e o desgosto estraguem as amizades, trazendo solidão.

  • Fica ofendido com facilidade, ansioso ou até com depressão profunda.

  • Fica tão concentrado numa ofensa que não consegue ter alegria.

  • Não consegue ter paz porque sabe que perdoar é a coisa certa a fazer.

  • Sente mais stress e corre maior risco de ter problemas de saúde, como pressão alta, doenças cardíacas, artrite e dores de cabeça. *

O QUE É PERDOAR? Perdoar significa desculpar uma ofensa e não guardar ressentimento nem ficar a pensar em vingança. Isso não quer dizer que vamos aprovar uma atitude errada, minimizando a gravidade do erro, ou fingindo que nada aconteceu. Em vez disso, perdoar é uma escolha amorosa e bem-pensada que mostra que uma pessoa deseja verdadeiramente manter a paz e ter um bom relacionamento com outros.

Quem é perdoador também mostra sabedoria, pois entende que todas as pessoas erram, ou pecam, em palavras e ações. (Romanos 3:23) É por isso que a Bíblia incentiva: “Continuem a suportar-se uns aos outros e a perdoar-se uns aos outros liberalmente, mesmo que alguém tenha razão para queixa contra outro.” — Colossenses 3:13.

Por isso, podemos dizer que perdoar é um modo especial de mostrar amor, que é “o perfeito vínculo de união”. (Colossenses 3:14) Segundo a Clínica Mayo, perdoar:

  • Contribui para bons relacionamentos, porque nos ajuda a ser compreensivos, a ter compaixão e a colocar-nos no lugar da pessoa que nos ofendeu.

  • Aumenta o bem-estar mental e espiritual.

  • Reduz a ansiedade, o stress e a agressividade.

  • Diminui os sintomas de depressão.

PERDOE-SE A SI MESMO. De acordo com uma revista sobre qualidade de vida para pessoas com deficiência, * perdoar-se a si mesmo pode ser “a coisa mais difícil de fazer”, mas é a ação “mais importante para a saúde” da mente e do corpo. O que o pode ajudar a perdoar-se a si mesmo?

  • Não espere perfeição de si mesmo, mas aceite que você, assim como todas as pessoas, comete erros. — Eclesiastes 7:20

  • Aprenda com os seus erros. Isso vai ajudá-lo a não repetir os mesmos erros.

  • Seja paciente consigo mesmo. Conseguir livrar-se de defeitos e maus hábitos é algo que leva tempo. — Efésios 4:23, 24

  • Passe tempo com amigos que o encorajem, sejam positivos, bondosos e que também sejam honestos consigo. — Provérbios 13:20

  • Se magoar alguém, admita o seu erro e peça-lhe perdão sem demora. Fazer as pazes vai ajudá-lo a sentir-se em paz. — Mateus 5:23, 24

OS CONSELHOS DA BÍBLIA FUNCIONAM!

Depois de Patricia, mencionada no início, ter começado a estudar a Bíblia, ela aprendeu a perdoar. Ela conta: “Agora, sinto-me livre daquela raiva que me prejudicava tanto. Eu já não sofro, nem faço outros sofrer. A Bíblia mostra que Deus nos ama e quer o melhor para nós.”

Um homem chamado Ron disse: “Eu não posso controlar o que as outras pessoas pensam e fazem, mas posso controlar os meus pensamentos e ações. Para ter paz, eu tinha de deixar de lado a mágoa. Assim como não podia estar em dois lugares ao mesmo tempo, eu não podia estar em paz e guardar mágoa. Agora, eu tenho uma boa consciência.”

^ par. 8 Fontes: Site da Clínica Mayo; Site Johns Hopkins Medicine; revista Social Psychiatry and Psychiatric Epidemiology.

^ par. 16 Revista: Disability & Rehabilitation.