Ir para conteúdo

Ir para índice

 SAIBA MAIS 14A

Lições do templo da visão de Ezequiel

Lições do templo da visão de Ezequiel
VISUALIZAÇÃO

A adoração pura é defendida e recebe destaque

O templo da visão é colocado num “monte muito alto” (1). Será que colocámos a adoração pura numa posição elevada, dando-lhe prioridade máxima na nossa vida?

O templo fica no centro de uma grande área (3) cercada por uma muralha (2). Essa muralha lembra-nos de que não podemos deixar que nada contamine a nossa adoração a Jeová. A muralha serve para separar “o que é santo” do que é “para uso comum” (coisas que não têm a ver com a nossa adoração). Se coisas como estas têm de ficar separadas da adoração pura, quanto mais as coisas sujas e imorais têm de ficar totalmente fora da vida de um adorador de Jeová hoje. — Eze. 42:20.

Bênçãos eternas

Do santuário do templo sai um rio (4), que no início, é só um pouco de água a escorrer, mas, depois, torna-se uma torrente, deixando a terra fértil e levando vida por onde passa. Vamos falar sobre essas bênçãos no capítulo 19.

Os mesmos padrões para todos

Os portões altos, tanto os externos (5) como os internos (9), lembram-nos de que Jeová tem altos padrões de moral para todos os seus adoradores. Observe que os portões externos e internos são idênticos em tamanho. Isso faz sentido, já que os requisitos de Jeová são os mesmos para todos os seus servos, não importa a responsabilidade ou a designação que tenham.

Uma refeição com Jeová

Os refeitórios (8) lembram-nos de que, no passado, o povo podia comer de alguns dos sacrifícios que levava para o templo. Era como se estivessem a tomar uma refeição com Jeová. Hoje, no templo espiritual é diferente, visto que “um só sacrifício” já foi oferecido. (Heb. 10:12) Mesmo assim, os cristãos oferecem sacrifícios de louvor. — Heb. 13:15.

Uma garantia de Jeová

Na visão, as medidas do templo são descritas de forma tão detalhada que você talvez até se sinta um pouco confuso. Mas essas medidas ensinam-nos algo importante: são uma garantia de que o propósito de Jeová de restaurar a adoração pura é algo certo, tão preciso e exato quanto aquelas medidas. Embora Ezequiel não diga que viu humanos na visão, ele regista os fortes conselhos de Jeová dados aos sacerdotes, aos maiorais e ao povo. Todos os servos de Deus têm de obedecer aos Seus justos padrões.