Ir para conteúdo

Ir para menu secundário

Ir para conteúdo

Testemunhas de Jeová

Língua Gestual Portuguesa

A Sentinela (Edição de Estudo)  |  Junho 2017

Jeová nos consola em todas as nossas provações

Jeová nos consola em todas as nossas provações

O Deus de todo o consolo nos consola em todas as nossas provações.’ — 2 COR. 1:3, 4.

CÂNTICOS: 2, 6

1, 2. (a) De que maneira Jeová pode nos consolar? (b) Do que podemos ter certeza quando lemos Jeremias 29:11, 12?

UM IRMÃO solteiro ficou pensando no texto de 1 Coríntios 7:28, que diz que os que se casarem “terão dificuldades na vida”. Ele decidiu conversar com um ancião casado sobre isso e perguntou: ‘O que seriam essas dificuldades na vida, e como eu poderia lidar com isso?’ Antes de responder, o ancião disse para ele pensar nas palavras de Paulo em 2 Coríntios 1:3, 4, que diz que Jeová é “o Deus de todo o consolo, que nos consola em todas as nossas provações”, ou dificuldades.

2 Nós sabemos que Jeová é um pai amoroso que nos ama muito e nos consola nas nossas dificuldades. Como Jeová faz isso? Talvez você se lembre de ocasiões em que Jeová orientou e consolou você por meio da Bíblia. Podemos ter certeza que Jeová quer o nosso melhor, do mesmo jeito que ele queria para os servos dele no passado. — Leia Jeremias 29:11, 12.

3. Que perguntas vamos responder no artigo de hoje?

3 Sem dúvida, fica mais fácil enfrentar um problema quando sabemos a raiz dele. É assim quando temos problemas no casamento ou na família. Mas, como Paulo disse, o que poderia causar dificuldades no casamento e na família? E que exemplos do passado e dos nossos dias podem nos ajudar a ter consolo? Vamos ver as respostas dessas perguntas no artigo de hoje.

PROVAÇÕES QUE PODEM ACONTECER NO CASAMENTO

4, 5. Que dificuldades marido e esposa podem ter?

4 Depois que Adão e Eva se casaram, Jeová disse: “Por isso é que o homem deixará seu pai e sua mãe e se apegará à sua esposa, e eles se tornarão uma só carne.” (Gên. 2:24) Mas, por causa da imperfeição, os casados podem ter certa dificuldade em fazer isso. (Rom. 3:23) Antes de se casar, a mulher costuma obedecer aos pais. Mas as coisas mudam depois do casamento. Deus diz que o homem tem que ser o chefe da família, e que a esposa precisa respeitar o marido. (1 Cor. 11:3) Pode ser que no começo, isso não seja fácil para o novo casal. Talvez o marido não saiba muito bem como ser um bom chefe de família. E a esposa talvez tenha dificuldade de se acostumar com a ideia de que o chefe dela agora é o marido. Mas, de acordo com a Bíblia, a esposa precisa entender que deve respeitar as decisões do marido, e não dos pais. Em alguns casos, os recém-casados acabam tendo problemas com os sogros e isso pode trazer muitas dificuldades.

5 A vida do casal também muda quando descobrem que vão ter um filho. É verdade que essa notícia traz muita alegria, mas também muita ansiedade. O casal fica preocupado com a saúde do bebê e se tudo vai dar certo durante a gravidez. Também se preocupam com os gastos que vão ter. Depois que a criança nasce, algumas coisas mudam. Talvez o casal não consiga mais passar tanto tempo juntos como antes. Por exemplo, a nova mamãe vai passar um bom tempo cuidando e dando atenção para o bebê. Além disso, o marido começa a ter mais responsabilidades. Agora, ele tem que cuidar também das necessidades do filho.

6-8. Como um casal pode se sentir se não consegue ter filhos?

6 Em alguns países, é costume as pessoas terem uma família grande. Por causa disso, alguns acham estranho quando veem que os missionários que moram nesses lugares não têm filhos. Mesmo quando um casal de missionários tenta explicar com todo jeito a razão de não terem filhos, alguns dizem: “Que pena! Nós vamos orar por vocês!” Mas alguns casais passam por outro tipo de provação. Eles querem muito ter filhos, só que não conseguem. A esposa talvez se sinta arrasada porque não consegue engravidar. (Pro. 13:12) No passado, era muito importante para uma mulher ter filhos. Foi por isso que Raquel, a esposa de Jacó, ficava triste quando via sua irmã ter muitos filhos e ela não. — Gên. 30:1, 2.

