Génesis 49:1-33

49  E Jacó chamou os seus filhos e disse: “Reúnam-se, para que eu vos diga o que vos acontecerá na parte final dos dias.  Reúnam-se e escutem, filhos de Jacó, sim, escutem Israel, o vosso pai.  “Rúben,+ tu és o meu primogénito,+ o meu vigor e o primeiro fruto da minha faculdade reprodutiva, a excelência da dignidade e a excelência da força.  Imprudente como águas turbulentas, não sobressairás, pois subiste à cama do teu pai.+ Naquela ocasião, desonraste* a minha cama. Ele realmente subiu à cama!  “Simeão e Levi são irmãos.+ As suas armas são instrumentos de violência.+  Não entres no seu grupo, ó minha alma.* Não te juntes à sua assembleia, ó minha honra,* porque, na sua ira, mataram homens,+ e, por diversão, cortaram os tendões de touros.  Maldita seja a sua ira, porque é cruel, e a sua fúria, porque é impiedosa.+ Irei dispersá-los pelo território de Jacó e espalhá-los em Israel.+  “Quanto a ti, Judá,+ os teus irmãos irão louvar-te.+ A tua mão estará sobre o pescoço dos teus inimigos.+ Os filhos do teu pai irão curvar-se diante de ti.+  Judá é uma cria de leão.+ Subirás depois de comer a presa, meu filho. Ele abaixa-se e estica-se como um leão e, como no caso de um leão, quem é que se atreve a acordá-lo? 10  O cetro não se afastará de Judá,+ nem o bastão de governante de entre os seus pés, até que venha Siló,*+ e a ele pertencerá a obediência dos povos.+ 11  Ele amarrará o seu jumento a uma videira e o seu jumentinho a uma videira seleta, lavará a sua vestimenta em vinho e a sua roupa no sangue das uvas. 12  Os seus olhos são vermelhos-escuros por causa do vinho, e os seus dentes são brancos por causa do leite. 13  “Zebulão+ residirá junto à costa marítima, junto à costa onde os navios ficam ancorados,+ e a sua fronteira estender-se-á na direção de Sídon.+ 14  “Issacar+ é um jumento de ossos fortes, deitado debaixo das duas cargas.* 15  Ele verá que o lugar de descanso é bom e que a terra é agradável. Baixará o ombro para levar o fardo e irá sujeitar-se a trabalhos forçados. 16  “Dã+ julgará o seu povo como uma das tribos de Israel.+ 17  Dã será uma serpente à beira da estrada, uma víbora-cornuda na berma do caminho, que morde o calcanhar do cavalo, de modo que o cavaleiro cai para trás.+ 18  Esperarei a salvação que virá de ti, ó Jeová. 19  “Quanto a Gade,+ um bando de saqueadores irá atacá-lo, mas ele atacará o calcanhar deles.+ 20  “O pão* de Aser+ será abundante,* e ele fornecerá alimentos próprios de reis.+ 21  “Naftali+ é uma corça esbelta. Ele diz palavras elegantes.+ 22  “José+ é o ramo de uma árvore frutífera, uma árvore frutífera junto a uma nascente, cujos ramos se estendem por cima do muro. 23  Mas os arqueiros hostilizavam-no, atiravam contra ele e guardavam-lhe rancor.+ 24  Contudo, o seu arco permaneceu no lugar,+ e as suas mãos continuaram fortes e ágeis.+ Isto veio das mãos do poderoso de Jacó, do pastor, a pedra de Israel. 25  Ele* provém do Deus do seu pai, e Deus irá ajudá-lo, e ele está com o Todo-Poderoso, e este irá abençoá-lo com as bênçãos dos céus acima, com as bênçãos das profundezas abaixo,+ com as bênçãos dos peitos e do ventre. 26  As bênçãos do teu pai serão superiores às bênçãos das montanhas eternas, às coisas desejáveis dos montes duradouros.+ Continuarão sobre a cabeça de José, no alto da cabeça do escolhido dentre os seus irmãos.+ 27  “Benjamim+ continuará a dilacerar como um lobo.+ De manhã, comerá a presa e, ao anoitecer, repartirá o despojo.”+ 28  Destes procedem as 12 tribos de Israel, e isto foi o que o seu pai lhes disse ao abençoá-los. Deu a cada um deles uma bênção+ apropriada. 29  Depois, deu-lhes estas ordens: “Vou ser reunido ao meu povo.*+ Enterrem-me com os meus pais na caverna que fica no campo de Efrom, o hitita,+ 30  a caverna no campo de Macpela, em frente a Manre, na terra de Canaã, o campo que Abraão comprou a Efrom, o hitita, como propriedade para servir de sepultura. 31  Enterraram lá Abraão e Sara, sua esposa.+ Enterraram lá Isaque+ e Rebeca, sua esposa, e lá enterrei Lia. 32  O campo e a caverna que há lá foram comprados aos filhos de Hete.”+ 33  Assim, Jacó acabou de dar as instruções aos seus filhos. Então, recolheu os pés na cama e deu o seu último suspiro, e foi reunido ao seu povo.*+

Notas de rodapé

Ou: “profanaste”.
Ou, possivelmente: “disposição”.
Que significa “aquele de quem é; aquele a quem pertence”.
Ou: “dos dois alforges”.
Ou: “alimento”.
Lit.: “gordo”.
Isto é, José.
Expressão poética que se refere à morte.
Expressão poética que se refere à morte.

Notas de estudo

Multimédia