Deuteronómio 22:1-30

22  “Se vires a ovelha ou o touro do teu irmão perdidos, não finjas que não os viste.+ Sem falta, deves levar o animal de volta ao teu irmão.  Mas, se o teu irmão não morar perto de ti, ou se tu não o conheceres, deves levar o animal para casa, e este ficará contigo até que o teu irmão o procure. Então, deves devolver-lho.+  É isso que deves fazer com o jumento, com a roupa e com qualquer objeto que o teu irmão tiver perdido e que tu tiveres encontrado. Não faças de conta que não os viste.  “Se vires o jumento ou o touro do teu irmão cair na estrada, não finjas que não os viste. Sem falta, deves ajudá-lo a levantar o animal.+  “Uma mulher não deve vestir roupa de homem, nem um homem deve usar roupa de mulher. Pois todo aquele que faz isso é detestável para Jeová, teu Deus.  “Se encontrares na estrada um ninho de pássaro com filhotes ou ovos, numa árvore ou no chão, e a mãe estiver sobre os filhotes ou sobre os ovos, não leves a mãe juntamente com os filhotes.+  Deixa a mãe ir-se embora, mas podes ficar com os filhotes para ti. Fá-lo para que tudo te corra bem e para que vivas por muito tempo.  “Se construíres uma casa nova, também deves fazer um parapeito para o teu terraço,+ a fim de que a culpa de sangue não recaia sobre os da tua casa, se alguém cair dali abaixo.  “Não semeies na tua vinha dois tipos de semente.+ Senão, tudo o que for produzido pelo que semeares e o produto da vinha serão confiscados para o santuário. 10  “Não lavres com um touro e um jumento no mesmo jugo.+ 11  “Não uses roupa feita de lã e linho misturados.+ 12  “Deves fazer borlas nos quatro cantos do teu manto.+ 13  “Se um homem tomar uma esposa e tiver relações com ela, mas depois passar a odiá-la,* 14  e se ele a acusar de má conduta e a difamar, dizendo: ‘Tomei esta mulher como esposa, mas, quando tive relações com ela, não encontrei provas de que era virgem’, 15  então, o pai e a mãe da jovem devem apresentar a prova da virgindade da jovem aos anciãos no portão da cidade. 16  O pai da jovem deve dizer aos anciãos: ‘Dei a minha filha a este homem como esposa, mas ele odeia-a* 17  e acusa-a de má conduta, dizendo: “Não encontrei na sua filha provas de que era virgem.” Aqui está a prova da virgindade da minha filha.’ Então, eles estenderão o lençol diante dos anciãos da cidade. 18  Os anciãos da cidade+ agarrarão o homem e irão discipliná-lo.+ 19  Irão aplicar-lhe uma multa de cem siclos* de prata e dá-los ao pai da jovem, porque o homem difamou uma virgem em Israel,+ e ela continuará a ser sua esposa. Não lhe será permitido divorciar-se dela enquanto ele viver. 20  “Mas, se a acusação for verdadeira e não houver provas de que a jovem era virgem, 21  então, devem levar a jovem para fora, à entrada da casa do seu pai, e os homens da cidade devem apedrejá-la até à morte, porque ela praticou um ato vergonhoso+ em Israel ao cometer imoralidade sexual* na casa do seu pai.+ Assim, elimina o mal do teu meio.+ 22  “Se um homem for encontrado deitado com uma mulher que é esposa de outro homem, ambos devem morrer juntos, tanto o homem que se deitou com a mulher, como a mulher.+ Assim, elimina o mal de Israel. 23  “Se uma virgem estiver noiva de um homem, e outro homem a encontrar na cidade e se deitar com ela, 24  então, vocês devem levar ambos para fora, ao portão daquela cidade, e apedrejá-los até à morte; a jovem, por não ter gritado na cidade, e o homem, por ter humilhado a esposa do seu próximo.+ Assim, elimina o mal do teu meio. 25  “Mas, se o homem encontrou no campo a jovem que estava noiva, e dominou-a e deitou-se com ela, então, apenas o homem que se deitou com ela deve morrer; 26  não faças nada à jovem. A jovem não cometeu um pecado que mereça a morte. Este caso é igual ao de um homem que ataca o próximo e o assassina.*+ 27  Pois encontrou-a no campo, e a jovem que estava noiva gritou, mas não havia ninguém para a socorrer. 28  “Se um homem encontrar uma virgem que não está noiva, e a agarrar e se deitar com ela, e eles forem descobertos,+ 29  então, o homem que se deitou com ela dará 50 siclos de prata ao pai da jovem, e ela irá tornar-se sua esposa.+ Visto que ele a humilhou, não lhe será permitido divorciar-se dela enquanto ele viver. 30  “Nenhum homem deve tomar a esposa do seu pai, para que não desonre o seu pai.*+

Notas de rodapé

Ou: “mas depois a rejeitar”.
Ou: “rejeita-a”.
Um siclo equivalia a 11,4 g. Veja o Veja Ap. B14.
Ou: “prostituição”.
Ou: “e o assassina, uma alma”.
Lit.: “não remova a saia do seu pai”.

Notas de estudo

Multimédia