2 Samuel 19:1-43

19  Joabe foi informado: “O rei chora e lamenta-se por causa de Absalão.”+  Por conseguinte, naquele dia, a vitória* transformou-se em luto para todo o povo, porque souberam que o rei estava a sofrer por causa do seu filho.  Naquele dia, os soldados voltaram* em silêncio para a cidade,+ assim como um exército que está envergonhado por ter fugido da batalha.  O rei tinha coberto o rosto e continuava a clamar: “Meu filho Absalão! Absalão, meu filho, meu filho!”+  Então, Joabe entrou na casa onde estava o rei e disse-lhe: “Está a envergonhar todos os seus homens, que hoje salvaram a sua vida,* a vida* dos seus filhos+ e das suas filhas,+ das suas esposas e das suas concubinas.+  O senhor ama os que o odeiam e odeia os que o amam, pois hoje deixou claro que os chefes e os servos que lhe pertencem não significam nada para si. Pois tenho a certeza de que, se Absalão tivesse sido o único a permanecer vivo no dia de hoje e todos nós estivéssemos mortos, estaria tudo bem para si.  Agora, levante-se, saia e encoraje os* seus servos, porque juro por Jeová que, se não o fizer, ninguém ficará consigo esta noite. Isso será pior do que todo o mal que lhe aconteceu desde a sua juventude até agora.”  Assim, o rei levantou-se e sentou-se no portão da cidade, e todo o povo foi informado: “O rei está sentado no portão.” De seguida, todo o povo compareceu perante o rei. Porém, os homens de Israel tinham fugido, cada um para a sua casa.+  Todo o povo, em todas as tribos de Israel, discutia entre si e comentava: “O rei salvou-nos dos nossos inimigos+ e livrou-nos dos filisteus, mas fugiu do país por causa de Absalão.+ 10  E Absalão, a quem ungimos rei sobre nós,+ morreu na batalha.+ Portanto, porque é que não fazem nada para que o rei volte?” 11  O rei David mandou a seguinte mensagem aos sacerdotes Zadoque+ e Abiatar:+ “Digam aos anciãos de Judá:+ ‘Porque é que haviam de ser os últimos a providenciar o regresso do rei a casa, ao passo que os comentários de todo o Israel já chegaram até onde mora o rei ? 12  Vocês são meus irmãos, somos do mesmo sangue.* Porque é que haviam de ser os últimos a providenciar o regresso do rei?’ 13  Devem dizer a Amasa:+ ‘Não somos do mesmo sangue?* Que Deus me castigue, e que o faça severamente, se doravante não te tornares o chefe do meu exército no lugar de Joabe.’”+ 14  Assim, o rei David ganhou* o coração de todos os homens de Judá, sem exceção, e eles mandaram dizer-lhe: “Volte, com todos os seus servos.” 15  O rei voltou e chegou ao Jordão, e os homens de Judá chegaram a Gilgal+ para se encontrarem com o rei, a fim de o acompanharem na travessia do Jordão. 16  Então, Simei,+ filho de Gera, benjaminita de Baurim, foi rapidamente com os homens de Judá ao encontro do rei David, 17  e com ele estavam 1000 homens de Benjamim. Ziba,+ ajudante da casa de Saul, com os seus 15 filhos e 20 servos, também foi depressa ao Jordão e chegou lá antes do rei. 18  Ele atravessou* o rio no seu ponto de travessia para trazer os da casa do rei e fazer tudo o que o rei quisesse. Contudo, quando o rei estava prestes a atravessar o Jordão, Simei, filho de Gera, prostrou-se diante dele. 19  Ele disse ao rei: “Que o senhor não me considere culpado e não se lembre do mal que o seu servo lhe fez+ no dia em que o meu senhor, o rei, saiu de Jerusalém. Que o rei não leve isso em conta, 20  pois o seu servo reconhece que pecou. Por isso, hoje, sou o primeiro de toda a casa de José a vir ao encontro do meu senhor, o rei.” 21  Imediatamente, Abisai,+ filho de Zeruia,+ disse: “Não deveria Simei ser morto por ter amaldiçoado o ungido de Jeová?”+ 22  No entanto, David disse: “O que é que têm a ver com isso, filhos de Zeruia?+ Porque é que agem contra mim? Será que alguém deve ser morto hoje em Israel? Por acaso, não sei eu que, hoje, voltei a ser o rei de Israel?” 23  De seguida, o rei disse a Simei: “Não morrerás.” E o rei confirmou-o com um juramento.