Génesis 28:1-22

28  Então, Isaque chamou Jacó e abençoou-o, e ordenou-lhe: “Não tomes uma esposa dentre as filhas de Canaã.+  Vai para Padã-Arã, à casa de Betuel, pai da tua mãe, e toma de lá como esposa uma das filhas de Labão,+ irmão da tua mãe.  O Deus Todo-Poderoso irá abençoar-te, dar-te filhos e multiplicar-te, e certamente te tornarás uma congregação de povos.+  E ele irá dar-te a bênção de Abraão,+ a ti e à tua descendência,* para que tomes posse da terra em que tens vivido como estrangeiro, a terra que Deus deu a Abraão.”+  Assim, Isaque mandou Jacó embora, e este partiu para Padã-Arã, para ir ter com Labão, filho de Betuel, o arameu,+ e irmão de Rebeca,+ mãe de Jacó e de Esaú.  Esaú viu que Isaque tinha abençoado Jacó e que o tinha enviado a Padã-Arã, para que tomasse de lá uma esposa, e que, ao abençoá-lo, lhe tinha ordenado: “Não tomes uma esposa dentre as filhas de Canaã”.+  Também viu que Jacó obedeceu ao pai e à mãe e partiu para Padã-Arã.+  Então, Esaú percebeu que as filhas de Canaã desagradavam a Isaque, seu pai;+  por isso, Esaú foi ter com Ismael e, além das esposas que já tinha, tomou como esposa Maalate, irmã de Nebaiote.+ Maalate era filha de Ismael, filho de Abraão. 10  Jacó saiu de Berseba e seguiu para Harã.+ 11  Chegando a certo lugar, preparou-se para passar lá a noite, visto que o sol já se tinha posto. Então, pegou numa das pedras daquele lugar e, pondo-a debaixo da cabeça, deitou-se ali mesmo.+ 12  E teve um sonho: viu uma escada apoiada na terra, e o seu topo chegava aos céus. E anjos de Deus subiam e desciam por ela.+ 13  Por cima dela estava Jeová, e ele disse: “Eu sou Jeová, o Deus de Abraão, teu pai, e o Deus de Isaque.+ Vou dar-te a ti e à tua descendência* a terra em que estás deitado.+ 14  E a tua descendência* certamente se tornará como as partículas de pó da terra,+ e tu irás espalhar-te para o oeste, para o leste, para o norte e para o sul; e todas as famílias da terra certamente serão abençoadas* por meio de ti e por meio da tua descendência.*+ 15  Eu estou contigo, vou proteger-te onde quer que vás e vou trazer-te de volta a esta terra.+ Não te deixarei até que tenha feito o que te prometi.”+ 16  Então, Jacó acordou do sono e disse: “Jeová realmente está neste lugar, e eu não sabia disso.” 17  E ele ficou com medo e acrescentou: “Este lugar inspira mesmo temor! Só pode ser a casa de Deus,+ e este é o portão dos céus.”+ 18  Assim, Jacó levantou-se de manhã cedo, pegou na pedra em que apoiara a cabeça, colocou-a em pé como uma coluna e derramou óleo sobre ela.+ 19  Então, deu àquele lugar o nome de Betel;* mas, anteriormente, o nome da cidade era Luz.+ 20  E Jacó fez um voto, dizendo: “Se Deus continuar comigo e me proteger na minha viagem, se me der pão para comer e roupa para vestir, 21  e eu retornar em paz à casa do meu pai, então, certamente Jeová terá mostrado que é o meu Deus. 22  Esta pedra que ergui como coluna irá tornar-se uma casa de Deus;+ e sem falta te darei um décimo de tudo o que me deres.”

Notas de rodapé

Lit.: “semente”.
Lit.: “semente”.
Lit.: “semente”.
Ou: “obterão para si uma bênção”.
Lit.: “semente”.
Que significa “casa de Deus”.

Notas de estudo

Multimédia