Eclesiastes 11:1-10

11  Lança* o teu pão sobre as águas,+ porque, depois de muitos dias, vais encontrá-lo novamente.+  Reparte o que é teu com sete ou até mesmo com oito,+ pois não sabes que desastre* pode ocorrer na terra.  Se as nuvens estiverem carregadas, despejarão chuva sobre a terra; e, se uma árvore cair, seja para o sul, seja para o norte, onde a árvore cair, aí ficará.  Quem observa o vento não semeará, e quem olha para as nuvens não colherá.+  Assim como não sabes como o espírito age nos ossos da criança no ventre* da mulher grávida,+ assim também desconheces o trabalho do verdadeiro Deus, que faz todas as coisas.+  Semeia de manhã a tua semente e não dês descanso às tuas mãos até ao anoitecer;+ pois não sabes qual é a que dará bons resultados, se será uma ou outra, ou se ambas serão boas.  Doce é a luz, e, para os olhos, é agradável ver o sol.  Portanto, se um homem viver muitos anos, que ele os aproveite a todos.+ Contudo, ele deve lembrar-se de que os dias de escuridão talvez sejam muitos; tudo o que está para vir é vaidade.+  Alegra-te, jovem, enquanto ainda és jovem, e que o teu coração seja feliz nos dias da tua juventude. Segue os caminhos do teu coração e vai para onde os teus olhos te levarem. No entanto, fica a saber que o verdadeiro Deus vai levar-te a julgamento* por todas estas coisas.+ 10  Portanto, retira as preocupações do teu coração e afasta as coisas prejudiciais do teu corpo,* pois a juventude e a flor da vida são vaidade.+

Notas de rodapé

Ou: “Envia”.
Ou: “calamidade”.
Lit.: “ossos no ventre”.
Ou: “fazer-te prestar contas”.
Lit.: “da tua carne”.

Notas de estudo

Multimédia