+ 24  Mefibosete,+ neto de Saul, também foi ao encontro do rei. Ele não tinha cuidado dos pés, nem aparado o bigode, nem lavado as suas roupas, desde o dia em que o rei se tinha ido embora até ao dia em que voltou em paz. 25  Quando chegou a* Jerusalém para se encontrar com o rei, o rei perguntou-lhe: “Porque é que não foste comigo, Mefibosete?” 26  Ele respondeu: “O meu servo+ enganou-me, meu senhor, o rei. Visto que sou* aleijado, eu* disse-lhe: ‘Vou mandar selar a minha jumenta, a fim de montá-la e ir com o rei.’+ 27  Mas ele caluniou o seu servo diante do meu senhor, o rei.+ No entanto, o meu senhor, o rei, é como um anjo do verdadeiro Deus. Assim, faça o que achar melhor. 28  Todos os da casa do meu pai poderiam ter sido mortos pelo meu senhor, o rei. Apesar disso, o senhor pôs o seu servo entre os que comem à sua mesa.+ Portanto, que direito tenho eu de pedir mais alguma coisa ao rei?” 29  Contudo, o rei disse-lhe: “Não digas mais nada. A minha decisão é que tu e Ziba devem dividir o campo.”+ 30  A seguir, Mefibosete disse ao rei: “Que ele fique com tudo, já que o meu senhor, o rei, voltou em paz para casa.” 31  Barzilai,+ o gileadita, veio de Rogelim para o Jordão, a fim de acompanhar o rei até ao Jordão. 32  Barzilai era muito idoso; tinha 80 anos de idade. Foi ele que forneceu alimento ao rei enquanto este ficou em Maanaim,+ pois era um homem muito rico. 33  O rei disse a Barzilai: “Vem comigo e eu vou dar-te o sustento em Jerusalém.”+ 34  Todavia, Barzilai disse ao rei: “Quantos anos* de vida ainda me restam, para que eu vá com o rei a Jerusalém? 35  Já tenho 80 anos de idade.+ Será que consigo distinguir o que é bom do que é mau? Pode o seu servo sentir o gosto do que come e do que bebe, ou ainda escutar a voz de cantores e cantoras?+ Portanto, porque devia o seu servo ser mais um peso para o meu senhor, o rei? 36  O seu servo já fica satisfeito por acompanhar o rei até ao Jordão. Porque deveria o rei recompensar-me dessa maneira? 37  Por favor, deixe o seu servo voltar e deixe-me morrer na minha cidade, perto da sepultura do meu pai e da minha mãe.+ No entanto, aqui está o seu servo Quimã.+ Que ele vá com o meu senhor, o rei. Faça por ele o que achar melhor.” 38  Seguidamente, o rei disse: “Quimã irá comigo, e eu farei por ele o que achares melhor. Farei por ti tudo o que me pedires.” 39  Todo o povo começou então a atravessar o Jordão, e, quando o rei estava prestes a atravessar, beijou Barzilai+ e abençoou-o; e Barzilai voltou para casa. 40  Quando o rei atravessou e foi a Gilgal,+ Quimã foi com ele. Todos os homens de Judá e metade dos homens de Israel atravessaram com o rei.+ 41  Então, todos os homens de Israel dirigiram-se ao rei e perguntaram-lhe: “Porque é que os nossos irmãos, os homens de Judá, foram buscá-lo às escondidas, e fizeram com que o rei e os da sua casa, bem como todos os homens de David, atravessassem o Jordão?”+ 42  Todos os homens de Judá responderam aos homens de Israel: “Fizemos isso porque o rei é nosso parente.+ Porque é que estão irritados com isso? Será que comemos às custas do rei ou ganhámos algum presente da sua parte?” 43  No entanto, os homens de Israel responderam aos homens de Judá: “Nós temos dez partes no que se refere ao rei.* Portanto, temos mais direitos em relação a David do que vocês. Então, porque é que nos desprezaram? Não devíamos ter sido os primeiros a trazer o nosso rei?” Contudo, as palavras dos homens de Judá prevaleceram sobre* as palavras dos homens de Israel.

Notas de rodapé

Ou: “salvação”.
Ou: “o povo voltou”.
Ou: “alma”.
Ou: “alma”.
Lit.: “fale ao coração dos”.
Lit.: “são o meu osso e a minha carne”.
Lit.: “Vocês não são o meu osso e a minha carne?”
Lit.: “inclinou”.
Ou, possivelmente: “Eles atravessaram”.
Ou, possivelmente: “de”.
Lit.: “o seu servo é”.
Lit.: “o seu servo”.
Lit.: “dias de anos”.
Ou: “do reino”.
Ou: “foram mais duras do que”.

Notas de estudo

Multimédia