7 Uma irmã da Inglaterra queria muito ter um filho, mas não conseguia. Daí, ela entrou na menopausa. Ela disse que, quando se deu conta de que não poderia mais ter filhos antes do Armagedom, ficou muito arrasada. Então, ela e o marido decidiram adotar uma criança. Mesmo assim, essa irmã disse: “Eu sabia que adotar uma criança não seria a mesma coisa que engravidar e ter o nosso próprio filho.”

8 A Bíblia diz que uma mulher “ficará a salvo tornando-se mãe”. (1 Tim. 2:15) Isso não quer dizer que ter filhos vai garantir a vida eterna. Então, o que esse texto quer dizer? Quer dizer que quando uma mulher tem filhos ela fica muito ocupada em cuidar das crianças e da casa. Daí, é bem difícil se envolver em fofoca e na vida dos outros. (1 Tim. 5:13) Mesmo assim, ter filhos não significa que a mulher não vai ter problemas no casamento e na família.

Se você perdeu alguém que amava, o que pode consolar você? (Veja os parágrafos 9 e 12.)

9. Que outra provação os casados podem passar?

9 Perder a esposa ou o marido na morte é outra provação que os casados podem passar. Alguns casais talvez achem que isso nunca vai acontecer com eles, mas infelizmente pode acontecer. Nessas horas, a esperança da ressurreição pode fazer toda a diferença. (João 5:28, 29) Por meio dela, Jeová consola quem passa por essa situação difícil. Na Bíblia, encontramos outras promessas de Jeová que nos ajudam em tempos difíceis. Alguns servos do passado foram consolados e ajudados por essas promessas. Vamos ver mais sobre isso nos próximos parágrafos.

CONSOLO EM TODAS AS NOSSAS PROVAÇÕES

10. Como Ana encontrou consolo para a provação que tinha? (Veja a figura no começo do artigo.)

10 Veja o exemplo de Ana, a esposa amada de Elcana. Ela queria muito ter um filho, mas não conseguia. Só que a outra esposa de Elcana, que se chamava Penina, tinha muitos filhos. (Leia 1 Samuel 1:4-7.) Para piorar a situação, “todos os anos” Penina ria de Ana porque ela não conseguia engravidar. Isso deixava Ana arrasada. O que ela fez para encontrar consolo nessa situação? Ana orou pedindo um filho e confiou que Jeová não iria abandoná-la. Depois de fazer “uma longa oração a Jeová”, Ana se sentiu bem melhor e “não estava mais com o rosto abatido”. (1 Sam. 1:12, 17, 18) Ela sabia que Jeová ia dar um jeito na situação, talvez dando um filho para ela ou resolvendo o assunto de outra maneira.

11. Como a oração nos ajuda quando passamos por provações?

11 Vamos continuar passando por provações e situações difíceis enquanto formos imperfeitos e vivermos neste mundo mau de Satanás. (1 João 5:19) Mas, assim como Ana, podemos orar para “o Deus de todo o consolo”. Ela falou para Jeová tudo o que estava sentindo e implorou a ajuda dele. Da mesma forma, quando estivermos passando por uma provação, precisamos fazer mais do que apenas falar para Jeová o que estamos passando. Precisamos implorar a ajuda dele e abrir nosso coração, dizendo tudo o que estamos sentindo. Assim, receberemos o consolo que vem de Deus. — Fil. 4:6, 7.

12. O que ajudou a viúva Ana a ter alegria apesar das provações que passou?

12 Pode ser que você sinta um grande vazio no peito porque não consegue ter filhos ou porque alguém que você amava morreu. Mesmo assim, você pode encontrar consolo. Veja o exemplo da viúva Ana, que viveu nos dias de Jesus. Depois de sete anos de casada, ela ficou viúva. A Bíblia não diz se ela teve filhos ou não. Mesmo assim, aos 84 anos, ela sempre estava no templo, “prestando serviço sagrado noite e dia, fazendo jejum e súplicas”. (Luc. 2:37) Ana encontrou consolo e alegria por continuar servindo a Jeová.

