Jeremias 2:1-37

2  Eu recebi a seguinte palavra de Jeová:  “Vai e proclama ao* povo de Jerusalém: ‘Assim diz Jeová: “Lembro-me bem da dedicação* que demonstravas quando eras jovem,+Do amor que mostravas quando estavas noiva,+E de como me seguias no deserto,*Numa terra não semeada.+   Israel era santo para Jeová,+ as primícias da sua colheita.”’ ‘Todos os que o tentassem devorar tornavam-se culpados. Sofriam calamidades’, diz Jeová.”+   Ouçam a palavra de Jeová, casa de JacóE todas as famílias da casa de Israel.   Assim diz Jeová: “O que é que os vossos antepassados viram de errado em mim+Para que se afastassem tanto de mim,Seguissem ídolos sem valor+ e se tornassem eles próprios sem valor?+   Eles não disseram: ‘Procuremos a Jeová,Aquele que nos tirou da terra do Egito,+Que nos conduziu pelo ermo,Por uma terra de desertos+ e fendas,Por uma terra sem água+ e de densas trevas,Por uma terra por onde não passa nenhum viajanteE onde ninguém mora.’   Então, eu trouxe-vos a uma terra de pomares,Para comerem os seus frutos e as suas coisas boas.+ Mas vocês chegaram e profanaram a minha terra;Fizeram da minha herança algo detestável.+   Os sacerdotes não disseram: ‘Procuremos a Jeová.’+ Os que lidam com a Lei não me conheceram,Os pastores rebelaram-se contra mim,+Os profetas profetizaram em nome de Baal+E seguiram aqueles que não podem ajudar ninguém.   ‘Por isso, continuarei a fazer acusações contra vocês’,+ diz Jeová,‘E farei acusações contra os filhos dos vossos filhos’. 10  ‘Atravessem o mar até aos litorais* de Quitim+ e vejam; Enviem alguém a Quedar+ e observem bem;Vejam se já aconteceu uma coisa destas: 11  Será que alguma nação já trocou os seus deuses por outros que não são deuses? No entanto, o meu próprio povo trocou a minha glória por aquilo que é inútil.+ 12  Olhem espantados para isto, ó céus;Tremam, horrorizados’, diz Jeová, 13  ‘Pois o meu povo fez duas coisas más: Abandonaram-me, a mim, a fonte de água viva,+E cavaram* cisternas,Cisternas rachadas, que não podem reter água.’ 14  ‘Será que Israel é um servo? Ou um escravo nascido na casa? Então, porque é que está a saque? 15  Leões novos* rugiram contra ele,+Levantaram a sua voz. Fizeram da terra dele um motivo de terror. As suas cidades foram incendiadas e deixadas sem habitantes. 16  O povo de Nofe*+ e de Tafnes+ rapou o* alto da tua cabeça. 17  Não és tu a culpada pelo que te aconteceu,Por teres abandonado a Jeová, teu Deus,+Quando ele te conduzia pelo caminho? 18  Agora, porque é que desejas ir para o Egito+E beber as águas de Sior?* Porque é que desejas ir para a Assíria+E beber as águas do Eufrates?* 19  A tua maldade devia corrigir-te,E a tua própria infidelidade devia repreender-te. Vê e aprende como é mau e amargo+Abandonares a Jeová, teu Deus;Tu não tens temor de mim’,+ diz o Soberano Senhor, Jeová dos exércitos. 20  ‘Pois, há muito tempo, despedacei o teu jugo+E destruí as tuas correntes. Porém, tu disseste: “Não te vou servir”;De facto, em cada colina elevada e debaixo de cada árvore frondosa,+ Tu deitavas-te para te prostituíres.+ 21  Plantei-te como uma videira seleta de uvas vermelhas,+ da semente mais pura;Como é que, então, te degeneraste diante de mim, por te transformares em ramos de uma videira brava?’