Ir para conteúdo

Ir para índice

 CAPÍTULO 6

Como escolher bem a nossa diversão?

Como escolher bem a nossa diversão?

“Façam todas as coisas para a glória de Deus.” — 1 CORÍNTIOS 10:31.

1, 2. Porque temos de ter cuidado com a nossa diversão?

IMAGINE que vai comer um fruto, mas repara que uma parte está podre. O que faz? Come-o mesmo assim? Deita-o fora? Ou corta a parte podre e come a parte boa?

2 A diversão é mais ou menos como esse fruto. Existem muitos filmes, programas de televisão, livros e músicas para nos divertirmos. Algumas formas de diversão são boas, mas a maioria é podre  porque é imoral, violenta e tem coisas sobrenaturais. * Quando escolhe a sua diversão, será que diz: “A decisão é minha e eu posso escolher o que eu quiser”? Ou diz: “Não há nenhum tipo de diversão que preste”? Ou escolhe com cuidado a sua diversão e fica com o que é bom, mas foge do que é mau?

3. Porque queremos escolher bem a nossa diversão?

3 Precisamos de nos divertir. Mas queremos escolher bem a nossa diversão, porque não queremos que isso afete a nossa amizade com Jeová.

“FAÇAM TODAS AS COISAS PARA A GLÓRIA DE DEUS”

4. Como é que o princípio de 1 Coríntios 10:31 nos ajuda a escolher bem a nossa diversão?

4 Quando nos dedicamos a Jeová, prometemos usar a nossa vida para o servir. (Leia Eclesiastes 5:4.) Prometemos fazer “todas as coisas para a glória de Deus”. (1 Coríntios 10:31) Será que somos servos de Deus só quando estamos na pregação e nas reuniões? Não. Nós somos sempre servos de Deus, mesmo quando estamos a descansar ou a divertir-nos.

5. O que queremos dar sempre a Jeová?

5 Adorar a Jeová é a coisa mais importante da nossa vida. Por isso, queremos dar sempre a Jeová o nosso melhor. Paulo falou sobre isso: “Apresentem os vossos corpos como sacrifício vivo, santo e aceitável a Deus.” (Romanos 12:1) Jesus disse: “Ama a  Jeová, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de toda a tua mente e de toda a tua força.” (Marcos 12:30) No passado, em Israel, o povo oferecia a Jeová sacrifícios de animais. Mas para Jeová aceitar o sacrifício, o animal não podia ter nenhum defeito. (Levítico 22:18-20) Da mesma forma, se a nossa adoração tiver algum defeito, Jeová pode não aceitá-la. Como é que isso poderia acontecer?

6, 7. O que é que Jeová vai achar da nossa adoração se escolhermos uma má forma de diversão?

6 Jeová diz: “Sejam santos, porque eu sou santo.” (1 Pedro 1:14-16; 2 Pedro 3:11) Para Jeová aceitar a nossa adoração, ela tem de ser santa, ou limpa. (Deuteronómio 15:21) Sabemos que se fizermos coisas que Jeová odeia, que tenham a ver com imoralidade sexual, violência e o sobrenatural, a nossa adoração não vai ser limpa. (Romanos 6:12-14; 8:13) Mas e se nos divertirmos a ver essas coisas? Será que Jeová vai gostar? Claro que não. A nossa adoração deixa de ser limpa. Isso pode prejudicar muito a nossa amizade com Jeová.

7 Portanto, como podemos escolher bem a nossa diversão? Que princípios vão ajudar-nos a saber se uma forma de diversão é boa ou má?

ODEIE O QUE É MAU

8, 9. (a) Que formas de diversão temos de evitar? (b) Porque temos de fugir dessas formas de diversão?

8 Hoje em dia, existem várias formas de diversão. Algumas são boas para os cristãos. Mas a maioria está cheia de coisas que Jeová odeia, e temos de  evitar essas formas de diversão. Vamos ver alguns exemplos.

9 Muitos filmes, sites, programas de televisão, jogos eletrónicos e músicas são imorais, violentos e têm coisas sobrenaturais. Muitas vezes, essas coisas são apresentadas como sendo normais e até engraçadas. Mas os cristãos não aceitam diversão que tenha a ver com coisas que Jeová odeia. (Atos 15:28, 29; 1 Coríntios 6:9, 10) Quando fugimos dessas formas de diversão, mostramos a Jeová que odiamos o que é mau. — Salmo 34:14; Romanos 12:9.

10. O que pode acontecer se escolhermos uma forma de diversão má?

10 Alguns acham que não há nada de errado em se divertirem com coisas que têm a ver com imoralidade sexual, violência e o sobrenatural. Eles pensam: ‘Qual é o problema? Eu nunca faria estas coisas.’ Se pensarmos assim, só nos estamos a enganar. A Bíblia diz: “O coração é mais traiçoeiro do que qualquer outra coisa e está desesperado.” (Jeremias 17:9) Se acharmos que algumas coisas que Jeová odeia são divertidas, não podemos dizer que realmente odiamos essas coisas. Quanto mais nos divertimos a ver coisas erradas, mais achamos isso normal. Com o tempo, a nossa consciência deixa de nos avisar que estamos a fazer uma escolha errada. — Salmo 119:70; 1 Timóteo 4:1, 2.