13. Que exemplo mostra que amigos de verdade podem nos consolar?

13 Outra coisa que pode nos ajudar quando passamos por uma situação difícil são os amigos que temos na congregação. (Pro. 18:24) Veja o exemplo de Paula. Quando ela era criança sua mãe parou de servir a Jeová. Isso deixou Paula bem triste, mas uma pioneira chamada Ann foi de muita ajuda. Ela ajudou Paula a não desistir de aprender sobre Jeová e começou a estudar a Bíblia com ela. Paula disse: “Ann não era da minha família. Mesmo assim, o amor e a preocupação que ela teve comigo quando eu era criança me ajudaram a continuar servindo a Jeová.” Com o tempo, Paula teve a alegria de ver sua mãe voltar para Jeová. E Ann fica muito feliz de saber que foi uma mãe em sentido espiritual para Paula.

14. Por que ajudar outros nos faz bem?

14 Quando nos ocupamos fazendo coisas pelos outros, geralmente esquecemos dos nossos problemas. Por exemplo, muitas irmãs, casadas e solteiras, se sentem muito mais felizes quando participam na pregação. Para elas, fazer a vontade de Jeová e falar sobre ele a outros é como uma terapia. Todos nós podemos mostrar nossa preocupação pelas pessoas pregando as boas novas. E, quando fazemos coisas boas pelos irmãos, ficamos ainda mais amigos deles. (Fil. 2:4) Foi isso o que o apóstolo Paulo fez. Ele encorajava e consolava os irmãos de tessalônica assim como uma mãe faz com os filhos. E Paulo também era como um pai em sentido espiritual para eles. — Leia 1 Tessalonicenses 2:7, 11, 12.

CONSOLO PARA TODOS NA FAMÍLIA

15. De quem é a responsabilidade de ensinar os filhos sobre Jeová?

15 As famílias da congregação também precisam de ajuda. Alguns pais que servem a Jeová há pouco tempo talvez peçam que alguém maduro na congregação dirija o estudo dos seus filhos. É verdade que os irmãos podem ser de ajuda em alguns casos. Mas a Bíblia diz que são os pais que têm a responsabilidade de ensinar os filhos sobre Jeová, e não os outros. (Pro. 23:22; Efé. 6:1-4) É muito importante que os pais conversem com os filhos e saibam o que passa na cabeça deles.

16. Do que devemos nos lembrar quando ajudamos o filho de alguém a aprender sobre Jeová?

16 Quando uma pessoa dirige o estudo da Bíblia para o filho de alguém, é importante lembrar que ela não pode tomar decisões no lugar dos pais. Algumas vezes, pais que não estão interessados na Bíblia deixam seus filhos estudar com as Testemunhas de Jeová. Se você dirige estudo para o filho de alguém, seria bom fazer isso quando os pais estão em casa ou levar junto com você uma irmã ou irmão maduro. Outra opção seria dirigir o estudo num lugar público. Todos esses cuidados são importantes para que ninguém tenha uma impressão errada. Pode ser que, com o tempo, os pais se interessem pela Bíblia e comecem a ensinar seus filhos.

17. Como os filhos podem ser de consolo na família?

17 Antes do Dilúvio, o pai de Noé, que se chamava Lameque, disse sobre seu filho: “Este nos trará consolo, aliviando-nos do nosso trabalho e do esforço doloroso das nossas mãos, causados pelo solo que Jeová amaldiçoou.” Isso se cumpriu depois do Dilúvio. (Gên. 5:29; 8:21) Assim como Noé, os filhos que servem a Jeová podem ser de consolo para suas famílias. Como eles podem fazer isso? Respeitando os pais e os ajudando no que for preciso. Além disso, quando os jovens continuam fiéis a Jeová, a família inteira fica encorajada. O exemplo deles pode ajudar todos na família a ficarem fortes ao passar por provações agora e no futuro.

18. Que coisas podem nos consolar quando passamos por provações?

18 Como vimos, podemos encontrar consolo quando oramos a Jeová, meditamos nos exemplos do passado e temos uma amizade forte com os nossos irmãos. (Leia Salmo 145:18, 19.) Podemos ter certeza que Jeová, o Deus de todo o consolo, sempre vai nos dar forças para enfrentar qualquer provação que tenhamos.