+ 22  ‘Mesmo que te lavasses com soda* e usasses muita barrela,*A tua culpa continuaria a ser uma mancha diante de mim’,+ diz o Soberano Senhor Jeová. 23  Como é que te atreves a dizer: ‘Não me tornei impura. Não fui atrás dos baalins’? Vê como te comportaste no vale. Considera o que fizeste. Tu és como uma jovem e veloz fêmea de camelo,Que corre sem rumo, de um lado para o outro, 24  Uma jumenta selvagem acostumada ao deserto,Que fareja o vento no seu desejo ardente.* Quem é que a consegue domar quando ela está no cio? Nenhum macho precisa de cansar-se por andar atrás dela; Quando ela estiver no cio,* eles hão de encontrá-la. 25  Não deixes os teus pés ficarem descalçosNem a tua garganta ficar seca. No entanto, dizes: ‘Não! Não adianta!+ Eu apaixonei-me por estranhos*+E vou correr atrás deles.’+ 26  Assim como o ladrão se envergonha quando é apanhado,Assim se envergonharam os da casa de Israel,Eles, os seus reis e os seus príncipes,Os seus sacerdotes e os seus profetas.+ 27  Eles dizem a uma árvore: ‘Tu és meu pai’,+ E a uma pedra: ‘Tu deste-me à luz.’ No entanto, viram-me as costas, em vez de virarem o rosto para mim.+ E, quando chegar a sua calamidade, eles dirão:‘Levanta-te e salva-nos!’+ 28  Ora, onde é que estão os deuses que fizeste para ti?+ Que eles se levantem, se te puderem salvar quando chegar a tua calamidade.Pois os teus deuses, ó Judá, tornaram-se tão numerosos como as tuas cidades.+ 29  ‘Porque é que se queixam contra mim? Porque é que todos vocês se rebelaram contra mim?’,+ diz Jeová. 30  Foi em vão que castiguei os vossos filhos.+ Eles não aceitaram a disciplina.+A vossa própria espada devorou os vossos profetas,+Como um leão destruidor. 31  Vocês, os que pertencem a esta geração, prestem atenção à palavra de Jeová. Será que eu me tornei para Israel como um desertoOu uma terra de densa escuridão? Porque é que eles, os do meu povo, disseram: ‘Andamos livremente. Nunca mais voltaremos para ti’?+ 32  Será que uma jovem* se esquece dos seus enfeites,Ou a noiva das suas faixas?* No entanto, não é possível contar os dias em que o meu próprio povo se esqueceu de mim.+ 33  Com que habilidade, ó mulher, preparas o teu caminho para procurares o amor! Treinaste-te a ti mesma nos caminhos da maldade.+ 34  Até as tuas roupas* estão manchadas com o sangue dos pobres e inocentes,*+Apesar de eu não os ter apanhado a arrombar nada.O sangue deles está em todas as tuas roupas.+ 35  No entanto, dizes: ‘Sou inocente. Com certeza, ele já não está zangado comigo.’ Agora, vou trazer o julgamento contra ti,Pois dizes: ‘Não pequei.’ 36  Como é que não vês nada de mais no teu proceder instável? Também te envergonharás do Egito,+Assim como te envergonhaste da Assíria.+ 37  É por esta razão que sairás com as mãos sobre a cabeça:+Porque Jeová rejeitou aqueles em quem depositaste a tua confiança;Eles não te farão bem-sucedida.”

Notas de rodapé

Ou: “aos ouvidos do”.
Ou: “do amor leal”.
Ou: “às ilhas”.
Provavelmente na rocha.
Ou: “Leões novos jubados”.
Ou: “Mênfis”.
Ou: “alimentou-se do”.
Isto é, um braço do rio Nilo.
Lit.: “do Rio”.
Ou: “alcali”, isto é, carbonato de sódio.
Ou: “muito sabão”.
Ou: “no desejo ardente da sua alma”.
Lit.: “No seu mês”.
Ou: “deuses estrangeiros”.
Ou: “virgem”.
Ou: “faixas para o busto”.
Ou: “saias”.
Ou: “das almas pobres e inocentes”.

Notas de estudo

Multimédia