11. Como é que Gálatas 6:7 nos ajuda a escolher bem a nossa diversão?

11 A Bíblia diz: “O que a pessoa semear, isso também colherá.” (Gálatas 6:7) Não tenha dúvidas: se  nos divertirmos com coisas erradas, vamos acabar por fazer coisas erradas. Por exemplo, alguns tinham o costume de ver filmes com cenas imorais. A mente deles ficou tão cheia de pensamentos maus que acabaram por fazer coisas imorais. Mas Jeová dá-nos a ajuda de que precisamos para escolher bem a nossa diversão.

OS PRINCÍPIOS DA BÍBLIA PODEM AJUDAR

12. O que nos vai ajudar a tomar decisões que alegram a Jeová?

12 É fácil saber quais são algumas formas de diversão que Jeová odeia, e é claro que temos de evitá-las. Mas e quando não temos a certeza se uma forma de diversão é má? Jeová não nos deu uma lista de regras com o que podemos ou não ver, ouvir ou ler. Ele quer que cada um de nós use a sua consciência treinada pela Bíblia para decidir o que fazer. (Leia Gálatas 6:5.) Para treinar a nossa consciência, Jeová deu-nos princípios, que são verdades da Bíblia que nos ensinam ‘qual é a vontade dele’. (Efésios 5:17) Esses princípios vão ajudar-nos a tomar decisões que alegram a Jeová.

Os princípios da Bíblia ajudam-nos a escolher a nossa diversão

13. (a) Porque é que nem sempre dois cristãos vão escolher o mesmo tipo de diversão? (b) O que é que todos os cristãos querem fazer?

13 Nem sempre dois cristãos vão escolher o mesmo tipo de diversão. Porquê? Bem, as pessoas têm gostos diferentes. Além disso, um cristão pode achar que certa diversão é boa, e outro pode achar que é má. Porém, todos os cristãos querem tomar boas decisões e, por isso, seguem os princípios da Bíblia. (Filipenses 1:9) Os princípios vão ajudar-nos  a escolher bem a nossa diversão e agradar a Deus. — Salmo 119:11, 129; 1 Pedro 2:16.

14. (a) Temos de ter cuidado com o quê? (b) Que aviso é que Paulo deu aos cristãos?

14 Também temos de ter cuidado com o tempo que gastamos a divertir-nos. Como cristãos, o mais importante para nós é servir a Jeová. (Leia Mateus 6:33.) Mas será que o tempo que gastamos com diversão mostra isso? Às vezes, sem nos apercebermos, podemos começar a gastar cada vez mais tempo com diversão. Paulo avisou os cristãos: “Estejam bem atentos para não andarem como tolos, mas como sábios, usando o vosso  tempo do melhor modo possível.” (Efésios 5:15, 16) Isso mostra que temos de estabelecer limites no tempo que gastamos a divertirmo-nos. Mostra também que precisamos de fazer tudo o que pudermos para que o nosso serviço a Deus venha em primeiro lugar. — Filipenses 1:10.

15. Será que só evitamos uma forma de diversão quando temos a certeza de que é má?

15 Sabemos que temos de rejeitar toda a diversão que Jeová odeia. Mas e se tivermos dúvidas em relação a uma forma de diversão? Será que, mesmo assim, precisamos de ter cuidado? Pense no seguinte: se estivesse a fazer uma caminhada no alto de uma montanha, será que andaria o mais perto possível de locais onde houvesse o perigo de queda? Não. Você ama a vida e quer ficar longe do perigo. O mesmo acontece com a diversão. A Bíblia diz: “Afasta os teus pés do que é mau.” (Provérbios 4:25-27) É importante evitarmos formas de diversão que sabemos que são más. Mas também devemos evitar formas de diversão que que não sabemos se são boas ou más. Afinal, não queremos fazer nada que estrague a nossa amizade com Jeová.

PENSE COMO JEOVÁ

16. (a) Quais são algumas das coisas que Jeová odeia? (b) Como é que você pode mostrar que odeia o que Jeová odeia?

16 Um dos escritores dos Salmos disse: “Vocês, os que amam a Jeová, odeiem o que é mau.” (Salmo 97:10) Na Bíblia, aprendemos como Jeová se sente e o que ele pensa. Saber o que Jeová pensa pode ajudá-lo a pensar como ele. Por exemplo, sabemos  que Jeová odeia a “língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, o coração que planeia tramas perversas, [e] pés que correm rapidamente para a maldade”. (Provérbios 6:16-19) Sabemos também que Jeová odeia “imoralidade sexual, [...] idolatria, ocultismo, [...] ciúme, acessos de ira, [...] inveja, embriaguez, festas descontroladas e coisas como estas”. (Gálatas 5:19-21) Consegue ver como estes princípios podem ajudá-lo a escolher bem a sua diversão? Queremos obedecer a Jeová em qualquer situação, não importa se estamos sozinhos ou com outras pessoas. (2 Coríntios 3:18) Aliás, o que fazemos quando estamos sozinhos mostra quem realmente somos. — Salmo 11:4; 16:8.

