Ir para conteúdo

Ir para índice

 LIÇÃO 2

Vale a pena ser humilde

Vale a pena ser humilde

O QUE É A HUMILDADE?

Quem é humilde respeita os outros, não é arrogante e não espera ser tratado de forma especial. Também se interessa verdadeiramente por outras pessoas e está disposto a aprender com elas.

Algumas pessoas acham que quem é humilde é fraco. Mas, na verdade, uma pessoa humilde é forte porque é preciso coragem para reconhecer os seus erros e as suas limitações.

PORQUE É IMPORTANTE SER HUMILDE?

  • Quem é humilde tem mais amigos. O livro A Epidemia do Narcisismo * diz que, “em geral, as pessoas humildes dão-se bem com toda a gente” e “são mais compreensivas”.

  • Quem é humilde vai ter um futuro melhor. Aprender a ser humilde vai ajudar o seu filho agora e no futuro – por exemplo, quando ele for procurar emprego. O Dr. Leonard Sax disse: “Numa entrevista de emprego, um jovem com uma autoestima exagerada e que não reconhece os seus defeitos, provavelmente, vai causar uma má impressão. Mas um jovem que se interessa em saber o que o entrevistador espera dele tem mais hipóteses de conseguir o emprego.” *

COMO ENSINAR O SEU FILHO A SER HUMILDE

Ajude o seu filho a ter os pés bem assentes na terra.

PRINCÍPIO BÍBLICO: “Se alguém acha que é alguma coisa, quando não é nada, engana-se a si mesmo.” — Gálatas 6:3.

  • Cuidado para não iludir o seu filho. Frases como “Todos os teus sonhos se vão realizar” e “Tu podes ser o que quiseres” até podem parecer inspiradoras, mas, normalmente, não é o que acontece na vida real. O seu filho tem mais probabilidade de ser feliz se tiver alvos realistas e se se esforçar para atingi-los.

  • Melhor do que elogiar o seu filho é elogiar o que ele faz. Estar sempre a dizer ao seu filho que ele é “incrível” não vai ajudá-lo a ser humilde. Por isso, elogie ações específicas.

  • Limite o uso que o seu filho faz das redes sociais. Geralmente, as pessoas gostam de usar as redes sociais para se gabarem dos seus talentos e das coisas que fazem. Isso é o contrário de se ser humilde.

  •   Incentive o seu filho a pedir desculpa. Ajude o seu filho a entender o que ele fez de errado, a admitir o erro e a pedir desculpa o quanto antes.

Ensine o seu filho a mostrar gratidão.

PRINCÍPIO BÍBLICO: “Mostrem-se gratos.” — Colossenses 3:15.

  • Ajude-o a dar valor à natureza. As crianças devem observar a natureza e entender que precisamos dela para viver. Precisamos de ar para respirar, de água para beber e de alimentos para comer. Use esses exemplos para as ajudar a dar valor e a admirar as coisas que Deus criou, e a mostrar gratidão por elas.

  • Ensine-o a valorizar as pessoas. Relembre o seu filho de que vai haver sempre alguém melhor do que ele em alguma coisa. Em vez de ficar com inveja das pessoas, ele pode admirar as suas habilidades e até aprender com elas.

  • Mostrar gratidão. Ensine o seu filho a dizer “obrigado” de coração, e não por obrigação. A gratidão é o começo da humildade.

Explique ao seu filho que é bom fazer coisas pelos outros.

PRINCÍPIO BÍBLICO: “Com humildade, considerem os outros superiores a vocês, procurando não apenas os vossos próprios interesses, mas também os interesses dos outros.” — Filipenses 2:3, 4.

  • Ensine o seu filho a ajudar nas tarefas domésticas. Dispensar o seu filho das tarefas domésticas pode dar-lhe a impressão de que ele é demasiado importante para as fazer. Ele deve entender que as obrigações vêm antes da diversão. Por isso, ele tem de ajudar em casa antes de ir brincar. Explique que ajudar em casa é bom para toda a família, e que todos vão ficar felizes e respeitá-lo se ele fizer isso.

  • Mostre que fazer coisas pelos outros é uma honra. Servir os outros é a melhor forma de se amadurecer. Por isso, ajude o seu filho a descobrir quem precisa de ajuda e o que ele pode fazer por essa pessoa. Elogie o seu filho e apoie-o no que ele fizer pelos outros.

^ par. 7 Título original: The Narcissism Epidemic.

^ par. 8 Título do livro: The Collapse of Parenting.