Isaías 41:1-29

41  “Escutem-me em silêncio,* ó ilhas;Que as nações renovem as suas forças. Que se aproximem e então falem.+ Vamos reunir-nos para o julgamento.   Quem é que fez surgir alguém do nascente,*+Chamando-o em justiça aos Seus pés,*Para lhe entregar naçõesE para o fazer subjugar reis?+ Quem é que os reduz a pó diante da sua espadaE os dispersa como palha diante do seu arco?   Ele persegue-os, avançando sem impedimentoPor caminhos pelos quais os seus pés nunca passaram.   Quem é que agiu e fez isso,Convocando as gerações desde o princípio? Eu, Jeová, sou o Primeiro,+E sou o mesmo com os últimos.”+   As ilhas viram isso e ficaram com medo. Os confins da terra começaram a tremer. Eles juntam-se e avançam.   Cada um ajuda o seu companheiroE diz ao seu irmão: “Sê forte.”   Assim, o artesão incentiva o ourives;+Aquele que alisa com o martelo*Incentiva o que bate na bigorna. Ele diz a respeito da soldadura: “Está boa.” E alguém o* fixa com pregos para não cair.   “Mas tu, ó Israel, és meu servo;+Tu, ó Jacó, descendente* do meu amigo Abraão,+Tu és quem eu escolhi,+   Tu és quem eu trouxe dos confins da terra,+Tu és quem chamei das partes mais distantes. Eu disse-te: ‘Tu és o meu servo;+Eu escolhi-te, não te rejeitei.+ 10  Não tenhas medo, pois estou contigo.+ Não fiques ansioso, pois eu sou o teu Deus.+ Vou fortalecer-te, sim, vou ajudar-te.+ Vou segurar-te firmemente com a minha mão direita de justiça.’ 11  Vê! Todos os que se enfurecem contra ti serão envergonhados e humilhados.+ Os que lutam contra ti serão reduzidos a nada e perecerão.+ 12  Procurarás os que lutam contra ti, mas não os encontrarás.Os que guerreiam contra ti irão tornar-se como algo inexistente, como absolutamente nada.+ 13  Pois eu, Jeová, teu Deus, seguro a tua mão direita;Sou aquele que te diz: ‘Não tenhas medo. Irei ajudar-te.’+ 14  Não tenhas medo, ó verme* Jacó,+Ó homens de Israel, eu vou ajudar-vos”,* diz Jeová, teu Resgatador,+ o Santo de Israel. 15  “Vê! Faço de ti um trenó de debulha,+Um instrumento de debulha novo, com dentes de fio duplo. Irás pisar e esmagar os montes,E reduzirás as colinas a palha.* 16  Irás atirá-los para cima,*E o vento irá levá-los;Um vendaval irá espalhá-los. Tu hás de alegrar-te em Jeová,+E orgulhar-te por causa do Santo de Israel.”+ 17  “Os necessitados e os pobres estão à procura de água, mas não a encontram. A sua língua está seca por causa da sede.+ Eu, Jeová, vou responder-lhes.+ Eu, o Deus de Israel, não os abandonarei.+ 18  Farei com que haja rios nas colinas áridas+E fontes nos vales.*+ Transformarei o deserto numa lagoa repleta de juncos,E a terra árida em nascentes de água.+ 19  Plantarei no deserto o cedro,A acácia, a murta e o pinheiro.+ Na planície desértica plantarei o junípero,Com o freixo e com o cipreste,+ 20  Para que todas as pessoas vejam e saibam,Prestem atenção e compreendamQue a mão de Jeová fez issoE que o Santo de Israel o realizou.”+ 21  “Apresentem a vossa causa”, diz Jeová. “Exponham os vossos argumentos”, diz o Rei de Jacó. 22  “Apresentem provas e contem-nos as coisas que vão acontecer. Contem-nos as coisas anteriores,*Para que reflitamos nelas* e saibamos o resultado. Ou revelem-nos as coisas que virão.+ 23  Contem-nos o que acontecerá no futuro,Para que saibamos que vocês são deuses.+ Sim, façam alguma coisa, boa ou má,Para que a vejamos e fiquemos admirados.+ 24  Vejam! Vocês são algo inexistente,E o que realizam não é nada.+ Todo aquele que vos escolhe é detestável.+ 25  Fiz surgir alguém do norte, e ele virá.+ Alguém do nascente do sol,*+ que invocará o meu nome. Ele pisoteará os governantes* como se fossem barro,+Assim como o oleiro calca a argila húmida. 26  Quem anunciou isto desde o princípio, para que o soubéssemos,Ou desde os tempos passados, para que disséssemos: ‘Ele tem razão’?+ Na verdade, ninguém o anunciou,Ninguém o revelou. Ninguém ouviu nada de vocês!”+ 27  Eu fui o primeiro a dizer a Sião: “Vê as coisas que vão acontecer!”+ E enviarei a Jerusalém um portador de boas novas.+ 28  Mas fiquei a olhar, e não havia ninguém;Não havia ninguém entre eles que desse conselhos. E continuei a pedir-lhes que respondessem. 29  Vejam, todos eles são uma ilusão.* Os seus trabalhos não são nada. As suas imagens de metal* são vento e algo sem valor.*+

Notas de rodapé

Ou: “Fiquem em silêncio diante de mim”.
Ou: “do leste”.
Isto é, para O servir.
Ou: “malho”.
Isto é, o ídolo.
Lit.: “semente”.
Isto é, indefeso e humilde.
Lit.: “ajudar-te”.
Ou: “pragana”.
Ou: “padejá-los; joeirá-los”.
Lit.: “no meio das planícies de vale”.
Lit.: “primeiras coisas”.
Ou: “apliquemos o nosso coração”.
Ou: “do leste”.
Ou: “subgovernadores”.
Ou: “algo inexistente”.
Ou: “estátuas fundidas”.
Ou: “uma irrealidade”.

Notas de estudo

Multimédia