17. Quando escolhemos a nossa diversão, o que devemos perguntar-nos?

17 Sendo assim, antes de escolhermos a nossa diversão, é bom perguntarmo-nos: ‘Como é que a minha escolha vai afetar a minha amizade com Jeová? Como vai ficar a minha consciência?’ Vamos ver mais alguns princípios que nos vão ajudar a escolher bem a nossa diversão.

18, 19. (a) Que conselho é que Paulo deu em Filipenses 4:8? (b) Que princípios vão ajudar-nos a escolher bem a nossa diversão?

18 Escolher a nossa diversão é como escolher as coisas que vão encher a nossa mente. Paulo escreveu: “Tudo o que é verdadeiro, tudo o que é de séria preocupação, tudo o que é justo, tudo o que é casto, tudo o que é amável, tudo de que se fala bem, tudo o que é virtuoso e tudo o que é digno de louvor, continuem a considerar estas coisas.” (Filipenses 4:8)  Quando enchemos a nossa mente com coisas assim, podemos dizer: “Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração te sejam agradáveis, ó Jeová.” — Salmo 19:14.

19 Pergunte-se: ‘Com que coisas estou a encher a minha mente? Depois de ver certo filme ou programa de televisão, será que penso em coisas boas e puras? Sinto-me tranquilo, com a consciência limpa? (Efésios 5:5; 1 Timóteo 1:5, 19) Sinto-me à vontade para orar? Ou sinto vergonha? Fico a pensar em coisas violentas ou imorais? (Mateus 12:33; Marcos 7:20-23) Será que as formas de diversão que escolho estão a tornar-me igual a “este mundo”?’ (Romanos 12:2) Responder com sinceridade vai ajudar-nos a ver como podemos manter forte a nossa amizade com Jeová. Queremos pedir a Jeová: “Desvia os meus olhos daquilo que não tem valor.” * — Salmo 119:37.

COMO É QUE OS OUTROS SE VÃO SENTIR?

20, 21. Porque temos de pensar nos sentimentos dos outros quando escolhemos a nossa diversão?

20 Em 1 Coríntios 10:23, 24, encontramos outro princípio importante: “Tudo é permitido, mas nem tudo edifica. Que cada um persista em procurar não a sua própria vantagem, mas a da outra pessoa.” Não é por termos liberdade para fazer uma coisa que temos de a fazer. Temos de nos perguntar: ‘Como é  que os meus irmãos se vão sentir com a minha decisão?’

21 Cada pessoa tem a sua maneira de pensar. Você talvez decida ver um filme e a sua consciência não fica pesada. Mas e se, depois, descobrir que o filme incomoda a consciência de um irmão? O que vai fazer? É verdade que você tem o direito de ver o filme. Mas talvez decida não fazer isso porque não quer pecar “contra os seus irmãos”, muito menos “contra Cristo”. (1 Coríntios 8:12) Não queremos fazer nada para enfraquecer a fé dos nossos irmãos. — Romanos 14:1; 15:1; 1 Coríntios 10:32.

22. Como mostramos que respeitamos a opinião de outro irmão?

22 Agora, imagine que é a sua consciência que não lhe permite ver, ler ou fazer uma coisa, mas outro irmão não vê problema nenhum nisso. O que vai fazer? Bem, você ama e respeita esse irmão. Por isso, não vai insistir para ele mudar de opinião. Por exemplo, um motorista sabe que outros podem conduzir mais depressa ou mais devagar e ainda assim serem bons motoristas. Da mesma forma, você e outro irmão podem ter opiniões um pouco diferentes sobre uma forma de diversão e, mesmo assim, os dois podem estar a seguir os princípios da Bíblia. — Eclesiastes 7:16; Filipenses 4:5.

23. O que vai ajudar-nos a escolher bem a nossa diversão?

23 Portanto, o que vai ajudar-nos a escolher bem a nossa diversão? Usar a nossa consciência treinada pela Bíblia e respeitar a consciência dos nossos irmãos. Assim, teremos a alegria de fazer “todas as coisas para a glória de Deus”.

^ par. 2 Coisas sobrenaturais são coisas relacionadas com demónios, como espiritismo, ocultismo, magia e coisas como essas.

^ par. 19 Encontramos outros princípios sobre como escolher bem a nossa diversão em Provérbios 3:31; 13:20; Efésios 5:3, 4 e Colossenses 3:5, 8, 20.