1 Samuel 9:1-27

9  Havia um homem de Benjamim que se chamava Quis,+ filho de Abiel, filho de Zeror, filho de Becorate, filho de Afia. Ele era benjaminita+ e era muito rico.  Tinha um filho chamado Saul,+ que era jovem e bonito — entre os israelitas, não havia homem que fosse mais bonito do que ele —, e era o mais alto de todos; os outros só lhe davam pelo ombro.  Quando se perderam as jumentas de Quis, pai de Saul, Quis disse a Saul, seu filho: “Por favor, leva um dos ajudantes contigo e vai procurar as jumentas.”  Eles atravessaram a região montanhosa de Efraim e a terra de Salisa, porém, não as encontraram. Passaram pela terra de Saalim, mas as jumentas não estavam lá. Atravessaram toda a terra dos benjaminitas e não as encontraram.  Quando entraram na terra de Zufe, Saul disse ao ajudante que estava com ele: “Vamos voltar; senão, em vez de estar preocupado com as jumentas, o meu pai vai ficar preocupado connosco.”+  Contudo, o ajudante disse: “Há um homem de Deus nesta cidade e ele é respeitado. Tudo o que ele diz se cumpre.+ Vamos lá agora. Talvez ele nos indique que caminho devemos seguir.”  Então, Saul disse ao seu ajudante: “Se lá formos, o que é que levaremos ao homem? Não temos pão nos nossos alforges nem nenhum presente para dar ao homem do verdadeiro Deus. O que é que temos connosco?”  O ajudante disse a Saul: “Tenho aqui na minha mão um quarto de um siclo* de prata. Vou dá-lo ao homem do verdadeiro Deus para que ele nos indique o caminho.”  (Antigamente, em Israel, quando alguém consultava a Deus, dizia: “Vamos ao vidente.”+ Pois, no passado, chamavam videntes* aos que hoje conhecemos por profetas.) 10  Saul disse então ao seu ajudante: “Boa ideia! Vamos lá.” Assim, foram à cidade onde estava o homem do verdadeiro Deus. 11  Enquanto subiam até à cidade, encontraram umas raparigas que iam tirar água, e perguntaram-lhes: “O vidente*+ está por aqui?” 12  Elas responderam: “Sim, ele está mesmo ali. Vão depressa. Ele chegou hoje à cidade, porque o povo vai fazer um sacrifício,+ hoje, no alto sagrado.+ 13  Assim que entrarem na cidade, irão encontrá-lo, antes de ele subir ao alto sagrado para comer. O povo não comerá antes de ele chegar, porque é ele quem abençoa o sacrifício. Só depois é que os convidados podem comer. Subam já e hão de encontrá-lo.” 14  Assim, subiram à cidade e, quando entraram, viram que Samuel vinha na sua direção para subir até ao alto sagrado. 15  Um dia antes de Saul chegar, Jeová tinha dito a* Samuel: 16  “Amanhã, por volta desta hora, vou enviar-te um homem da terra de Benjamim.+ Deves ungi-lo como líder do meu povo Israel,+ e ele salvará o meu povo das mãos dos filisteus. Pois vi o sofrimento do meu povo, e o seu clamor chegou até mim.”+ 17  Quando Samuel viu Saul, Jeová disse-lhe: “Este é o homem de quem te falei: ‘É ele que governará o meu povo.’”*+ 18  Saul aproximou-se de Samuel no portão da cidade e perguntou-lhe: “Por favor, diga-me: Onde é a casa do vidente?”* 19  Em resposta, Samuel disse a Saul: “Eu sou o vidente.* Vai à minha frente até ao alto sagrado. Hoje, vocês comem comigo.+ Amanhã de manhã, vou deixar que te vás embora e revelar-te tudo o que queres saber.* 20  Quanto às jumentas que se perderam há três dias,+ não te preocupes com elas, pois foram encontradas. E a quem é que pertence tudo o que é desejável em Israel? Não é a ti e a toda a casa do teu pai?”+ 21  Saul respondeu: “Não sou eu benjaminita, da menor das tribos de Israel?+ E não é a minha família a mais insignificante de todas as famílias da tribo de Benjamim? Então, porque é que o senhor me está a dizer isso?” 22  De seguida, Samuel levou Saul e o seu ajudante ao refeitório e deu-lhes um lugar à cabeceira dos convidados; havia cerca de 30 homens. 23  Samuel disse ao cozinheiro: “Traz a porção de carne que te entreguei e que te pedi para separares.” 24  Então, o cozinheiro retirou a perna do animal e o que nela havia, e colocou-a diante de Saul. E Samuel disse: “Aqui está o que foi separado para ti. Come, porque isto foi separado para que tu o comesses nesta ocasião. Pois eu disse: ‘Terei convidados.’” Assim, naquele dia, Saul comeu com Samuel. 25  Depois, desceram do alto sagrado+ para a cidade e Samuel continuou a conversar com Saul no terraço da casa. 26  Levantaram-se cedo e, ao amanhecer, Samuel chamou Saul, que estava no terraço, e disse-lhe: “Prepara-te, para que eu me despeça de ti.” Por conseguinte, Saul preparou-se, e ele e Samuel saíram. 27  Enquanto desciam, já ao sair da cidade, Samuel disse a Saul: “Diz ao ajudante+ que vá andando à frente” (então, ele foi andando), “mas, tu, fica aqui, para que eu te comunique a palavra de Deus”.

Notas de rodapé

Um siclo equivalia a 11,4 g. Veja o Ap. B14.
Lit.: “destapado o ouvido de”.
Ou: “manterá o meu povo dentro dos limites”.
Lit.: “tudo o que há no teu coração”.

Notas de estudo

Multimédia