1 Reis 18:1-46

18  Depois de algum tempo, no terceiro ano,+ Elias recebeu a seguinte palavra de Jeová: “Vai, apresenta-te a Acabe, e eu farei chover sobre o solo.”+  Assim, Elias foi apresentar-se a Acabe; enquanto a fome era severa+ em Samaria.  Entretanto, Acabe chamou Obadias, que era o encarregado da casa. (Obadias temia muito a Jeová,  e, quando Jezabel+ estava a eliminar* os profetas de Jeová, Obadias levou cem profetas e manteve-os escondidos em cavernas, em grupos de 50, e sustentou-os com pão e água.)  Acabe disse a Obadias: “Percorre todo o país e vai a todas as fontes de água e a todos os vales.* Talvez encontremos pastagem suficiente para manter vivos os cavalos e as mulas, para que os nossos animais não morram todos.”  Então, dividiram entre si a terra que iam percorrer. Acabe foi sozinho por um caminho, e Obadias foi sozinho por outro caminho.  Quando Obadias seguia o seu caminho, Elias veio ao seu encontro. Obadias reconheceu-o imediatamente e prostrou-se com o rosto por terra, e perguntou: “É o senhor, meu senhor Elias?”+  Ele respondeu-lhe: “Sou eu. Vai e diz ao teu senhor, o rei: ‘Elias está aqui.’”  Obadias, porém, disse: “Que pecado cometi eu, para o senhor querer entregar o seu servo a Acabe para ele me matar? 10  Tão certo como vive Jeová, seu Deus, não há nação nem reino em que o meu senhor, o rei, não o tenha mandado procurar. Quando diziam: ‘Ele não está aqui’, o rei fazia cada reino e cada nação jurar que não o tinha conseguido encontrar.+ 11  Agora, o senhor diz: ‘Vai e diz ao teu senhor, o rei: “Elias está aqui.”’ 12  Quando eu me for embora, o espírito de Jeová irá levá-lo+ para um lugar que eu não saberei. E, quando eu informar Acabe e ele não o encontrar, com certeza vai matar-me. No entanto, o seu servo tem temido a Jeová desde a juventude. 13  Não informaram o meu senhor sobre o que eu fiz quando Jezabel estava a matar os profetas de Jeová? Como eu escondi em cavernas cem profetas de Jeová em grupos de 50, e os sustentei com pão e água?+ 14  Todavia, agora o senhor está a dizer: ‘Vai e diz ao teu senhor, o rei: “Elias está aqui.”’ Ele com certeza vai matar-me.” 15  Contudo, Elias disse: “Tão certo como vive Jeová dos exércitos, a quem sirvo,* hoje vou apresentar-me a Acabe.” 16  Por conseguinte, Obadias foi ter com Acabe e avisou-o. E Acabe foi ter com Elias. 17  Assim que viu Elias, Acabe disse: “És tu? Aquele que está a causar esta grande desgraça em* Israel?” 18  Então, ele respondeu: “Não fui eu que causei esta desgraça em Israel; o culpado é o senhor e a casa do seu pai, porque abandonaram os mandamentos de Jeová e seguiram os baalins.+ 19  E agora, convoque todo o Israel ao monte Carmelo,+ e também os 450 profetas de Baal e os 400 profetas do poste sagrado,*+ que comem à mesa de Jezabel.” 20  Assim, Acabe mandou mensageiros a todo o povo de Israel e reuniu os profetas no monte Carmelo. 21  Depois, Elias aproximou-se de todo o povo e disse: “Até quando ficarão indecisos* entre duas opiniões diferentes?+ Se Jeová é o verdadeiro Deus, sigam-no!+ Mas se é Baal, sigam-no!” O povo, porém, não lhe disse nenhuma palavra em resposta. 22  Elias disse então ao povo: “Eu sou o único profeta de Jeová que restou,+ mas há 450 profetas de Baal. 23  Que eles tragam dois novilhos. Que escolham um novilho, cortem-no em pedaços e coloquem-no sobre a lenha. No entanto, eles não lhe devem deitar fogo. Eu vou preparar o outro novilho e colocá-lo sobre a lenha, mas não lhe vou deitar fogo. 24  Depois, invoquem o nome do vosso deus,+ e eu invocarei o nome de Jeová. O Deus que responder por enviar fogo mostrará que é o verdadeiro Deus.”+ E todo o povo respondeu: “O que disseste é bom.” 25  Elias disse aos profetas de Baal: “Escolham um novilho e preparem-no primeiro, visto que são a maioria. Depois, invoquem o nome do vosso deus, mas não deitem fogo ao novilho.” 