1 Timóteo 3:1-16

3  Esta declaração é digna de confiança: Se um homem está a esforçar-se para ser superintendente,+ deseja uma obra excelente.  O superintendente, portanto, deve ser irrepreensível, marido de uma só esposa, moderado nos hábitos, sensato,*+ ordeiro, hospitaleiro,+ qualificado para ensinar.+  Não deve ser beberrão+ nem violento,* mas deve ser razoável,+ não conflituoso.+ Não deve amar o dinheiro.+  Deve presidir bem à* sua própria família, tendo os filhos em sujeição com toda a seriedade.+  (Pois, se um homem não souber presidir à* sua própria família, como cuidará ele da congregação de Deus?)  Não deve ser recém-convertido,+ para que não se encha de orgulho e caia no julgamento aplicado ao Diabo.  Além disso, deve ter também um bom testemunho de* pessoas de fora,+ a fim de que não caia em desonra* e num laço do Diabo.  De igual modo, os servos ministeriais devem ser sérios e homens de uma só palavra;* não devem beber muito vinho, nem ser ávidos de ganho desonesto.+  Devem apegar-se ao segredo sagrado da fé de consciência limpa.+ 10  Também, que estes sejam primeiro examinados quanto à aptidão;* depois, sirvam como ministros, se estiverem livres de acusação.+ 11  De igual modo, as mulheres devem ser sérias, não caluniadoras,+ moderadas nos hábitos, fiéis em todas as coisas.+ 12  Que os servos ministeriais sejam maridos de uma só esposa e presidam bem aos seus filhos e à sua própria família. 13  Pois os homens que servem bem adquirem para si uma boa reputação e podem falar com grande confiança* sobre a fé em Cristo Jesus. 14  Embora eu espere ir ao teu encontro em breve, escrevo-te estas coisas 15  para que, caso eu demore, tu saibas como te deves comportar na família de Deus,+ que é a congregação do Deus vivente, coluna e amparo da verdade. 16  De facto, não há dúvida de que é grande o segredo sagrado da devoção a Deus: ‘Ele foi manifestado em carne,+ foi declarado justo em espírito,+ apareceu a anjos,+ foi pregado às nações,+ foi crido no mundo,+ foi recebido no céu em glória.’

Notas de rodapé

Ou: “alguém que tenha bom juízo (bom critério)”.
Ou: “espancador”.
Ou: “administrar bem a”.
Ou: “administrar a”.
Ou: “uma boa reputação entre as”.
Ou: “descrédito”.
Ou: “que não enganam ao falar”.
Ou: “quanto a se estão qualificados”.
Ou: “e grande liberdade no falar”.

Notas de estudo

Multimédia