Daniel 1:1-21

1  No terceiro ano do reinado de Jeoiaquim,+ rei de Judá, Nabucodonosor, rei de Babilónia, chegou a Jerusalém e sitiou-a.+  E Jeová entregou-lhe Jeoiaquim, rei de Judá,+ nas mãos, juntamente com alguns dos utensílios da casa* do verdadeiro Deus, e levou-os para a terra de Sinear,*+ para a casa* do seu deus. Ele colocou os utensílios na sala do tesouro do seu deus.+  O rei, então, ordenou a Aspenaz, principal oficial da corte, que trouxesse alguns israelitas,* incluindo os de descendência real ou nobre.+  Deviam ser jovens* sem qualquer defeito, de boa aparência, dotados de sabedoria, conhecimento e discernimento,+ capazes de servir no palácio do rei. Ele devia ensinar-lhes a escrita e a língua dos caldeus.  Além disso, o rei estipulou-lhes uma porção diária das iguarias do rei e do vinho que ele bebia. Eles deviam ser treinados* durante três anos e, no fim desse período, passariam a servir o rei.  Entre eles, havia alguns da tribo* de Judá: Daniel,*+ Hananias,* Misael* e Azarias.*+  E o principal oficial da corte deu-lhes outros nomes:* a Daniel, chamou Beltessazar;+ a Hananias, Sadraque; a Misael, Mesaque; e a Azarias, Abednego.+  No entanto, Daniel decidiu no coração que não se tornaria impuro com as iguarias do rei nem com o vinho que ele bebia. Assim, pediu permissão ao principal oficial da corte para não consumir essas coisas que o tornariam impuro.  E o verdadeiro Deus fez com que o principal oficial da corte mostrasse favor* e misericórdia a Daniel.+ 10  Contudo, o principal oficial da corte disse a Daniel: “Tenho medo do meu senhor, o rei, que estipulou o vosso alimento e bebida. E se ele perceber que a vossa aparência está pior do que a dos outros jovens* da vossa idade? Por vossa causa, eu serei culpado* perante o rei.” 11  Porém, Daniel disse ao guardião, a quem o principal oficial da corte tinha encarregado de cuidar de Daniel, Hananias, Misael e Azarias: 12  “Por favor, faça uma experiência com os seus servos durante dez dias; deem-nos vegetais para comer e água para beber. 13  Depois, compare a nossa aparência com a aparência dos jovens* que comem as iguarias do rei e, de acordo com aquilo que observar, decida como é que tratará os seus servos.” 14  Ele concordou com a proposta e fez uma experiência com eles durante dez dias. 15  Ao fim dos dez dias, eles tinham uma aparência melhor e mais saudável* do que a de todos os jovens* que comiam as iguarias do rei. 16  Portanto, o guardião retirava as iguarias e o vinho que lhes eram destinados e dava-lhes vegetais. 17  E o verdadeiro Deus deu a estes quatro jovens* conhecimento e compreensão de todo o tipo de escrita, e também lhes deu sabedoria; e Daniel recebeu entendimento de todo o tipo de visões e sonhos.+ 18  Ao terminar o prazo que o rei tinha determinado para que os levassem à sua presença,+ o principal oficial da corte levou-os perante Nabucodonosor. 19  Quando o rei falou com eles, não havia em todo o grupo ninguém como Daniel, Hananias, Misael e Azarias;+ e eles continuaram a servir perante o rei. 20  E, sempre que o rei os consultava sobre um assunto que exigia sabedoria e entendimento, ele achava-os dez vezes melhores do que todos os sacerdotes-magos e adivinhos*+ que havia em todo o seu reino. 21  E Daniel permaneceu ali até ao primeiro ano do rei Ciro.+

Notas de rodapé

Ou: “do templo”.
Isto é, Babilónia.
Ou: “o templo”.
Lit.: “filhos de Israel”.
Lit.: “meninos”.
Ou, possivelmente: “nutridos”.
Lit.: “dos filhos”.
Que significa “o meu juiz é Deus”.
Que significa “Jeová mostrou favor”.
Que possivelmente significa “Quem é semelhante a Deus?”
Que significa “Jeová ajudou”.
Isto é, nomes babilónicos.
Ou: “bondade”.
Lit.: “meninos”.
Lit.: “a minha cabeça será culpada”.
Lit.: “meninos”.
Lit.: “gorda de carne”.
Lit.: “meninos”.
Lit.: “meninos”.
Ou: “encantadores”.

Notas de estudo

Multimédia