26  Assim, pegaram no novilho que lhes tinha sido trazido, prepararam-no e invocaram o nome de Baal desde a manhã até ao meio-dia, dizendo: “Ó Baal, responde-nos!” Contudo, não se ouvia nenhuma voz; ninguém respondia.+ Eles continuaram a dançar, coxeando em volta do altar que tinham feito. 27  Por volta do meio-dia, Elias começou a gozar com eles e a dizer: “Gritem o mais que puderem! Afinal, ele é um deus!+ Talvez esteja entretido com os seus pensamentos ou tenha ido fazer as suas necessidades.* Ou talvez esteja a dormir e alguém precisa de o acordar!” 28  Eles gritavam ao máximo da sua voz e faziam cortes em si mesmos com punhais e com lanças, segundo o seu costume, até ficarem cobertos de sangue. 29  Passou do meio-dia, e eles continuaram em delírio* até à hora de se apresentar a oferta de cereais do anoitecer, mas não se ouvia nenhuma voz, ninguém respondia; ninguém prestava atenção.+ 30  Por fim, Elias disse a todo o povo: “Aproximem-se de mim.” Assim, todo o povo se aproximou dele, e ele restaurou o altar de Jeová que tinha sido derrubado.+ 31  Elias pegou então em 12 pedras, conforme o número das tribos dos filhos de Jacó, o qual tinha recebido a seguinte palavra de Jeová: “Israel será o teu nome.”+ 32  Com as pedras, Elias construiu um altar+ em nome de Jeová. Depois fez em volta do altar uma vala, suficientemente grande para se semear dois seás* de semente. 33  Em seguida, dispôs a lenha, cortou o novilho em pedaços e pô-lo sobre a lenha,+ e disse: “Encham quatro cântaros grandes com água e despejem-na sobre a oferta queimada e sobre a lenha.” 34  Então, ele disse: “Façam isso outra vez.” E eles fizeram-no outra vez. Depois, ele disse: “Façam isso pela terceira vez.” E eles fizeram-no pela terceira vez. 35  A água corria por todo o altar, e ele também encheu a vala com água. 36  Por volta da hora de se apresentar a oferta de cereais do anoitecer,+ Elias, o profeta, aproximou-se do altar e disse: “Ó Jeová, Deus de Abraão,+ de Isaque+ e de Israel, saiba-se hoje que tu és Deus em Israel, que eu sou o teu servo e que foi segundo a tua ordem que fiz todas estas coisas.+ 37  Responde-me, ó Jeová! Responde-me, para que este povo saiba que tu, Jeová, és o verdadeiro Deus e que tu estás a fazer o coração deles voltar para ti.”+ 38  Então, desceu fogo de Jeová e consumiu a oferta queimada,+ a lenha, as pedras e o pó, e secou a água que havia na vala.+ 39  Quando o povo viu isso, todos se prostraram imediatamente com o rosto por terra e disseram: “Jeová é o verdadeiro Deus! Jeová é o verdadeiro Deus!” 40  Então, Elias disse-lhes: “Agarrem os profetas de Baal! Não deixem escapar nenhum deles!” Agarraram-nos imediatamente, e Elias fê-los descer ao rio* Quisom+ e matou-os ali.+ 41  Elias disse a Acabe: “Vá, coma e beba, pois já se ouve o barulho de uma chuva forte.”+ 42  Então, Acabe foi comer e beber, enquanto Elias subiu ao cume do Carmelo, ajoelhou-se no chão e ficou com o rosto entre os joelhos.+ 43  A seguir, ele disse ao seu ajudante: “Por favor, sobe e olha na direção do mar.” Portanto ele subiu, olhou e disse: “Não há absolutamente nada.” E Elias disse sete vezes: “Volta e olha outra vez.” 44  Na sétima vez o ajudante disse: “Olha! Uma nuvem pequena do tamanho da mão de um homem está a subir do mar.” Elias disse então: “Vai, diz a Acabe: ‘Prepare o seu carro de guerra! Desça para que a chuva não o detenha!’” 45  Entretanto, o céu começou a ficar cheio de nuvens escuras, o vento começou a soprar e caiu uma chuva forte.+ Acabe seguia no seu carro de guerra para Jezreel.+ 46  E a mão de Jeová veio sobre Elias; e ele prendeu* a sua veste na cintura e correu à frente de Acabe até Jezreel.

Notas de rodapé

Lit.: “decepar”.
Ou: “uádis”.
Lit.: “perante quem estou de pé”.
Ou: “a trazer ostracismo [isto é, exclusão] a”.
Lit.: “a coxear”.
Ou, possivelmente: “tenha ido numa viagem”.
Ou: “a comportar-se como profetas”.
Um seá equivalia a 7,33 l. Veja o Ap. B14.
Ou: “uádi”.
Ou: “cingiu”.

Notas de estudo

Multimédia